Cão que sofreu acidente espera por adoção há dois anos

O pit bull Charlie é um cão doce e simpático, mas ainda não conseguiu um lar para morar.

Há dois anos Charlie sofreu um atropelamento e foi deixado na beira da estrada, agonizando. Uma pessoa o encontrou e levou o cão às pressas para um hospital veterinário. Ele ficou lá por algum tempo enquanto se recuperava dos ferimentos e depois transferido para a prefeitura de Hempstead Animal Shelter.

Neste local ele ficou por dois meses e depois foi para o Get a Bull Rescue. Neste meio tempo foi descoberto que o cão possui dirofilariose, doença que sem o tratamento adequado pode ser fatal. Além disso, as lesões permanentes decorrentes do atropelamento o incomodavam.

Os voluntários do abrigo não entendem como um cão tão doce não conquistou um lugar permanente para viver.

Laura Reilly, co-fundadora do Get a Bull Rescue salienta que Charlie é um cão muito companheiro. Segundo ela, Charlie adora passear de carro e olhar a paisagem pela janela é um dos seus passatempos preferidos. Até de barco Charlie já andou.

Atualmente, Charlie está em uma casa de acolhimento, dividindo seu espaço com outros animais de estimação.

Contudo, ele vive em uma ala separada, afastado dos demais. Charlie fica estressado com outros cães e, quando sozinho, ele se sente triste. Charlie está cansado de ser rejeitado, pois conviveu com algumas famílias e, por algum motivo, a experiência não foi boa. A única coisa que ele deseja é estabilidade e amor. Com seis anos de vida, Charlie ainda não conquistou isso.

Na visão dos voluntários, o lar ideal para Charlie deve ser uma casa (apartamento seria complicado), composta por adultos ou adolescentes e sem nenhum outro animal. Quem o adotar precisará também cuidar do tônus muscular da pata de Charlie, afetada no acidente.

Charlie é um bom cão e a família que tiver a sorte de adotá-lo ganhará um amigo fiel, divertido e muito companheiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *