Cães idosos têm mais dificuldade para conseguir uma família amorosa

A maioria das pessoas prefere cães jovens.

Agora você vai conhecer a história de Julep. Esta linda cadelinha de 18 anos de repente se viu sem pai. Quando seu dono faleceu, não havia ninguém para ficar com ela. A única saída foi encaminhá-la à Humane Rescue Alliance (HRA), em Washingotn.

Lá a equipe de voluntários fez o possível para deixar Julep à vontade, colocando no canil cobertores e brinquedos para ela se distrair.

Mesmo assim, tanto cuidado não foi o bastante para deixar Julep menos ansiosa. Ela estava estranhando muito sua nova situação, sem entender direito o que estava acontecend

Matt Willian, Diretor de Comunicações da HRA diz que grande parte das pessoas procura cães mais novos. Quando eles são mais velhos costumam ficar mais tempo nos abrigos.

Três semanas depois Julep continuava no abrigo. Até que um dia, depois de uma postagem no Facebook, chegou ao abrigo um homem chamado Wayne Lerch. Wayne recém havia perdido sua pit bull de 11 anos, Jasmine, e desejava muito preencher o espaço vazio que ela deixara. Logo que seus olhos bateram em Julep, o amor foi instantâneo. Ele sabia que não teria a cadelinha por muito tempo em função da idade, mas isto não o abalou. Logo se tornaram os melhores amigos.

O homem, que havia ido de moto até o abrigo, voltou para casa e retornou pouco depois de carro para levar Julep.

Eles agora vivem juntos e a cachorrinha trocou de nome. Chama-se Tootie e está muito feliz. Se você está em dúvida se vale a pena adotar um cão mais velho, Matt salienta que sim, pode investir. Cães mais velhos não  comem sapatos ou coisa parecida e nem precisam passear tanto. Eles podem ser divertidos, mesmo que prefiram ficar quietinhos sobre seu tapete preferido.

Se você está pensando em adotar um cãozinho, dê mais atenção aos velhinhos. Seu coração pode bater mais forte.

Assista ao vídeo que mostra o momento em que Julep está indo para seu novo lar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *