Cachorro deita nas roupas do seu humano falecido para diminuir a saudade

Por: em

Desde que o tutor morreu, Paquito tenta diminuir a saudade deitando-se nas roupas do falecido. 

A saudade é muito grande e um cachorrinho está inconsolável com a perda do tutor. Paquito é um chihuahua que não consegue entender o que aconteceu com o seu melhor amigo. Desde que o tutor morreu, ele o procura. as roupas deixadas pelo falecido acabaram se tornando uma forma de amenizar a tristeza. 

Seguir Cães Online no Facebook

Não é preciso pensar muito para qualquer pessoa que já conviveu com um cachorro lembrar-se de pequenos casos que demonstrou o amor incondicional que os peludos sentem pelos membros da família humana. Mas Paquito surpreendeu. 

cachorro-fica-nas-roupas-do-tutor-para-matar-a-saudade

A história 

Paquito e o tutor, cujo nome não foi revelado, tiveram grandes momentos juntos. Eles se divertiram durante anos, até que o dono adoeceu e não resistiu. Paquito ficou sozinho. Apesar de rapidamente levado à casa de parentes, o cachorrinho ficou inconsolável. 

A história do chihuahua ficou conhecida através de postagens de Evelyn Castro nas redes sociais. No final de setembro de 2018, a jovem apresentou Paquito para os internautas e a devoção e o amor do cachorrinho receberam centenas de curtidas e compartilhamentos. 

Com a chegada da estação das chuvas na costa mexicana do Pacífico, a família, que mora em Los Mochis, decidiu finalmente mexer nas caixas que guardavam os pertences do tutor de Paquito. Desde a morte, roupas, móveis e objetos estavam guardados. 

Evelyn e a família começaram a separar o que poderia ser doado, quando se surpreenderam com a atitude de Paquito: ele sentiu o cheiro do antigo amigo, que não via há meses, e farejou as caixas, à procura do tutor. 

Cachorro-fica-nas-roupas-do-tutor-para-matar-a-saudade

O cachorrinho não conseguiu encontrar o melhor amigo, mas encontrou uma forma de atenuar a saudade que ainda estava sentindo: ele se aconchegou em um monte de roupas. Paquito sentiu, de alguma forma, a presença do amigo falecido e permaneceu junto às roupas por muito tempo. 

As imagens são emocionantes e falam por si sós. O rosto do cachorrinho mostra a falta que ele sente do companheiro, cuja lembrança não se apagou com os meses de separação. Cachorros são amigos para sempre, para o que der e vier. 

Paquito está abrigado com a família do antigo tutor e recebe todo o carinho que um cachorro pode esperar. Ele gosta dos parentes e brinca o tempo todo com eles, mas não se esquece do amigo com quem conviveu – mesmo a morte não conseguiu impedir o cachorrinho de demonstrar o seu afeto e lealdade. 

Gostou? Siga o Cães Online no Facebook, Instagram e Google News