Homem que não queria animais em casa, agora coloca o cão para dormir todas as noites

Por: em

Ele não queria mais animais em casa, mas teve de se render à cachorra trazida pela própria filha. 

Alice Garrido Gallardo é uma jovem que mora em Lima, no Peru. Quem vê os vídeos do pai de Alice postados no Tik Tok não consegue imaginar que, antes, o homem não queria saber de adotar um cachorro. Até que a filha encontrou Jean Grey. 

Seguir Cães Online no Facebook

O peruano se tornou um orgulhoso “pai de cachorro” e criou uma rotina especial: todas as noites, ele prepara a cama para Jean Grey, sem se esquecer de afofar o travesseiro e cobrir a cachorra, para que ela fique confortável e não sinta frio. 

homem-se-rende-a-um-novo-amor-de-cachorra

A vida de Jean Grey 

Jean Grey é um golden retriever que não teve um começo de vida feliz. Ela foi abandonada e passou os primeiros meses nas ruas da capital peruana. Lima tem tantos animais vivendo nas ruas que, desde 2019, foram instalados comedouros e bebedouros, para alimentar os muitos cães e gatos e também impedir que eles vasculhem as lixeiras. 

Um amigo de Alice encontrou Jean Grey, mas não podia ficar com ela. Ele sugeriu que a jovem, que havia perdido um cachorro pouco tempo antes, adotasse a golden retriever. A reação inicial do pai de Alice, no entanto, foi negativa: ele ainda estava vivendo o luto pela perda do antigo cachorro. 

homem-se-rende-a-um-novo-amor-de-cachorra

Mas a jovem decidiu surpreender o pai. Sem nenhuma consulta prévia, Alice levou Jean Grey para casa e, em uma espécie de “tratamento de choque”, apresentou o filhote para o pai. Em um dos vídeos postados nas redes sociais, a moça legendou: “Ele se apaixonou no dia em que eu a trouxe para casa”. 

Um cachorro fofinho sempre consegue mudar opiniões. O pai de Alice passou de um taxativo” não quero cachorros em casa” para uma dedicação total à golden retriever. Pode parecer pouco, mas os cuidados e atenções dedicados a um animal de estimação representam um recurso terapêutico formidável, capaz de curar feridas antigas e fazer brotar, uma vez mais, a capacidade de amar. 

Homem que não queria animais em casa, agora coloca o cão para dormir todas as noites

Vida em família 

Com o tempo, Jean Grey revelou todas as características de uma cachorrinha adorável: brincalhona, carinhosa, fiel, cheia de vida. O amor em família foi se tornando cada vez mais forte. E o pai de Alice encontrou uma maneira de demonstrar o afeto que transbordava. 

Ele começou a colocar Jean Grey na cama todas as noites – e vários vídeos foram gravados para registrar a nova rotina familiar. Em um deles, Alice afirmou: “Ele foi do ‘não quero outro cachorro em casa’ para estas demonstrações de forma muito rápida”. 

Homem que não queria animais em casa, agora coloca o cão para dormir todas as noites

Pouco a pouco, Jean Grey passou a ocupar uma posição de destaque na vida do pai de Alice. Além dos momentos ternos na hora de dormir, a cachorra tornou-se um motivo a mais para passear, exercitar-se, olhar as velhas paisagens conhecidas há muito tempo de um jeito inédito, totalmente diferente. As caminhadas diárias da cachorra com o tutor também passaram a ser momentos especiais para a dupla. 

A jovem peruana, em suas postagens, sempre disse que adora ver o pai sendo amoroso e afetuoso com a cachorra. “Eu adoro vê-los e saber que eles se amam muito”, completou Alice. Os vídeos naturalmente viralizaram nas redes sociais, atingindo milhares de internautas: em poucos dias, os posts foram curtidos e compartilhados por 85 mil pessoas. 

@alicegrgl

Se fue de “yo no quiero otro perro” a esto demasiado rápido 😂🤍 #perrito #pet #petlover #dog #dogsoftiktok #xyzbca

♬ Lyn Lapid – When She Loved Me (OUT NOW)” – LYN

Ao levar a cachorra para casa, Alice sabia que Jean Grey teria um papel fundamental na superação do luto. Mesmo afirmando com convicção que não queria outro cachorro, o pai da jovem estava sofrendo e precisava de um ponto de apoio para voltar a ser feliz: foi então que a golden retriever chegou à casa. 

Jean Grey já não está mais entre nós. Depois de 13 anos de muitas alegrias e companheirismo, sempre registrados em postagens nas redes sociais, ela partiu para o céu dos cachorros. A capacidade de amar desta cachorra, no entanto, permanecerá para sempre na família. 

O pai de Alice recuperou a alegria na companhia da cachorra. Ele também percebeu que, mesmo sendo insubstituíveis, os cães, quando vão embora, deixam um lugar pronto para que outros animais possam partilhar a vida em família. Na última mensagem sobre Jean Grey, Alice escreveu: “Voe alto, linda Jean, o seu lindo legado nunca será esquecido”.

Gostou? Siga o Cães Online no Facebook, Instagram e Google News