História emocionante que prova que nunca podemos perder a esperança.

Um casal adotou um Border Collie há 10 anos atrás e colocou o nome de Sam. Enquanto ele estava brincando no jardim acabou desaparecendo sem deixar rastro. Todos ficaram muito tristes, inclusive os vizinhos, pois ele era um cachorro muito querido. Um tempo depois eles adotaram outro Border Collie e tiveram de seguir sem seu cãozinho desaparecido.

cao-desaparecido-07-anos-1

Após 7 anos seus proprietários receberam uma ligação de protetores dos animais, informando que Sam havia sido encontrado e estava no Hospital Veterinário. A parte mais emocionante foi ver que ele reconheceu seus tutores. Ele estava coberto de feridas e ele não demonstrava o vigor e alegria de um cão normal.

cao-desaparecido-07-anos-2

Atualmente Sam tem 10 anos de idade, é surdo e tem um pouco de dificuldade de andar. Ele vive muito bem com seu amigo Billie (Border Collie de olhos azuis). Para comemorar 3 anos de reencontro, seus donos fizeram uma sessão de fotos com os dois, afirmando que vale sempre ter esperança.

cao-desaparecido-07-anos-3

cao-desaparecido-07-anos-4

cao-desaparecido-07-anos-5

cao-desaparecido-07-anos-6

cao-desaparecido-07-anos-7

A história de Sam mostra o quanto é importante identificar o cão com coleira e plaquinha com seu nome e telefone. Há também a possibilidade de colocar um microchip no animal. Todos os cuidados para com ele devem ser tomados, pois é muito fácil um cão escapar, e sendo pequeno como ele era não sabemos se ele não conseguiu voltar ou se foi roubado.

Existem inúmeras pessoas mal intencionadas que levam o cão embora, vendem ou desistem de cuidar dele, abandonando-o de volta. Sam foi encontrado em situações de abandono e maus tratos, e não se sabe bem o que ocorreu com ele, por isso a melhor maneira ainda é prevenir para que eles não fujam ou escapem, se metendo em situações difíceis na rua.

Microchip

O microchip é a maneira mais recente de identificar seu cão. Ele possui um micro circuito com um código. Esse código é inserido dentro de uma cápsula, de biovidro, e implantado nos cães.  O código só pode ser lido por scanner, e possui 15 números evitando duplicidade. Ele também é usado para evitar falsificações de pedigree.

O custo é em torno de 100 reais e é impossível do seu cachorro perder essa identificação. Não é necessário fazer nenhum tipo de manutenção e ele tem durabilidade acima da expectativa de vida do seu cão.

3 COMMENTS

  1. EMBORA TRISTE,É TAMBÉM UMA HISTÓRIA BONITA E EMOCIONANTE,E MAIS AINDA ELE TER RESISTIDO TANTO TEMPO AOS MAUS TRATOS E AINDA ASSIM NÃO ESQUECER DOS SEUS DONOS!!!

  2. Os animais não se esqueçem dos seus tutores, pode passar anos, eles reconhecem as pessoas da casa de longe, tanto pelo cheiro quando pelas caracteristicas. Esse caso foi triste porque o cachorrinho voltou doente, surdo, e com dificuldade de andar, mas o amor dos seus donos é tão grande que hoje ele vive num ambiente feliz e é muito amado, como antes. Tem gente cruel com os cães, são maltratados e abandonados à deriva, nas ruas frias, becos escuros, rodovias e ainda os amarram em postes para que eles sofram ainda mais.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here