Família encontra cachorro preso em esgoto após uma semana perdido

Por: em

Uma semana depois do desaparecimento, família reencontra cachorro, que estava preso em esgoto. 

O episódio aconteceu em Cincinnati, cidade de 30 mil habitantes no Estado de Ohio (centro-leste dos EUA). Um cachorro se perdeu durante uma tempestade e foi encontrado apenas uma semana depois. Ele estava preso em um esgoto para escoar a água das chuvas. 

Seguir Cães Online no Facebook

Edgar é um retriever do Labrador preto que costuma fugir de casa para passear e correr livremente – um imenso risco para qualquer cachorro, faça chuva, faça sol. Quando o tempo está instável, no entanto – e as chuvas nos verões de Ohio são sempre volumosas –, o cachorro fica nervoso e procura um lugar seguro para se esconder. 

Família encontra cachorro preso em esgoto após uma semana perdido

Da mesma forma que a maioria dos cães, Edgar tem muito medo de barulhos muito altos. Como eles não sabem de onde vêm os ruídos (nem por quê), os sustos são comuns. De qualquer maneira, proteger-se de raios e trovoadas é uma atitude bastante sensata. 

O sumiço 

Em uma destas tempestades, na segunda quinzena de julho de 2021, Edgar estava sozinho na rua. Rapidamente, ele encontrou um lugar que imaginou ser seguro, para se proteger dos trovões. Mas Edgar estava errado: ele entrou pela tubulação da rua e ficou preso em um cano hidráulico. 

O animal entrou pelo ralo e enfiou-se o quanto pôde. Provavelmente, só bem mais tarde ele percebeu que estava preso, não tinha como escapar do “abrigo” improvisado. Edgar passou uma semana inteira desaparecido, para desespero da família. 

Família encontra cachorro preso em esgoto após uma semana perdido

Edgar não é o único cachorro da família. De acordo com o tutor Sean Ryan, o retriever do Labrador e os irmãos “são bons meninos, mas gostam de escapar. Eles se soltam e voltam para casa apenas uma ou duas noites depois”. 

Infelizmente, a tempestade que atingiu Cincinnati em 16.07 foi uma das mais fortes ocorridas nos últimos anos. Edgar acabou ficando fora de casa – certamente apavorado – por mais tempo do que o habitual. Ele só foi reencontrado em 23.07, uma semana depois do sumiço. 

Esta foi uma semana especialmente chuvosa em Ohio. Tempestades fortes e contínuas se abateram sobre o sudoeste do Estado, onde vive a família Ryan, que chegou a acreditar que o cachorro estava perdido para sempre. 

Oscar, o irmão de Edgar (também um retriever do Labrador), ficou muito triste com a ausência prolongada. Ryan conta que o cachorro passava os dias procurando pelos cantos e também tentou fugir de casa várias vezes. O afastamento se prolongou e não havia sinais de vida de Edgar. 

Família encontra cachorro preso em esgoto após uma semana perdido

Finalmente, Ryan decidiu fazer uma caminhada com Oscar, para tentar distraí-lo um pouco: o cachorro continuava triste e amuado. Enquanto a dupla passeava, um milagre aparente aconteceu: o tutor passou a ouvir latidos fracos e decidiu seguir os sons. 

A fone dos ruídos era um bueiro, também chamado de esgoto, boca-de-lobo e sumidouro no Brasil. É uma abertura típica das grandes cidades, para captar as águas das chuvas, instalada em áreas impermeabilizadas pelo concreto e o asfalto. 

Ryan rapidamente encontrou o esgoto e verificou a presença de um animal preso: Edgar ficou sete dias no esgoto, mas estava prestes a ter um final feliz. O tutor não conseguiu retirá-lo sozinho e pediu ajuda do Corpo de Bombeiros local. 

Depois da chegada dos oficiais, o resgate foi rápido e o cachorro foi liberado em poucos minutos – que pareceram bastante longos para Ryan. A equipe cavou um buraco para que Edgar pudesse rastejar para fora do cano. 

Edgar estava com muita fome e exibia alguns ferimentos pelo corpo, resultantes dos choques com a tubulação. Por sorte, ele ficou preso em uma tubulação de esgoto, conseguiu beber água e não ficou desidratado. Em um local seco, ele teria sobrevivido apenas por três ou quatro dias. 

Família encontra cachorro preso em esgoto após uma semana perdido

O cachorro foi levado ao veterinário, que tratou os ferimentos. Os exames revelaram que Edgar não sofreu lesões graves, mas, mesmo assim, ele continua em tratamento médico, tomando antibióticos e recebendo soro intravenoso, para garantir a hidratação e prevenir infecções. 

Depois do susto, o tutor comentou: 

“Tudo que eu podia ver eram os olhos brilhando para mim. Ele [Edgar] ficou frenético. Ele estava feliz em me ver, mas parecia desesperado para que eu o colocasse para fora da armadilha.” 

Edgar passa bem e já voltou às aventuras a que estava acostumado. Oscar voltou a sorrir, está feliz com a presença do irmão. Espera-se que os humanos responsáveis tenham aprendido a lição e não deixem os animais passearem sozinhos, especialmente em dias chuvosos, com riscos de enchentes e alagamentos.

Fotos: imgur.com

Gostou? Siga o Cães Online no Facebook, Instagram e Google News