Dillon vive há poucos metros de uma floresta de tamanho considerável, no Missouri. Sua tutora, Cindy Bess, costuma estar sempre de olho no seu cãozinho, um schnauzer preto e peludo. Mas houve um dia que ele foi mais rápido. Cindy deixou-o no quintal por alguns momentos e quando se deu conta, o cão já havia ultrapassado a cerca e se embrenhado no meio da floresta.

Cachorro se perde em floresta e os donos tomam uma surpresa ao reencontrá-lo

Cindy não quis perder tempo. Imediatamente convocou seus amigos e vizinhos para ajudarem na busca por Dillon. Havia alguma dúvida se o cão realmente teria ido para a floresta, mas todas as buscas se direcionaram para lá.

Uma mulher chamada Sue Ziegler, vizinha de Cindy, encabeçou a procura por Dillon. Ela conta que ao chegar à floresta cada toco de árvore molhada tinha a cor negra e se tornava muito semelhante ao cão. Mas ela não desistiu.

De repente, um movimento de cabeça chamou a atenção de Sue. Ao aproximar-se ela reparou que sim, era ele! Mas Dillon estava em uma situação realmente ruim. Estava acorrentando a uma árvore e sua perna presa em uma armadilha. A cena era chocante.

Durante as 18 horas que Dillon desapareceu o tempo mudou e chegou a nevar. O cão suportou tudo isto quase sem poder se mover. Segundo os veterinários, Dillon poderia ter morrido, mas o resultado da sua travessura foi somente uma ferida na perna. Dillon conseguiu retornar para casa sem quebrar nenhum osso. Cindy espera que seu cãozinho nunca mais ouse pular a cerca do quintal novamente.

Assista ao vídeo e confira mais detalhes da história.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui