Cara “mau humorada” de cão dificultou sua adoção

A carinha amarrada de Sheldon espantou possíveis tutores.

Estamos acostumados a nos deparar com cãezinhos fofos e suas carinhas mimosas. Mas olhe bem para a foto de Sheldon. Ele não parece um cão “mau humorado” e de poucos amigos?

A carranca de Sheldon, um pit bull terrier, espantou possíveis donos do abrigo onde ele ficou por algum tempo. No entanto, as aparências enganam. Ele era um dos cães mais faceiros do abrigo, localizado no estado do Arizona.

ACOMPANHE CÃES ONLINE!
Inscreva-se no Canal: https://goo.gl/HU37EA
Curta no Facebook: https://www.facebook.com/caesonline/
Participe do Grupo: https://www.facebook.com/groups/caesonline/
Siga no Instagram: https://www.instagram.com/caes.online

Heather Haltmeyer é uma das voluntárias do abrigo e costuma visitar cães e postar suas imagens nas redes sociais para aumentar as chances de adoção. Sheldon já estava há um bom tempo no abrigo, pois as pessoas não sentiam simpatia por ele. Heather decidiu capturar algumas imagens do cão para tornar mais fácil o processo de adoção. Sheldon adorou tirar fotos e o melhor de tudo foi ver o sucesso que fizeram nas redes sociais. Uma mulher chamada Emily simpatizou com Sheldon e foi até o abrigo para conhecê-lo. O resultado foi amor à primeira vista.

Atualmente, Sheldon tem um novo lar e tem a companhia de cinco gatinhos. Todos se dão muito bem.

A história de Sheldon teve um final feliz, mas o mesmo não se repete com tantos outros animais no mundo. Heather relata que existe uma superpopulação de animais abandonados. Nos dois abrigos de Maricopa County são cerca de 600 cães buscando novos lares. Nos meses de verão este número pode chegar a 900. São tantos cães disputando um novo tutor que torna-se difícil se destacar na multidão. O que tem ajudado bastante são as postagens das fotos dos animais em redes sociais e o alto índice de visualizações. Sheldon foi um bom exemplo disso.

Nós particularmente achamos o Sheldon lindo. E você? Comente, deixe sua opinião!

3 Comentários

Deixe um comentário
  1. Amei, a história do cachorrinho SHELDON rir muito da carinha dele é como diz o ditado “Quem vê cara não vê coração”, o interessante que hoje em dia ele vive no meio de vários gatinhos, comprovando essa teoria, que Deus o abençoe e sua nova família Sheldon.

  2. O cãozinho grandão c carinha de bravo não é carranca ele tem expressão por ter passado sabe – la por agressões e tbm pode ser genética, a formação da boca e face, olhos fez com que ele tivesse essa expressão de bravo, mal- humorado. Mas nada a vê ele é lindo e engraçado c esse rosti nhô bravinho . Que essa moça e ele e os gatinhos sejam mto felizes c proteção de Jesus e São Francisco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *