Cão é encontrado amarrado em depósito de lixo com um bilhete revelador

O que será que estava escrito na mensagem deixada junto a Scooter?

Meu nome é Scooteer. Proprietário foi para a prisão hoje.”

As palavras escritas com caneta cor-de-rosa foram encontradas próximo de um cãozinho. Scooter, uma mistura de terrier de seis anos de idade, aguardava, triste e preso a uma corda, que alguém bondoso o acolhesse, em um depósito de lixo na Carolina do Sul.

Scooter teve sorte e ninguém o maltratou. Um casal passou pelo lugar e o libertou. Para ajudar a encontrar alguém que conhecesse o cão, fotos foram tiradas e postadas nas redes sociais.

As imagens chegaram até Paula Longford, fundadora da South Eastern Homeless Animals (SEHA). O lugar funciona como um grupo de resgate para cães abandonados. Paula levou Scooter com a intenção de digitalizar o microchip que o animal trazia.

Paula conta que a situação de Scooter a surpreendeu. Ele estava limpinho, sem pulgas e foi abandonado com uma caixa de transporte de primeira qualidade e um pacote de ração. Logo ele relaxou no colo de Paula, sentindo confiança nela. No começo estava um pouco arisco e ansioso, mas logo mostrou seu lado doce e dormiu.

Para Paula era estranho um cão tão bem cuidado ter sido abandonado daquela forma. Porém, ao digitalizar o microchip, ela começou a desvendar o passado de Scooter. Sua origem era o Colorado, mas o número do telefone que constava no chip estava desconectado. Em contato com a empresa do aparelho, a informação era que Scooter foi encontrado em 2015 no Colorado, em 2016 em St. Petersburg, Flórida e então devolvido ao dono. Como Scooter foi parar na Carolina do Sul ninguém sabia.

Mas era preciso descobrir mais coisas. Paula conseguiu encontrar o policial que prendeu o dono do cão. O homem foi preso no estacionamento do Walmart, próximo ao local onde Scooter havia sido encontrado.

Aos poucos a história foi se revelando. Quando o dono foi preso, a maior preocupação do homem era que Scooter não fosse parar em um abrigo. A alguns amigos entregou dinheiro, pertences, a mochila e o cão, acreditando que o seu pequeno amigo estaria bem protegido.

Os “amigos”, porém, não cumpriram com o prometido e simplesmente abandonaram Scooter perto do depósito de lixo. Foi emitido mandado de prisão para os dois homens que fizeram isto.

Finalmente Paula pôde entrar em contato com a mãe do dono de Scooter, moradora do Colorado. Ambas combinaram de se encontrar em Nebraska onde seria feita a entrega do cãozinho.

Foi uma longa viagem. Durou mais de um dia inteiro. Para Paula não foi fácil, mãe de três filhos, ficar este tempo fora. Mas quando Scooter foi devolvido à mãe do seu dono, todo o desconforto da viagem foi recompensado.

Paula conta que Scooter ficou muito feliz em retornar para casa. Na maioria das vezes, cães abandonados como Scooter dificilmente voltam para suas famílias.

Scooter é um cãozinho de muita sorte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *