Dois cães se confortam quando são resgatados após a morte de seu responsável

Por: em

Eles perderam o tutor em um acidente, mas se confortaram mutuamente e estão superando a tragédia. 

Era para ser apenas uma caminhada divertida, mas o passeio acabou se transformando em uma tragédia. Os pitbulls Tonka e Little P estavam desbravando uma trilha no Colorado (EUA) com o seu tutor Kris Busching e um amigo da família, quando perceberam que estavam perdidos. 

Seguir Cães Online no Facebook
dois-caes-se-confortam-depois-de-acidente-fatal

O Colorado é caracterizado pelas montanhas Rochosas, que reúnem alguns dos montes mais altos dos EUA. A região mais plana é ocupada por um deserto árido, entrecortado por alguns desfiladeiros. É um destino de ecoturistas e aventureiros, mas Busching acabou encontrando a morte enquanto tentava proteger os cães. 

O acidente 

Busching, os dois cães e o amigo passaram algum tempo explorando as belezas da região, quando perceberam que estavam perdidos. O grupo passou dois dias vagando por um terreno árido, até que o tutor decidiu descer as paredes rochosas de um desfiladeiro, em busca de água. 

dois-caes-se-confortam-depois-de-acidente-fatal

O grupo, que estava nos cânions de Black Ridge, região selvagem no centro-oeste do Colorado, não tinha equipamentos de escalada. Na descida, Busching desequilibrou-se e acabou caindo com os cachorros no rio Mee. 

A perícia legal posteriormente constatou que Busching despencou de uma altura entre 18 e 24 metros, em um local rochoso e escarpado. A morte foi instantânea, face aos múltiplos ferimentos que sofreu durante a queda. 

Mark, o amigo que acompanhava o grupo, não tinha como visualizar o que tinha acontecido. Sem sinal de Busching e dos cães, ele perambulou por mais dois dias e meio, até avistar um helicóptero. Mark acendeu fogo para atrair os socorristas, que pouco depois encontraram Tonka e Little P. 

O grupo não tinha experiência em caminhadas por regiões selvagens. Mark é do Colorado, mas Busching, que tinha 33 anos, era um tatuador que morava em Long Island (Nova York). Ele e os cachorros estavam de férias, nos cartões postais das Rochosas. 

Os cães 

Mark acompanhou Busching e os cães no início da descida no cânion. Eles ainda tinham algumas provisões, mas o tutor de Tonka e Little P estava ansioso, porque os animais estavam em risco e nenhum dos dois humanos sabia exatamente o que fazer. 

dois-caes-se-confortam-depois-de-acidente-fatal

Busching perdeu o equilíbrio e mergulhou no abismo do desfiladeiro. Mark ainda pôde vê-lo tentando empurrar os cachorros para a encosta, mas o esforço foi em vão e todos caíram. O amigo ainda passou algum tempo, até decidir sair do local em busca de algum tipo de ajuda. 

Os cachorros, mais leves, sofreram algumas escoriações, mas saíram do acidente praticamente ilesos. Tonka e Little P permaneceram ao lado do corpo do tutor, protegendo o amigo e consolando-se mutuamente. 

dois-caes-se-confortam-depois-de-acidente-fatal

O auxílio chegou apenas quase três dias depois do acidente, mas os cachorros não deixaram o local. Os três sobreviventes foram socorridos pelas equipes de buscas do parque, mas ninguém sofreu grandes abalos, além da forte insolação e desidratação.

Mark se responsabilizou por levar Tonka e Little P até Long Island, para devolver os cães à família de Busching. Eles contaram com o apoio da Mr. Bones & Co., uma entidade sem fins lucrativos que atua em favor dos direitos dos animais. 

dois-caes-se-confortam-depois-de-acidente-fatal

Mr. Bones é um dos principais grupos de resgate e abrigo para cães de rua de Nova York. Atuando exclusivamente com o apoio de voluntários, a entidade promove campanhas para esterilizações, vacinações, tratamentos e cirurgias de animais de rua, além de albergar e localizar famílias adotivas para os pets. 

A entidade garantiu o traslado dos dois pitbulls do Colorado para Long Island – uma distância de mais de três mil quilômetros. Voluntários acompanharam Tonka e Little P ao veterinário, onde não foi constatado nenhum trauma, e permaneceram com a dupla, enquanto a família tentava se recompor da tragédia. 

dois-caes-se-confortam-depois-de-acidente-fatal

Desde que foram resgatados, Tonka e Little P não se afastaram mais. Eles ficam sempre juntos, confortando-se um ao outro, ainda sem saber o que de fato aconteceu com o tutor. Um dos vídeos da dupla mostra que eles se recusaram a ficar separados mesmo durante as avaliações veterinárias. 

Tonka apresentava alguns ferimentos em uma das pernas, que tiveram de ser esterilizados e tratados, para evitar que surgissem infecções. Mas Little P não parecia disposto a deixar o irmão sozinho e ficou com ele por todo o tempo necessário para fazer a higiene e os curativos. 

dois-caes-se-confortam-depois-de-acidente-fatal

O Mr. Bones lançou uma vaquinha virtual para arrecadar fundos e cobrir as despesas com veterinários e medicamentos. Eles estabeleceram uma meta de US$ 8.000 mas, já na primeira semana, haviam ultrapassado os US$ 12.000. 

O centro de resgate procura agora uma família disposta a adotar os pitbulls. Pela dedicação demonstrada pela dupla, o Mr. Bones acredita que eles devam permanecer juntos. Os vínculos, que já tinham provavelmente desde que nasceram, ficaram ainda mais fortes depois do passeio que se transformou em uma tragédia. Mesmo assim, Tonka e Little P têm muito amor para dar. 

Gostou? Siga o Cães Online no Facebook, Instagram e Google News