Cachorrinha usava sapato velho como abrigo até ser resgatada e ganhar um lar

Por: em

A cachorra foi parar em um lixão e abrigou-se da maneira que pôde: em um sapato velho. 

Um ditado antigo diz que “sempre existe um sapato velho para aquecer um pé cansado”. Em Kraljevo, uma cidade na região central da Sérvia (o termo significa “Cidade Real”), tudo que uma cachorrinha conseguiu encontrar para se abrigar foi exatamente um sapato. 

Seguir Cães Online no Facebook

O animal foi abandonado ainda filhote em um depósito de lixo irregular – uma daquelas esquinas, tão conhecidas no Brasil, em que as pessoas começam a usar como depósito e acabam se tornando em imensas pilhas de escombros e dejetos. E a vida seguia assim, até que o cachorrinho encontrou Goran Marinkovic. 

Cachorrinha usava sapato velho como abrigo até ser resgatada e ganhar um lar

Um resgate especial 

Goran Marinkovic desenvolveu o hábito de dar de comer aos animais. Todos os dias, ele sai de casa com algum alimento, que é distribuído entre cães e gatos de rua. O sérvio estima dar comida para cerca de cem animais diariamente. 

cachorrinha-usava-sapato-velho-como-abrigo

Esta é a parte que Goran sempre acreditou ser possível: oferecer algum alimento, algum alívio, e seguir adiante, esperando que outras pessoas também possam atenuar o sofrimento dos animais abandonados. Mas, em março de 2020, uma cena tocou especialmente o seu coração. 

Enquanto caminhava pelas ruas de Kraljevo, Goran entrou em um beco estreito e começou a ouvir um choro canino. O som era fraco, quase inaudível, para o sérvio decidiu encontrar a origem. Foi assim que ele encontrou uma pequena cachorra. 

O animal estava enfraquecido e parecia faminto. Era um filhote e tudo indicava que, se nada fosse feito, ele morreria de inanição ou de alguma doença causada pelo abandono. A cachorrinha tentava se abrigar do frio em um sapato velho. Era o final do inverno, quando as temperaturas ficam próximas a 12°C durante o dia, na região. 

cachorrinha-usava-sapato-velho-como-abrigo

A cachorrinha estava com fome e sede, além de muito frio. O bom samaritano tinha comida e ofereceu um pedaço de salame, que foi devorado vorazmente. Mas Goran sentiu que precisava fazer algo mais: o animal era muito pequeno para estar sozinho, mas não havia nenhum outro cachorro por perto. 

a cachorrinha estava sozinha na vida. Quando Goran se aproximou, ela rapidamente se deitou no chão, com a barriga para cima – uma postura que indica submissão: a cachorrinha não queria saber de briga e, sendo um filhote, achou que poderia confiar no humano. 

Felizmente, a peluda estava certa. O sérvio sabia que não poderia deixá-la sozinha, porque ela ainda não tinha condições de sobreviver nas ruas – a maioria dos animais, aliás, não consegue sobreviver à fome, às brigas e aos riscos. 

cachorrinha-usava-sapato-velho-como-abrigo

Gorán pegou a cachorrinha no colo e levou-a a um veterinário. Apesar da fragilidade física, ela respondeu bem ao tratamento. O sérvio disse ao The Dodo – site especializado em histórias sobre animais – que, com a recuperação, à medida que os dias passavam, Coco – este foi o nome escolhido – se revelava cada vez mais brincalhona e amorosa. 

O sérvio postou fotos no Facebook, contando a história de Coco. Em alguns dias, dezenas de internautas se apresentaram para adotar a cachorrinha. Goran, no entanto, queria ter certeza de encontrar a melhor solução para a pet. 

Ele procurou uma entidade que resgata e abriga cães na Sérvia, encaminhando-os para famílias de adoção. Foi assim que Coco, recuperada e com as vacinas em dia, embarcou algumas semanas depois para a Alemanha, para dar início a um novo capítulo da sua vida: um capítulo bem mais feliz. 

cachorrinha-usava-sapato-velho-como-abrigo

Mais de um ano depois do encontro da cachorrinha que, por absoluta falta de opções, se abrigava em um sapato velho no lixão, Coco não lembra em nada um animal abandonado. Ela está feliz e encontrou uma família que gosta de aventuras: Coco vive viajando pela Europa com os pais adotivos. 

Goran ainda recebe fotos de Coco, que se tornou uma bela cachorra. O sérvio mantém o hábito de alimentar cães e gatos de rua em Kraljevo e engajou-se na busca de lares adotivos para eles. “Cada cão de rua resgatado é uma vitória para mim”, declarou ao The Dodo. 

Fotos: Facebook/ Goran Marinkovic

Gostou? Siga o Cães Online no Facebook, Instagram e Google News