Cachorra não esconde a alegria ao perceber que será adotada

Por: em

Uma cachorra abandonada não conseguiu esconder a alegria ao sentir que estava sendo adotada. Veja o vídeo…

Um novo lar, um recomeço. Inconscientemente, provavelmente era apenas isso que essa cachorrinha queria. Ela foi colocada em um abrigo por uma família que não queria ou não podia mais ficar com ela.

O caso aconteceu em Raeford, uma pequena cidade de cinco mil habitantes da Carolina do Norte, Estado, na costa leste americana. Uma cadela chamada Ava foi encaminhada ao Abrigo de Animais do Condado de Hoke: os antigos tutores desistiram de ficar com ela.

O caso

Funcionários do abrigo observaram que Ava ficou muito triste quando foi deixada pela antiga família. A cachorra se mostrou deprimida, apática e desinteressada. O rosto da cachorrinha refletia uma tristeza imensa e ela não conseguia entender como a vida podia ter mudado tanto, tão rapidamente.

Uma voluntária do abrigo, Kristi Pylant, contou para a imprensa que a cachorra estava desolada. Pylant tem experiência com abandonos e adoções, mas ficou impressionada com a reação de Ava.

Desde então, Pylant decidiu fazer todo o possível para melhorar o humor de Ava, uma cachorra de pequeno porte. O animal, no entanto, estava assustado e passava a maior parte do tempo tentando se esconder.

Alguns dias depois, agradecida pelo tratamento recebido, Ava começou a demonstrar a verdadeira personalidade. Ela se tornou amiga de Pylant e a seguia por todo o abrigo. A cachorra começou a esboçar alguns sinais de alegria, que mostravam um bom estado geral. Mas a melancolia continuava.

Faltava alguma coisa. Ava continuava triste, até o dia em que uma jovem visitou o abrigo, conheceu a cachorra a história por trás do animalzinho arisco e assustado. A visitante sabia que poderia mudar tudo isso e fazer um final feliz.

A jovem não pensou duas vezes: ela levaria Ava para casa. Na mesma hora, ela deu início aos procedimentos de adoção. A cachorra deu sinais de que conseguia entender o que estava acontecendo. A maré de azar parecia ter chegado ao fim.

Ao entender que ela seria adotada e teria a sorte de uma nova família, Ava não conseguiu conter a alegria. Ela aconchegou-se à nova tutora, demonstrando afeto e carinho. A cachorra estava a caminho de um novo lar.

Pylant atua no abrigo há tempo suficiente para saber que o trabalho consiste basicamente em atenuar a tristeza do abandono. Nesse dia, porém, a voluntária testemunhou o começo de uma nova história, com alegria, lealdade e companheirismo.

Surpreendendo a todos, antes de deixar o abrigo, Ava estendeu a pata para Pylant, em forma de gratidão à cuidadora que atenuou a tristeza. Pylant afirmou para a imprensa: “Foi muito gentil da parte dela me oferecer a pata quando a adotaram”.

Graças ao trabalho e à dedicação de Pylant e de todos os trabalhadores do abrigo do Condado de Hoke, Ava agora tem uma nova família, que está pronta para lhe oferecer muito amor, proteção, carinho e cuidado.