Cachorra com necessidades especiais e porquinha resgatada tornam-se melhores amigas

Por: em

A cachorra, que não consegue brincar com outros cães, é a melhor amiga de uma porca.

Os problemas de saúde de Winnie impede que ela interaja com os outros cachorros da Charlotte’s Freedom Farm (fazenda da liberdade de Charlotte, em tradução literal). para suprir a carência de companhia e afeto, a cachorra fez amizade com Wilma, uma simpática porca.

Seguir Cães Online no Facebook

Winnie, a cachorra, foi enviada para a fazenda, que fica na Província de Ontário, no Canadá, quando tinha apenas seis semanas de vida, depois que os tutores perceberam que não teriam condições de cuidar de um animal com necessidades especiais.

cachorra-com-necessidades-especiais-faz-amizade-com-uma-porca
Créditos: Charlotte’s Freedom Farm

Winnie e Wilma

A Charlotte’s Freedom Farm é um pequeno santuário na cidade de Chatham, que atualmente acolhe cerca de 100 animais, entre cães, gatos, porcos, bois, carneiros e cabras. Quando Winnie chegou, os colaboradores acreditaram que se tratava apenas de um problema de desenvolvimento do filhote.

A cachorra parecia ter os membros anteriores pouco desenvolvidos, mas logo foi constatado que o problema era ainda mais grave. A caixa torácica de Winnie foi mal formada na gestação: o esterno (osso chato à frente do tórax que prende as costelas) ficou curto e estreito e, com isso, a filhote tinha o coração e os pulmões desprotegidos.

cachorra-com-necessidades-especiais-faz-amizade-com-uma-porca
Créditos: Charlotte’s Freedom Farm

A reparação do problema exigiu uma série de procedimentos cirúrgicos. Atualmente, a cachorra depende de próteses para se locomover, por causa dos membros atrofiados, e não pode executar movimentos muito rápidos, como saltar, escalar e subir.

Winnie precisou ser afastada do convívio com outros cachorros, porque qualquer gesto da cachorra poderia representar um risco de vida: uma brincadeira um pouco mais bruta certamente prejudicaria a capacidade cardiorrespiratória ou até mesmo causaria lesões nos órgãos torácicos.

cachorra-com-necessidades-especiais-faz-amizade-com-uma-porca
Créditos: Charlotte’s Freedom Farm

Logo nos primeiros dias, a cachorra foi afastada dos outros animais. O problema era grave demais e ela precisava ser protegida, mas toda a equipe da Charlotte’s ficou sensibilizada. Afinal, é uma situação incomum um filhote não poder correr, brincar e rolar livremente com os colegas.

Então, chegou Wilma. trata-se de uma porca que foi encontrada vagando sozinha na estrada. Ela provavelmente pulou de um caminhão de gado em movimento – de acordo com Lauren Edwards, administradora da fazenda, este tipo de atitude combina com a personalidade da porquinha.

cachorra-com-necessidades-especiais-faz-amizade-com-uma-porca
Créditos: Charlotte’s Freedom Farm

Wilma, de acordo com os colaboradores, é um animal doce, mas bastante atrevido. Quando alguém a pega no colo, ela grita alto e também aprendeu a subir sozinha nos móveis. A porquinha tem uma personalidade forte, mas, ao conhecer Winnie, surgiu uma amizade sólida entre as duas.

Apenas poucos minutos depois da chegada de Wilma, as duas já estavam brincando e repetem os jogos e truques sempre que são colocadas juntas. Felizmente, essas brincadeiras são mais lentas, menos bruscas e não representam risco para Winnie.

A cachorra, por seu lado, adora a companhia de uma parceira de brincadeiras. Ao contrário do que acontece na presença de outros cães, ela não se sente intimidada, nem é deixada de lado por não poder acompanhar o ritmo dos companheiros.

Basta que se vejam – um rápido contato visual – para que a porca e a cachorra entrem imediatamente no “modo play”, brincam os voluntários da fazenda. Wilma e Winnie se tornaram inseparáveis, o que facilita bastante a vida dos dois animais.

cachorra-com-necessidades-especiais-faz-amizade-com-uma-porca
Créditos: Charlotte’s Freedom Farm

seja como for, as brincadeiras da dupla continuam exigindo supervisão dos adultos da Charlotte’s. Winnie ainda não completou o tratamento, enquanto Wilma é apenas uma recém-chegada, apesar de demonstrar querer ser a “dona do pedaço”. Para a cachorra, sempre existe um risco de lesão, mesmo nos movimentos mínimos.

A porca que escapou do caminhão – provavelmente a caminho do abatedouro – e a cachorra com necessidades especiais que não pode conviver com outros cachorros se tornaram uma dupla inseparável.

Wilma devolveu a confiança à Winnie, que deixou de se sentir inadequada, lerda e frágil. É tudo o que procuramos em um amigo: que ele respeite os nossos limites e não menospreze os nossos potenciais.

Os vídeos da dupla são publicados regularmente nas redes sociais da Charlotte’s. Os seguidores ficam ansiosos para assistir às novas aventuras da dupla, que estão crescendo – logicamente, Wilma ficará muito maior do que a parceira, já que ainda é uma leitoa – que escapou de se tornar um “leitão à pururuca”.

Gostou? Siga o Cães Online no Facebook, Instagram e Google News