Tommy encontrou uma maneira de ficar mais perto de quem cuidou dele por muito tempo.

Conhecemos muitas histórias de pessoas que perderam seus bichinhos de estimação e todo o sofrimento que isto envolve. Porém, não é raro quando acontece justamente o contrário e são os donos que partem primeiro. Equivoca-se redondamente quem acredita que o coraçãozinho dos pets não fica partido. Sim, para eles é doloroso ficar longe de quem sempre o amou.

tommy-igreja-1

A história que você irá conhecer agora é sobre Tommy, um pastor alemão de sete anos que vive na Itália. Quando sua dona chamada Maria, de 57 anos, faleceu, ele passou a fazer algo inusitado: começou a frequentar a igreja todos os dias.

A senhora Maria vivia sozinha com seus três cães e todos eles seguiam sua rotina de visitas à igreja. Depois da partida dela, apenas Tommy permaneceu com o hábito que surpreendeu tanta gente ao redor do mundo.

Quando os sinos da igreja começam a tocar, Tommy se dirige até lá para reverenciar a memória de Maria. Serenamente, ele senta frente ao altar e acompanha, sem latir, o sermão do padre. Parece que Tommy está rezando pela alma de Maria ou pedindo para Deus colocá-la no seu caminho novamente, no outro plano. Tommy não incomoda ninguém e os fiéis que frequentam a igreja já se acostumaram com a sua figura. O pastor alemão mostra o quanto nossos pets têm o dom do amor. Cuide bem deles. Fique certo que você jamais será esquecido pelo seu bichinho de estimação.

tommy-igreja-2

Atualmente Tommy vive nas ruas, sendo alimentado e cuidado por moradores da região.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui