Cachorro foi encontrado rastejando abandonado na rua, até ser resgatado…

Por: em

Um cachorro foi abandonado por não conseguir andar direito: ele tem problemas de mobilidade. Ele tem 9 anos e agora está a procura de uma família para passar seus últimos momentos de sua vida.

Rodri é um cão mestiço de golden retriever que sofreu danos irreversíveis no quadril. Por isso, ele foi abandonado na rua pelos antigos tutores, como se fosse um traste inútil. Ele não consegue andar, mas tem um coração imenso para oferecer a uma nova família. 

Seguir Cães Online no Facebook

O abandono de animais é um problema que ocorre no mundo inteiro. Milhões de cães e gatos vivem nas ruas expostos a muitos perigos, sem conseguir atender suas necessidades básicas. A história de Rodri é ainda mais triste, porque ele já teve uma família, que decidiu desfazer-se dele porque o animal não podia mais correr, brincar e saltar. 

cachorro-abandonado-por-problemas-de-mobilidade
Rodri já no hospital veterinário recebendo carinho. Foto: Bunko

O abandono 

Um cãozinho leal e adorável, que vivia cercado de mimos e agrados, até que surgiu a doença. Rodri desenvolveu um tumor maligno em uma vértebra lombar. A mobilidade foi ficando comprometida, até que o cachorro deixou de andar. 

Quando Rodri foi abandonado, tinha cerca de nove anos – já bastante idoso, para um cachorro (os golden retrievers apresentam vida média de dez a 12 anos). Velhinho e doente, ele foi atirado na rua, com uma sentença de morte praticamente certa. 

Felizmente, Rodri foi resgatado por um abrigo. Ele foi acolhido, mas continua precisando de muita ajuda, uma vez que não consegue andar e não tem uma cadeira de rodas. Agora, o peludo espera encontrar uma nova família, para viver em paz o tempo que ainda lhe resta. 

Este peludo certamente acreditou que viveria para sempre com a família que o adotou. Rodri foi encontrado com a pelagem cuidada, um sinal de que os tutores cuidavam adequadamente do animal. É possível imaginar que ele brincou muito, recebeu carinhos e agrados, teria muitas histórias para contar se soubesse falar. 

cachorro-abandonado-por-problemas-de-mobilidade
Rodri recebendo tratamento. Foto: Bunko

Aos poucos, o cachorro passou a apresentar desconforto e incômodos. Ele já não podia mais brincar como antes, nem correr livremente. As dores foram se tornando cada vez mais intensa, mas os tutores, em vez de buscar auxílio médico, decidiram jogá-lo fora. 

As pernas perderam as forças a ponto de não conseguir mais sustentá-lo. E, se os amigos são conhecidos nos momentos de necessidade, Rodri nunca teve um amigo de verdade, apenas colegas para os momentos de diversão. quando ele se tornou inútil para esses momentos, foi jogado fora, sem nenhuma consideração. 

Felizmente, Rodri foi encontrado por voluntários da Fundación Amigos Animalistas, entidade mexicana de defesa dos animais. Gabriela, membro da equipe da fundação, encontrou o cachorro quase imobilizado, arrastando-se pela calçada com as patas dianteiras. 

O encontro aconteceu em fevereiro de 2021. Moradores de Culiacán (Estado de Sinaloa, México) enviaram um vídeo de Rodri para a fundação. A equipe de resgate rapidamente se deslocou para o local, para prestar o atendimento necessário. 

Encontraram Rodri arrastando as patas traseiras, já feridas e doloridas. Os salvadores acreditaram que o animal havia sido atropelado e perdido o movimento dos membros posteriores. Os exames de imagem, no entanto, identificaram um desgaste significativo em uma vértebra, indicativo de uma neoplasia óssea. 

O veterinário que atendeu Rodri informou que o cachorro precisava de um tratamento especial, além de alimentação e cuidados básicos. A Fundación Amigos Animalistas não dispõe de um abrigo – os cães e gatos resgatados permanecem em lares provisórios até que seja possível encaminhar a adoção. 

Rodri está esperando uma nova família, um local em que possa ter o carinho e o afeto para garantir a possível qualidade de vida e o bem-estar que ele merece nos últimos dias ou meses, antes de seguir para o céu dos cachorros. 

O peludo é muito afetuoso e inteligente, gosta de fazer companhia e adora beijos e abraços. Por enquanto, ele está em um lar provisório e consome muitos medicamentos e fraldas. A fundação também está arrecadando fundos para adquirir uma cadeira de rodas.

Via: Bunko.pet 

Gostou? Siga o Cães Online no Facebook, Instagram e Google News