Cachorro chora inconsolável porque seu tutor não volta para casa há 15 meses

Por: em

Chadol é um cachorro sul-coreano que passa os dias esperando pelo tutor há 15 meses. Veja o vídeo…

A história aconteceu na Coreia do Sul. Há 15 meses, desde abril de 2020, um cachorro inconsolável não se cansa de chorar, esperando o “avô” já idoso, internado com problemas de saúde. O animal, chamado Chadol – o mesmo nome de um prato popular nas Coreias –, vivia com o tutor idoso, até que este teve de ir para o hospital. 

Seguir Cães Online no Facebook

Chadol está sozinho em casa. A única visita que recebe é a do zelador do prédio, que diariamente serve comida e limpa o apartamento enquanto o morador não recupera a saúde. O cachorro não tem qualquer outro contato. 

Talvez por isso, mas certamente por sentir a ausência, o animal passa o dia inteiro chorando e lamentando-se. Não é algo que chame a atenção dos vizinhos – não foram registradas reclamações por causa do barulho. 

cachorro-que-nao-se-cansa-de-esperar

Chadol apenas lamenta e chora a solidão. Ele não sabe o que aconteceu com o avô amado: claramente, o cachorro não consegue entender que o tutor também está passando por dificuldades. Mas, de qualquer forma, ele permanece a postos, esperando o retorno do companheiro de todas as horas. 

O fiel companheiro permanece sempre na mesma posição. Ele fica deitado junto à porta do apartamento, pronto para receber o tutor. Todas as vezes em que o zelador abre a casa, ele encontra o cachorro na posição de sentinela, demonstrando lealdade a toda prova. 

Os motivos 

Chadol tem motivos de sobra para chorar. Os cachorros são animais gregários, que vivem em matilhas organizadas e fazem tudo em grupo: caçam, montam guarda, brincam e descansam. De um momento para outro, o cachorro coreano viu-se sozinho, sem a presença do parceiro. 

cachorro-que-nao-se-cansa-de-esperar

É evidente que ele não tem condições para entender que o tutor está doente e precisa de cuidados no hospital. Para Chadol, ocorre apenas o abandono ou a morte do amigo inseparável, e ele fica dividido entre a dor da solidão e a necessidade de guardar e defender o “território” da dupla. 

É sempre difícil, para os animais de estimação, entender as mudanças da rotina, que, muitas vezes, sinalizam problemas. A vida na natureza é muito mais simples: todos ficam juntos, “na alegria e na tristeza, na saúde e na doença”. 

Um cachorro se ressente quando os tutores saem de casa para trabalhar ou estudar. Imagine o impacto causado por uma internação hospitalar que já dura 15 meses, sem nenhum aviso prévio nem explicação. 

cachorro-que-nao-se-cansa-de-esperar

O certo é que Chadol se sente solitário, abandonado e muito triste com a situação. Ele não pode sair para procurar o avô – nem para tentar encontrar outro grupo. Na mente do cachorro, o humano predileto simplesmente desapareceu, sem deixar rastros. 

Enquanto o dono não vem 

Chadol continua firme e forte esperando a volta do tutor – felizmente, os cachorros não sabem contar o tempo da mesma forma que os humanos. Para tentar aliviar a solidão do animal, o zelador está deixando peças do “avô” junto à porta da casa, para que Chadol sinta o cheiro e, de alguma forma, a presença do amigo. 

cachorro-que-nao-se-cansa-de-esperar

A devoção do cachorro, que se sente triste e desconfortável, mas não muda a rotina na espera do tutor, atraiu a atenção da imprensa coreana. A SBS TV, um canal virtual, gravou imagens de Chadol e seu cotidiano sem a presença do tutor. 

As imagens viralizaram na página da SBS TV no YouTube. A emissora, especializada no mundo animal, promete dar continuidade à “saga” de Chadol, transmitindo novas imagens, para atualizar os internautas que acompanham a história. Os produtores do canal esperam poder gravar as cenas do reencontro de Chadol e seu tutor, quando este finalmente receber alta hospitalar. 

Veja o vídeo:

Gostou? Siga o Cães Online no Facebook, Instagram e Google News