InícioNotíciasCachorro idoso leva gatinha abandonada para casa e adota como sua filha

Cachorro idoso leva gatinha abandonada para casa e adota como sua filha

Um cachorro encontrou um filhote órfão, adotou-o e transformou-o em uma linda felina. 

Paxton – conhecido na intimidade familiar simplesmente como Pax – é um retriever do Labrador amarelo de 12 anos, que vive em uma fazenda nos EUA. Ele compartilhava a casa com a tutora, Morgan, e alguns irmãos de quatro patas. 

Certo dia, Morgan percebeu um gemido proveniente das árvores que circundam a casa. Os cachorros da família logo se prontificaram a fazer a ronda, para descobrir de onde vinham os ruídos. Em pouco tempo, Morgan encontrou um filhote de gato, tentando se esconder em um oco de árvore. 

Cachorro idoso leva gatinha abandonada para casa e adota como sua filha
Créditos: @pollyandpax

Paxton e Polly 

Morgan permaneceu por algum tempo junto ao oco, à espera de que finalmente a mãe gata aparecesse para levar o filhote. No entanto, os minutos foram passando, se transformaram em horas e ficou claro para a fazendeira que a gatinha era órfã: definitivamente, não havia ninguém para vir buscá-la

Cachorro idoso leva gatinha abandonada para casa e adota como sua filha
Créditos: @pollyandpax

Não estava nos planos da tutora aumentar a família. Ela já vivia com outros cinco cães e gatos na casa, o que, para Morgan, era um número suficiente. Mas alguma coisa precisava ser feita com o filhote de gato, que parecia ainda não ter idade para ser desmamado. 

Morgan chamou os gatos da casa e os apresentou ao filhote órfão, mas nenhum deles esboçou gestos de que poderia cuidar da gatinha. Mas, para surpresa da fazendeira, Pax revelou o seu instinto materno e parecia estar decidida a defender o filhote. 

Cachorro idoso leva gatinha abandonada para casa e adota como sua filha
Créditos: @pollyandpax

A primeira providência da tutora foi dar um banho na gatinha, que decidiu batizar como Polly. O filhote estava infestado por pulgas e tudo o que Morgan não queria é que os parasitas se espalhassem entre os outros peludos da família. 

Em seguida, a fazendeira providenciou uma mamadeira para Polly, que estava faminta. Não é possível dizer ao certo quanto tempo ela permaneceu longe da mãe, mas é certo que fazia muito que ela não se nutria. 

Cachorro idoso leva gatinha abandonada para casa e adota como sua filha
Créditos: @pollyandpax

Enquanto Morgan cuidava de Polly, Pax vigiava todos os movimentos. O retriever sênior se mostrava realmente preocupada com a gatinha indefesa. A tutora preparou uma caminha para o filhote, mas Pax parecia querer ficar ao lado. 

Algumas horas depois, quando Polly despertou chorando – mais precisamente, miando com muito desespero – Pax demonstrou os instintos paternos. Ele aproximou-se da gatinha, lambeu-a e deixou que o filhote se aconchegasse junto a ela. 

Cachorro idoso leva gatinha abandonada para casa e adota como sua filha
Créditos: @pollyandpax

Polly voltou a dormir tranquilamente, protegida pelo pai postiço e pelo calor da pelagem. Desde então, Morgan pôde ficar despreocupada: com exceção dos horários das mamadeiras, Pax assumiu totalmente os cuidados com o filhote. 

As duas passaram a ficar juntas o tempo todo. Polly ainda era recém-nascida quando foi encontrada pela nova família, mas, assim que abriu os olhos e aprendeu a usar as pernas, nunca mais deixou de acompanhar a mãe adotiva. 

E Pax revelou todos os predicados de amor e cuidado. Quando Morgan pegava Dolly no colo, para dar mamadeira, o retriever do Labrador se colocava ao lado pacientemente, esperando a gatinha terminar a refeição. 

Cachorro idoso leva gatinha abandonada para casa e adota como sua filha
Créditos: @pollyandpax

Em seguida, o cachorro cuidava da higiene com um bom banho de lambidas, deixava a gatinha bem perto do seu corpo e os dois dormiam juntos. Os outros peludos da família também demonstravam atenção com a filhote, mas Pax sempre fez questão de deixar claro que os cuidados eram uma responsabilidade dela. 

Polly cresceu na órbita de Pax. Elas ficam sempre juntos e Pax fica aflito quando a gatinha se afasta um pouco. da mesma forma, Polly se coloca junto à porta todas as vezes que a cachorro sai para o quintal, “contando os minutos” para a volta do protetor e guardião. 

Cachorro idoso leva gatinha abandonada para casa e adota como sua filha
Créditos: @pollyandpax

Morgan disse, em entrevista ao site Love Meow, que Polly acredita ser um cachorro.

“Ela age como aprendeu com Pax, repetindo os gestos da mãe adotiva. A gatinha está sempre atenta aos sons que chegam de fora e sempre faz festa quando eu chego em casa”. 

Nas primeiras semanas da convivência, aliás, os gatos da família chegaram a evitar Polly. Pax estava muito ciumenta em relação à filhote e não fazia gestos muito amistosos quando os bichanos tentavam se aproximar. Desta maneira, no início da vida, o universo de Polly se resumiu a Morgan e seu marido. E, claro, a Pax. 

O filhote cresceu e transformou-se em uma bela gata branca e preta. Polly já não precisa do apoio de Pax, mas os dois continuam unidos. À noite, elas partilham a mesma cama. Brinquedos e carinhos também são divididos entre as duas, que se tornaram grandes amigos.

Amaury Almeida Costa
Amaury de Almeida Costa ([email protected]) é redator publicitário há mais de 30 anos. Escreve para diversos blogs desde 2008. Presente nas redes sociais desde a época do Orkut, foi editor da revista Animanews, sucesso editorial do final dos anos 1990, que trazia informações sobre pets – além de cães, gatos e aves, trazia informações sobre répteis, anfíbios, peixes e invertebrados de estimação.
RELACIONADOS

Últimas Publicações