Cão desenganado ganha festa no seu primeiro aniversário

A recuperação de Honey foi considerada um milagre.

Você teria coragem de adotar um cãozinho cuja expectativa de vida é apenas seis meses? É preciso um pouco de coragem e Erica Mahnken não tinha a menor intenção de fazer isso até pôr os olhos na linda Honey.

ACOMPANHE CÃES ONLINE!
Inscreva-se no Canal: https://goo.gl/HU37EA
Curta no Facebook: https://www.facebook.com/caesonline/
Participe do Grupo: https://www.facebook.com/groups/caesonline/
Siga no Instagram: https://www.instagram.com/caes.online

Nada foi planejado. Erica foi visitar a amiga Lorraine Healy, fundadora da Husky House, um grupo de resgate de cães em Nova Jersey. Ela nunca iria imaginar que se apaixonaria por um cãozinho gravemente doente.

Lorraine foi quem insistiu para a amiga dar uma olhadinha em Honey, na época com somente dois meses. Erica negou.

Não queria sentir pena do animalzinho. Porém, Erica não resistiu e foi conhecer Honey que era pequena e pesava pouco. Mas esse não era o seu maior problema. A cachorrinha é portadora de uma doença cardíaca congênita que causa um estreitamento das válvulas da aorta.

Erica realmente ficou mal quando se deparou com Honey e a partir disso começou a pensar nas coisas que a cadelinha deixaria de desfrutar por conta da doença. Ela então decidiu levar Honey para casa e proporcionar uma vida com mais emoção e aventuras até onde o bichinho fosse capaz de suportar.

E Honey fez muitas coisas! Ela brincou no playground, foi para a praia, ficou um dia treinando com o Departamento de Polícia de Nova York na unidade dos cães, visitou um santuário local e brincou com uma cabra, e até passeou em um caminhão de bombeiros. Você pensa que acabou? Honey tirou foto sentada no colo do papai Noel e também brincou na neve.

Erica não se descuida dos cuidados com sua filhota e a leva a visitas periódicas ao veterinário. Mas nem mesmo o médico consegue explicar como a cadelinha está tão bem. Muito provavelmente é o amor incondicional que Honey vem recebendo de Erica.

Há poucos dias Honey comemorou seu primeiro aniversário, com direito a balões e festa. A cachorrinha adorou tudo, porém ela se cansa fácil. Depois do agito, a cadela dormiu a noite toda.

Como é incerto o tempo de vida de Honey, Erica já tem uma lista de coisas a serem feitas. Uma delas é tirar a certificação de cão de serviço. A intenção é que Honey frequente hospitais infantis e interaja com crianças em estágio terminal para mostrar que sempre há uma esperança. Erica também quer incentivar outras pessoas a adotarem animais doentes. Ela não se arrepende da adoção de Honey, ainda que as pessoas a tenham chamado de louca na época.

Afinal, se Erica não tivesse ajudado Honey, a cachorrinha já poderia ter partido.

Longa vida a Honey!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *