Cachorro encontrado em estacionamento luta por segunda chance

Por: em

Ele foi encontrado num estacionamento. Ethan – este é o nome do cachorro – está lutando pela vida.

No final de janeiro de 2021, um cachorro foi abandonado no estacionamento da Kentucky Humane Society (KHS), uma ONG americana dedicada à proteção de animais. O pet foi encontrado por um doador, que levava provisões para a instituição.

Seguir Cães Online no Facebook

Imediatamente, o cachorro foi encaminhado para o setor veterinário da KHS, para uma avaliação mais aprofundada das condições físicas. Os voluntários, no entanto, logo perceberam que as condições eram alarmantes.

Cachorro encontrado em estacionamento luta por segunda chance

O socorro

No consultório, foi constatado que Ethan – este é o nome escolhido para o cachorro – estava muito abaixo do peso de um cão de grande porte. Ele estava pesando pouco mais de 17 kg, a média de peso esperada para um basset hound ou de um schnauzer standard.

A situação parecia alarmante. Ethan é um dogue alemão (não se sabe se puro ou mestiço) e os cães da raça pesam cerca de 80 kg (adultos e saudáveis). O cachorro estava tão fraco e abatido que não conseguia sustentar a própria cabeça em posts nas redes sociais, um voluntário afirmou que Ethan “é o cachorro mais magro que eu já vi ainda respirando”.

Cachorro encontrado em estacionamento luta por segunda chance

O cachorro mais parecia um saco de ossos. Além disso, Ethan estava desidratado e sofreu perda de massa muscular em função da subalimentação e falta de exercícios físicos.

Ele também cheirava muito mal, a fezes e urina, o que levou a equipe do KHS a concluir que, antes de ser abandonado – na verdade, jogado no estacionamento – Ethan foi mantido em um espaço pequeno, talvez uma caixa de papelão, sem comida, durante pelo menos duas semanas.

Os maus tratos, felizmente, chegaram ao fim no momento em que o cachorro foi admitido no consultório médico. O cão começou a ser hidratado e recebeu cobertores para se aquecer – no Kentucky, durante o dia, a temperatura dificilmente ultrapassa os 3°C nesta época do ano.

No segundo dia na KHS, no entanto, a situação se complicou.

Dia a dia, passo a passo

Na madrugada do dia 30.01, Ethan fez a equipe da KHS entrar em alerta máximo: ele começou a respirar rapidamente e a apresentar alguns sinais de transtornos neurológicos, como contrações musculares involuntárias.

O cachorro foi transferido para um hospital de emergência. Ele já voltou a comer e beber normalmente, mas ainda precisa de ajuda para ingerir sólidos e líquidos, uma vez que ainda não consegue sustentar a cabeça.

Ethan luta por uma segunda chance. No hospital, ele está sendo monitorado 24 horas por dia, recebendo alimentos e medicamentos.

Cachorro encontrado em estacionamento luta por segunda chance

No dia 01.02, os veterinários estimaram as chances de sobrevivência de Ethan em 50%. Os danos causados pelos tutores antigos foram muito extensos, mas o cachorro luta bravamente. Ele continuava insistindo em comer e beber – é um comilão – e, neste segundo dia de internação hospitalar, começou a abanar o rabo para médicos e enfermeiros.

Os exames de laboratório continuaram sendo realizados, para que a equipe de saúde pudesse confirmar a origem e extensão dos danos neurológicos, que estão sendo atenuados à medida que Ethan vai recuperando as forças físicas.

Cachorro encontrado em estacionamento luta por segunda chance

No dia 02.02, a KHS postou, em sua página do Facebook, que Ethan continua fazendo progressos. Desde 29.01, ele já engordou pouco mais de quatro quilos e está com 21,3 kg. Ele responde bem ao suporte nutricional e, na manhã do dia 02.02, conseguiu fazer cocô pela primeira vez desde que foi internado.

Certamente, Ethan é um guerreiro. Ele está lutando pela vida, com unhas e dentes, e tem a torcida e as preces de milhares de internautas que estão acompanhando o tratamento através das redes sociais.

A KHS

A Kentucky Humane Society é uma entidade privada sem fins lucrativos, sediada em Louisville, a mais populosa cidade do Estado, no noroeste de Kentucky (que fica no interior do leste dos EUA). Louisville dista cerca de 90 km de Frankfort, a capital da unidade federativa.

A KHS, que acolhe cães, gatos, cavalos e outros animais de estimação abandonados, é a maior agência de adoção do Estado e também a mais antiga: foi fundada em 1884. A ONG, que sobrevive de doações de particulares e empresas, apresenta um dos maiores percentuais de sucesso dos EUA: em 2019, 97% dos animais resgatados foram alocados em novos lares ou devolvidos para as famílias de origem. Ao todo, a ONG socorreu mais de sete mil animais.

Gostou? Siga o Cães Online no Facebook, Instagram e Google News