Você está aqui: Home > Dicas > Dicas para diminuir a ansiedade do seu cão

Dicas para diminuir a ansiedade do seu cão



Assim como qualquer pessoa, os cães também podem sofrer de ansiedade. Se o comportamento do seu cachorro estiver alterado, é fundamental procurar um médico veterinário para fazer o diagnóstico correto de modo a tratar o animal adequadamente. Além disso, algumas atitudes diárias de quem convive com o cão podem contribuir para que ele não fique tão ansioso.

Dicas para diminuir a ansiedade do seu cão

Alguns cães entram em depressão, agem agressivamente, destroem móveis e objetos, ou fazem coisas inapropriadas para chamar a sua atenção. Esses sintomas podem indicar que o cachorro está com ansiedade de separação, condição que ocorre em virtude do medo de ficar sozinho ou separado de seu dono. Caso você não tenha condições de ficar bastante tempo com seu bicho de estimação canino, é possível criar hábitos para que a ansiedade dele seja aliviada.

Dicas para diminuir a ansiedade do seu cão

Ao sair de casa, tente deixar o ambiente sem despedidas cheias de demonstrações de afeto ou simples conversas com o animal, uma vez que essas atitudes podem ser associadas a algo ruim, deixando o cachorro angustiado sempre que você repetir essas ações. Por isso, o melhor a se fazer é apenas sair de casa, sem nem dar aquela espiada para ver como o animal está.

Dicas para diminuir a ansiedade do seu cão

O mesmo vale para o seu retorno, em que você não deve criar alvoroço, pois o cão certamente ficará ansioso esperando pelo momento em que você chegará. Para que ele se acostume com a solidão temporária, evite chegar chamando o nome dele e fazendo várias carícias no animal, mesmo que ele comece a chorar, latir ou pularem você. Simplesmenteignore e espere ele se acalmar para dar atenção ao cão.

Além disso, deixe algumas distrações com ele quando não tiver mais ninguém em casa, como ossos e brinquedos. Assim, o cão terá uma ocupação enquanto você não volta, garantindo momentos mais agradáveis e que passarão mais rápido. Também é uma boa pedida deixar uma roupa velha, para que ele possa sentir o seu cheiro quando você estiver fora de casa.

Tome cuidado ainda para não deixar objetos com peças que podem ser engolidas por ele. Delimite um espaço para que ele possa circular na sua ausência, certificando-se de que o cachorro não tenha contato com coisas perigosas, como fios elétricos e objetos quebráveis.

No caso de filhotes, outra dica importante é só liberar o acesso do animal pela casa quando ele já estiver habituado com os ambientes e souber exatamente onde deve fazer xixi e cocô. Assim, você não terá surpresas desagradáveis ao voltar.

GRÁTIS: Receba atualizações por Email:

Cadastre seu email e receba atualizações do Cães Online no seu e-mail. É grátis!

Faça o seu Comentário