Conheça Pedro Henrique, o cãozinho que leva uma vida de rei

O pinscher tem até babá e muitos brinquedinhos para se distrair.

Pedro Henrique não pode reclamar de nada. Aliás, o pequeno pinscher leva uma vida melhor que muita gente. Há quatro anos o pequeno cãozinho vivia nas ruas quando teve a sorte de ser adotado pela médica Patrícia Okamura. Desde então são só regalias.

Ao ser resgatado o estado de PH era de inspirar cuidados. Os ferimentos que trazia no corpo levaram trinta dias para cicatrizarem. Mas o passado ficou para trás e hoje PH vive muito bem, obrigado. Atualmente ele tem sete anos e leva uma vida de rei.

Patrícia se esmera para Pedro Henrique ter tudo do bom e do melhor. Ele tem uma babá que o leva para passear três vezes por dia na praça próxima onde mora, em Palmas, Tocantins. Além disso, ele tem uma Identidade Pet porque mensalmente viaja a São Paulo. A tutora se derrete pelo seu filho. “Ele é o amor da minha vida”, diz ela.

A médica não mede esforços para PH viver confortavelmente. A casa é toda adaptada para o cãozinho, desde o tapete na sala para evitar escorregões até uma caminha com coberta para o descanso da tarde. Sem falar na cadeirinha instalada no carro para dar suas voltinhas. À noite o cãozinho dorme na cama de Patrícia. Rindo, ela revela que se acomoda no espaço que sobra.

Patrícia explica o motivo de PH ter babá. A médica fica fora mais de seis horas por dia e o cãozinho não faz cocô e xixi dentro de casa de jeito nenhum. Quando está sozinho PH também se recusa a se alimentar. Com a babá o cãozinho sai, passeia e brinca na praça com seus amiguinhos. Patrícia salienta que a babá cuida dele como se fosse um bebê.

A Identidade Pet, segundo a médica, é uma segurança tanto para ela como para PH, pois caso o pinscher se perca ou seja furtado, o registro torna oficial a posse e guarda do cão.

Pedro Henrique tem tudo para ser feliz, não é mesmo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *