Cachorra resgatada adota filhotes órfãos após perder sua própria ninhada

Por: em

Depois de perder a própria ninhada, uma adorável cachorra em abrigo adotou dez filhotes. 

Uma linda cachorra preta com luvas brancas foi resgatada e acolhida no Centro de Resgate Ruff Start, em Princeton (Minnesota, centro-oeste dos EUA). Ela estava grávida, mas sofreu abortos espontâneos, provavelmente por causa da desnutrição e dos maus tratos. Mas havia outra ninhada de órfãos no local, precisando de uma mãe com urgência. 

Seguir Cães Online no Facebook

O nome da cachorra é Pepper (pimenta, em inglês), mas trata-se de um animal dócil e muito afetuoso. O instinto materno falou mais alto e Pepper adotou os dez filhotes órfãos, que sobreviveram e formaram uma nova família no abrigo. 

Cachorra resgatada adota filhotes órfãos após perder sua própria ninhada

A família de Pepper 

De acordo com informações do Ruff Start, outra cadela havia sido recolhida ao centro de resgate. Poppy estava grávida quando foi retirada das ruas e, no início de julho de 2021, ela deu à luz uma ninhada numerosa: dez cãezinhos. 

Infelizmente, no dia 08.07, o quadro de saúde de Poppy, que já estava irregular, complicou-se ainda mais e a cadela não resistiu. Poppy morreu, deixando os dez filhotes órfãos. A equipe do Ruff Start se surpreendeu com a notícia, porque a cachorra não apresentava sinais evidentes de desnutrição e outras doenças. A morte de Poppy não era esperada. 

Cachorra resgatada adota filhotes órfãos após perder sua própria ninhada

Então, os voluntários do Ruff Start passaram a se revezar nos cuidados tão necessários com os filhotes. A equipe de responsabilizou por alimentar, higienizar e aquecer os cãezinhos, para tentar garantir a sobrevivência. No entanto, todos sabiam que precisavam de um “plano B”. 

Os cuidados imprescindíveis estavam ficando cada vez mais difíceis. A equipe entendeu que precisava da ajuda de uma mãe de acolhimento, uma “ama de leite”. Felizmente, o acaso deu uma “mãozinha” para o pessoal do abrigo. 

Por coincidência ou não, outra cadela havia chegado ao abrigo poucos dias antes. Ela estava em um estágio avançado da gravidez, mas, pouco depois de ter sido acolhida, sofreu abortos espontâneos. Pepper estava muito triste e deprimida com a situação. Como canta Chico Buarque, “a saudade é arrumar o quarto do filho que já morreu”. 

Cachorra resgatada adota filhotes órfãos após perder sua própria ninhada

Lexi Johnson, uma das voluntárias do Ruff Start, decidiu unir duas histórias tristes: a dos filhotes órfãos e a da mãe inconsolável com a perda dos filhos. Com um pouco de sorte, a natureza seguiria o seu curso e tudo ficaria bem. 

Duas histórias tristes acabaram criando um final feliz. Pepper e os filhotes foram reunidos, sob os olhares ansiosos dos voluntários. Apesar da apatia e indiferença que vinha demonstrando, a cachorra rapidamente aconchegou os cãezinhos. 

Enquanto os filhotes eram colocados junto a Pepper, ela se deitou de lado e os pequenos começaram a procurar as tetas da nova mãe, instintivamente. Ainda tropeçando, passando uns sobre os outros, todos começaram a mamar. 

Cachorra resgatada adota filhotes órfãos após perder sua própria ninhada

Foram necessários apenas cinco minutos para a nova família se reconhecer. Todos se ajustaram à nova composição familiar. Os dez filhotes sobreviveram e estão se desenvolvendo naturalmente. Pepper, por sua vez, revelou uma personalidade desconhecida até então: o comportamento apático e desinteressado deu lugar a uma cachorra curiosa, atenta e muito responsável: agora, ela tem uma grande família para cuidar. 

A fase de lactação dos cachorros – o tempo das mamadas – dura cerca de dois meses. Os voluntários do Ruff Start esperam que os filhotes sejam desmamados até o final do mês de agosto, quando serão disponibilizados para adoção. Todos os dez animais são saudáveis, curiosos e divertidos. 

Em breve, Pepper e os cachorrinhos passarão a escrever novas histórias. O abrigo espera encontrar lares adotivos para todos, que já estão atraindo as atenções de muitos internautas, nas imagens postadas no site e nas redes sociais do Ruff Start. 

Pepper é importante não apenas para alimentar a ninhada, mas também para proteger, agasalhar e ensinar as primeiras noções sobre o que é ser um cachorro. Ela cuida, defende e orienta, tarefas que os humanos não poderiam realizar satisfatoriamente. A alegria da família Pepper será multiplicada em 11 lares americanos – muitas novas histórias estão prontas para serem escritas. 

Fotos: Facebook / Lexi Ruhland Johnson

Gostou? Siga o Cães Online no Facebook, Instagram e Google News