Cãozinho ganha dia perfeito antes de ser sacrificado

Após decisão de eutanásia, o dono de Jett resolve presentear seu amigo com um dia perfeito.

Jett era um Cocker Spaniel muito simpático e amigo do seu dono Parker Ray, 19 anos. Porém, uma consulta ao veterinário revelou algo que partiu o coração do garoto. Jett sofria de uma doença cardíaca e só teria mais três meses de vida.

Para aliviar o sofrimento do cão, foi indicado um medicamento que Jett deveria tomar até seus últimos dias. Porém, o tratamento não surtiu efeito, o coração encheu-se de líquido e Jett teve uma série de convulsões.

ACOMPANHE CÃES ONLINE!
Inscreva-se no Canal: https://goo.gl/HU37EA
Curta no Facebook: https://www.facebook.com/caesonline/
Participe do Grupo: https://www.facebook.com/groups/caesonline/
Siga no Instagram: https://www.instagram.com/caes.online

jett-cocker-spaniel-1

O novo diagnóstico foi mais aterrador ainda. Jett teria que ser sacrificado. O golpe foi grande para Parker, já que o cãozinho foi seu companheiro fiel desde a infância. Mas Jett merecia algo especial. Um dia perfeito. O último dia dele teria que ser o mais especial e inesquecível da sua existência. E Parker se dedicou a isto mais que tudo na sua vida.

jett-cocker-spaniel-2

No seu último dia, Jett pôde comer alimentação humana e ir ao parque, seu programa preferido. Tudo foi devidamente gravado por Parker e postado no Twitter, onde recebeu muitas curtidas e muitas lágrimas também.

Embora triste, Parker declarou que o vídeo serviu de inspiração para as pessoas amarem seus cães e conviverem com eles todos os momentos possíveis.

Assista o comovente vídeo que Parker fez:

5 Comentários

Deixe um comentário
  1. Bem esse caso não era p eutanásia . O cãozinho podia tomar remédios pra dor,convulsão, edema no pulmão .Ele não estava agonizando o cara q era o tutor do cãozinho devia ter ficado c ele e o deixado viver com qualidade de vida até o máximo que pudesse . Eutanásia é para animais sem cura, tratamentos e controle dos sintomas e doença é a última alternativa para acabar com sofrimento extremo e irreversível .

  2. Duas coisas primeiro essa vão estava bem para ser eutanásia, poderia tratar e caso agravasse pensasse em algo do género, mto fácil para o dono não ter o trabalho de cuidar do bichinho!
    Segundo esse cachorro é da raça Cavalier King, está longe de ser um Cocker Spaniel.

  3. Fiquei besta de ver ele levar o cão para eutanasia ,se andava,ia passeando na janela,comia….,quis foi se livrar do animal ,cuidei 3 anos do meu cachorro com problemas graves e não deixei mata-lo pois estava a 16 anos comigo,e nem andava mais no fim com problema renal,morreu suave medicado,do meu lado ,com muito amor .esse cara quis se promover odiei

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *