Moradora americana encontrou uma cachorra abandonada com uma corrente de dez quilos.

Ashli Garza, residente em Mission (uma cidade do Texas na fronteira com o México), seguia para uma entrevista de emprego quando se deparou com uma cachorra abandonada em plena via pública.

Mais do que o abandono, a cachorro também portava uma pesada corrente metálica, de cerca de dez quilos. Talvez os antigos tutores tenham entendido que, com a carga extra, o animal não teria forças para tentar voltar para casa.

O mais provável, no entanto, é que a cachorra abandonada morresse em muito pouco tempo. O peso excessivo impedia não só que ela voltasse para a antiga casa (que devia ser um verdadeiro circo de horrores), mas também que tentasse conseguir um pouco de comida e água para se sustentar.

Cachorra é abandonada com corrente pesando 10 quilos, mas não desiste de lutar por sua vida
Foto: Ashli ​​Garza

Esta história tem um final feliz e serve de inspiração para os verdadeiros cidadãos, mas não se pode dizer o mesmo das dezenas de cães que são abandonados todos os dias nas ruas de todas as cidades ao redor do mundo.

O encontro

O animal estava parado no meio fio, correndo sérios riscos de ser atropelada. Ashli Garza não pensou duas vezes: parou o carro e começou a chamar insistentemente a cachorra. Não foi necessário muito esforço.

Ao perceber que finalmente alguém tinha dado atenção à sua condição periclitante, a cachorra se aproximou de Ashli, a princípio receosa, mas logo em seguida entusiasmada e amigável.

O objetivo inicial de Ashli era fotografar a cachorra, para publicar nas redes sociais, em busca de um lar provisório ou de um tutor que se prontificasse a adotar o animal tão deploravelmente abandonado – na verdade, descartado como se fosse um traste velho e inútil.

Mas quando a jovem abriu a porta do carro e começou a chamar, a cachorra se aproximou com docilidade, sem mostras de violência. O animal provavelmente convivia muito próximo a humanos, uma vez que deixou o temor rapidamente quando percebeu a possibilidade de auxílio que se aproximava.

Cachorra é abandonada com corrente pesando 10 quilos, mas não desiste de lutar por sua vida
Foto: Ashli ​​Garza

A cachorra estava coberta de barro e a corrente presa ao pescoço havia causado alguns ferimentos e irritações na pele, mas podia ser resgatada. Ashli, no entanto, tinha dois problemas: a entrevista de emprego, cuja hora se aproximava, e o vestido de noiva de uma amiga, que estava guardado no carro.

Mesmo assim, não houve tempo para refletir: entre o provável emprego, o vestido da amiga e a cachorrinha que precisava de resgate urgente, Ashli optou pelo resgate. Afinal, deixá-la na estrada seria o mesmo que condenar o animal à morte.

O resgate

Assim que foi chamada, a cachorra saltou para o carro e se acomodou no banco traseiro. A primeira providência, para Ashli, seria retirar a corrente que pesava no pescoço da vítima de maus tratos, mas logo percebeu que iria precisar de ajuda.

Cachorra é abandonada com corrente pesando 10 quilos, mas não desiste de lutar por sua vida
Foto: Ashli ​​Garza

A motorista dirigiu-se para o seu compromisso. No trajeto, pôde observar que a cachorra estava bastante tranquila. Ela estava aliviada demais para recear qualquer coisa. A passageira permaneceu tranquila, observando a paisagem enquanto o veículo se deslocava.

Ashli percebeu que a vítima não estava acostumada a viajar de carro. Ela se deitava no banco para, em segundos, pôr-se em pé novamente. A cachorra estava muito ansiosa, mas permaneceu amistosa durante o tempo todo.

Cachorra é abandonada com corrente pesando 10 quilos, mas não desiste de lutar por sua vida
Foto: Ashli ​​Garza

Não se sabe se Ashli conseguiu o emprego, mas, depois da entrevista, ela decidiu levar a cachorra para a casa de uma amiga que morava perto. As duas mulheres conseguiram finalmente livrar a vítima da corrente pesada.

Cachorra é abandonada com corrente pesando 10 quilos, mas não desiste de lutar por sua vida
Foto: Ashli ​​Garza

A amiga, Luz Guzmán, ficou encantada com a cachorra. Decidiu ficar com ela ate que Ashli consiga encontrar um abrigo ou um lar definitivo. Por enquanto, a antiga moradora de rua atende pelo nome de Penélope e está vivendo com Guzmán.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui