Cachorro deitado no colo da mulher dormindo encanta e faz sucesso na internet

A dupla estava em um ônibus. Um internauta flagrou a cena e postou nas redes sociais.

Fotografias de um cachorrinho da raça teckel, também conhecido como dachshund (o basset cofap, ou o popular salsicha), estão fazendo sucesso nas redes sociais. Um internauta observou e registrou o cachorro comodamente instalado no colo da tutora, que cochilou durante o trajeto.

Cenas engraçadas e comoventes envolvendo cachorros são bastante comuns, mas as imagens do cachorrinho sendo transportado no ônibus, viajando tranquilo enquanto a tutora cochila, estão entre as mais acessadas no Facebook e Instagram.

O passeio

Nas fotos que estão circulando nas redes sociais neste início de 2022, o cachorrinho aparece sentado no colo da tutora, com as pernas e braços abertos. Enquanto a tutora dorme, o cãozinho parece estar tranquilo, desfrutando o passeio.

As imagens foram tiradas por um jovem que se sentou ao lado da tutora adormecida. Ao ver a cena da dupla, o internauta não resistiu: usou o celular para registrar as fotos e postou-as em suas páginas assim que chegou em casa. O resultado é que milhares de pessoas curtiram e compartilharam, fazendo a cena rodar o mundo inteiro.

cachorro-dormindo-no-colo-da-tutora-faz-sucesso-na-internet

Os cachorros estão entre os melhores companheiros para os humanos. O cachorrinho das fotos parece perceber que a tutora está descansando e faz de tudo para não atrapalhar o cochilo – talvez ela estivesse voltando do trabalho ou das compras, cansada, e o peludinho não queria interromper o momento de repouso.

Os comentários, que já são contados às dezenas de milhares, não demoraram a chegar à postagem:

“Que criança bonita e bem comportada.”

“Uma grande mãe: ele se comporta muito bem nos passeios.”

Não se sabem as condições em que a tutora embarcou no ônibus – é impossível descobrir de onde ela vinha e para onde ela ia. O cachorrinho, no entanto, parece decidido a não interromper o cochilo da “mãe” e também não deixar que nada de mal aconteça a ela. Apesar de pequenos, os cães da raça são muito protetores.

As regras

Para transportar cachorros e outros animais de estimação em meios públicos de transporte, as regras variam de cidade para cidade. Com exceção dos cães guia, que acompanham portadores de deficiências físicas ou emocionais, não são todos os peludos que podem embarcar nos ônibus brasileiros.

Em geral, é permitido levar cães de até 10 kg nos trajetos municipais e metropolitanos. Eles devem ser transportados em gaiolas específicas, feitas com material rígido e em boas condições, inclusive de higiene e limpeza.

Apesar de as fotos do teckel serem muito fofas, os cachorros e gatos não são autorizados a viajar livremente nos ônibus e vagões do metrô e dos trens urbanos. Levar o pet no colo não é permitido na maioria das cidades brasileiras;

Em algumas cidades, especialmente as de grande porte, o transporte em ônibus, trem e metrô só pode ser realizado fora dos horários de pico. Em São Paulo, por exemplo, a companhia de cães só é permitida antes das 6h, entre 10h e 16h e depois das 19h. mais uma vez, a regra não vale para cães que atuam como terapeutas e guias.

O metrô de São Paulo e do Rio de Janeiro abre exceções no horário, no caso de cães e gatos que sofrem algum procedimento cirúrgico. Nestes casos, o tutor precisa estar portando os documentos da clínica veterinária, que devem descrever as condições do animal transportado.

Em algumas cidades, os cães e gatos não podem ser deixados sobre os bancos, mesmo que haja lugares vazios. Em outras, no caso de cães de maior porte, eles precisam pagar a passagem. Os tutores devem estar de posse da caderneta de vacinação, que pode ser solicitada pelos fiscais das empresas.

Nas viagens rodoviárias intermunicipais, os tutores de cães e gatos estão dispensados de apresentar a GTA (guia de trânsito animal), mas precisam ter em mãos um documento que comprove as boas condições de saúde, emitido com no máximo 15 dias de antecedência. Os peludos viajam apenas em gaiolas de transporte e, acima dos 10 kg, não podem ficar na cabine.

Quem vai viajar precisa conferir as condições estabelecidas pela empresa de transporte. Em alguns casos, há um limite para transporte de animais nas viagens (geralmente, dois animais por trajeto). Ao adquirir a passagem, já deve ser informado que um peludo também embarcará. Mais uma vez, esta regra não vale para os cães de trabalho (guias e terapeutas).

Receba notícias e histórias do Cães Online no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/caesonline.

Postagens Relacionadas