Cadela idosa e doente consegue um novo e amoroso lar

Jelly ficou doente e sem casa depois de ficar velhinha.

A vida da chihuahua Jelly mudou depois que suas fotos foram postadas no Facebook. Elaine Seamans é gerente da Fundação Atchoo que possui um belo objetivo: ajudar a arcar com custos médicos de cães que vivem em abrigos. Quando a mulher viu a foto da idosa Jelly, de 14 anos, seu coração bateu mais forte.

Jelly, uma senhora bem velhinha, foi parar no Baldwin Park Shelter através do seu antigo dono. Não se sabe por que a família não a quis mais. O certo é que para Jelly não foi nada fácil. Além da questão da idade, a cadelinha é surda, cega e possui outros problemas de saúde. Talvez o tutor não quisesse ou não tivesse condições de arcar com tantas despesas no tratamento de Jelly e decidiu descartá-la.

Elaine, sabendo da vida difícil da cadela, não tinha esperança que ela fosse amistosa. Por isso surpreendeu-se quando foi recebida carinhosamente e de um modo tão doce por Jelly, no abrigo. Elaine conta que ficou surpresa ao segurá-la no colo. Logo a cadela encostou a cabecinha no peito da mulher e ali ficou, aconchegada e confiante.

Apesar disso, Elaine não podia ficar com ela. Mas decidiu que ajudaria o abrigo a encontrar a família perfeita para Jelly. As postagens das fotos da cachorrinha nas mídias sociais chamaram a atenção de Carlynne McDonell, fundadora e Gerente da Casa dos Animais, da Barkee LaRoux’s. Carlynne ficou tão tocada pelas fotos de Jelly que decidiu levá-la para a Fundação. Porém, os altos custos dos tratamentos a assustaram. A Fundação Atchoo ofereceu bancar os custos veterinários de Jelly se a Fundação de Carlynne a acolhesse.

A intenção desde o início era encaminhar Jelly para adoção, mas Carlynne ao vê-la também sentiu seu coração derreter. Não precisou muito para decidir que Jelly seria sua.

A cadela foi levada para a casa de Carlynne e, conforme ela, não demorou quase nada para se adaptar ao novo lar. Pelas fotos é possível ver que Jelly está se sentindo muito à vontade com sua nova família!

Um comentário

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *