Cachorro preso por 3 meses em área de ribanceira é finalmente resgatado

Por: em

O caso aconteceu no sul do Bahia. Um cachorro ficou preso em área de ribanceira por três meses. 

Um cachorro ficou preso por três meses na parte baixa de uma área de ribanceira, sem conseguir subir de volta. O caso aconteceu em Mascote, município na região de Canavieiras, no sul da Bahia. Não se sabe como o cachorro foi parar no local. 

Seguir Cães Online no Facebook

Enquanto o cachorro estava preso na parte baixa, os moradores de Mascote não conseguiam descer para resgatá-lo. O animal permaneceu em uma ribanceira no Distrito de São João do Paraíso, às margens do trecho baiano da Rodovia 101. 

cachorro-que-vivia-em-area-de-ribanceira-e-finalmente-resgatado
Foto: Reprodução/TV Bahia

O resgate 

Cachorros são naturalmente curiosos. Provavelmente, a vítima desta história se interessou por alguma coisa no declive e tentou alcançá-la, sem perceber que o retorno à margem da rodovia seria impossível. O Corpo de Bombeiros da Bahia, no entanto, não descarta a hipótese de o animal ter sido empurrado. 

Cachorro preso por 3 meses em área de ribanceira é finalmente resgatado
Foto: Reprodução/TV Bahia

Como se pode ver nas imagens, a ribanceira é bastante íngreme e não oferece condições de transposição sem equipamentos. O local tem fontes naturais de água e, durante os três meses em que o cachorro permaneceu isolado, os moradores de Mascote garantiram a alimentação, atirando bocados de comida para o animal. 

Cachorro preso por 3 meses em área de ribanceira é finalmente resgatado
Foto: Reprodução/TV Bahia

O serviço 190 registrou mais de 300 chamadas sobre este caso nos três meses em que o cachorro permaneceu preso. Os moradores de Mascote tentaram improvisar salvamentos com cordas, mas foi impossível chegar à parte baixa da ribanceira. 

Em função dos muitos pedidos registrados, os bombeiros já haviam vistoriado o local anteriormente, mas, na primeira ocasião, o cachorro se assustou e ficou escondido na vegetação; na segunda tentativa, o animal desapareceu. Finalmente, no dia 11.08.21, em uma operação que durou oito horas, o cachorrinho de pequeno porte, sem raça definida, foi finalmente resgatado no final da tarde. 

O cachorro está bem de saúde, sem ferimentos. Ele foi bem alimentado durante o descanso forçado de três meses. Logo depois do resgate, um habitante de Mascote prontificou-se a adotar o animal, que já está vivendo tranquilo na cidade de 15mil habitantes, distante 544 km de Salvador, a capital da Bahia. 

Via: g1.globo.com

Gostou? Siga o Cães Online no Facebook, Instagram e Google News