Cachorro espera todos os dias idosa que resgatou e salvou sua vida

Por: em

Ele fica no ponto e, a cada ônibus que chega, este cachorro tenta encontrar a dona mais uma vez.

Este cachorro coreano lembra vagamente a história de Hachiko, o akita japonês cujo tutor morreu, mas o animal, mesmo assim, continuou esperando, durante dez anos – até a sua morte –, a volta do amigo na estação de trens. O cãozinho da Coreia do Sul espera a dona em todos os ônibus que param no ponto – mas ela está viva e bem. 

Seguir Cães Online no Facebook

O caso ficou famoso graças a um documentário da SBS TV. Como a emissora coreana também transmite as atrações no Youtube, Bal-Bal – este é o nome do cachorro – ficou conhecido no mundo inteiro, graças à sua persistência. 

cachorro-coreano-espera-a-dona-todos-os-dias
Foto: SBS TV.

Bal-Bal 

O cachorro e a dona, cujo nome não foi revelado – a emissora de TV a trata por “vovó” – vivem em uma pequena cidade da Coreia do Sul, em que há apenas um ponto de ônibus, no qual chegam e partem os coletivos com destino a Seul. 

O ponto de ônibus, portanto, é um local bastante movimentado. E quem circula por ali sempre se depara com um cachorro sem raça definida, conhecido no país como nureongi (o termo significa “amarelo”). 

cachorro-coreano-espera-a-dona-todos-os-dias
Foto: SBS TV.

Muitas pessoas acreditam que Bal-Bal foi abandonado e vive nas ruas. Mas sempre que alguém tenta pegá-lo, ele foge rapidamente. O peludo apenas circula entre os passageiros, um pouco ansioso, como se estivesse procurando alguém. Quem não o conhece fica de coração partido com tanta lealdade. 

Bal-Bal fica deitado, apenas observando o movimento. A cada ônibus que encosta, no entanto, ele se mostra excitado e passa a procurar a família. Minutos depois, sem encontrar quem está procurando, ele volta a se deitar junto ao meio-fio, parecendo desalentado. 

cachorro-coreano-espera-a-dona-todos-os-dias
Foto: SBS TV.

Na verdade, Bal-Bal tem uma história triste para contar. Anos atrás, ele foi abandonado pelos antigos tutores. Inexperiente nas ruas, ele acabou sendo atropelado por um carro, que não prestou ajuda. Ele teria morrido, se não fosse o apoio de uma idosa – a vovó. 

A nova tutora é pobre e ainda sai todos os dias para trabalhar, mas isso não impediu que ela adotasse Bal-Bal, levasse o cachorro para casa e cuidasse dos ferimentos. Cão e humana se tornaram inseparáveis desde então. 

cachorro-coreano-espera-a-dona-todos-os-dias
Foto: SBS TV.

A vovó construiu um canil para Bal-Bal, para aquecê-lo nos dias frio e chuvosos. O material da construção foi improvisado e, por isso, o cachorro consegue escapar sempre que percebe que a tutora não está em casa. 

A tutora acredita que as fugas são causadas pela dedicação que o cachorro devota a ela. Sempre que sai para trabalhar ou fazer compras, Bal-Bal arranja uma maneira de fugir e não se cansa de esperar. Ele sabe que a vovó voltará de ônibus para casa. 

cachorro-coreano-espera-a-dona-todos-os-dias
Foto: SBS TV.

Certamente, o cachorro que está fazendo sucesso na Coreia do Sul possui uma veia dramática bastante forte. Ele criou um espetáculo, que exibe todos os dias, quando se vê sozinho. Seja como for, o motivo principal é a devoção que ele nutre pela vovó. Esta é a maneira que ele encontrou para dizer “eu te amo”, sem palavras. 

Bal-Bal permanece no seu posto, quaisquer que sejam as condições. Ele fica no ponto de ônibus mesmo quando chove ou neva na cidadezinha. A tutora já tentou diversas maneiras de tentar deixá-lo preso, mas ele sempre encontra um meio de burlar a cercas e muros que a vovó improvisa, tentando garantir que ele fique em casa. 

Nas voltas para casa – a vovó sempre volta – o fiel cachorrinho finalmente consegue relaxar, depois de uma festa exagerada, não importa que a tutora tenha se ausentado por pouco tempo. E eles seguem juntos de volta, até que a idosa tenha novamente de tomar o ônibus. 

Gostou? Siga o Cães Online no Facebook, Instagram e Google News