InícioNotíciasIdoso encontra seu cachorro na rua depois de 3 anos desaparecido

Idoso encontra seu cachorro na rua depois de 3 anos desaparecido

Depois de três anos vivendo na rua, cachorro chorou de emoção ao reencontrar o seu humano.

Três anos atrás, em Tbilisi, capital da Geórgia, Jorge, o melhor amigo de Giorgi Berejiani, desapareceu de casa. O cachorro escapou em um momento de descuido e não conseguiu encontrar o caminho de volta. Mas os elos entre Jorge e Giorgi nunca foram rompidos. 

Depois do sumiço do cachorro, Berejiani percorreu as ruas da vizinhança em busca do cachorro. O tutor procurou os animais nas praças, becos e pontes, sem obter sucesso. Berejiani acessou vizinhos e amigos, mas não foi possível determinar o paradeiro de Jorge. 

Idoso encontra seu cachorro na rua depois de 3 anos desaparecido

O tutor fez postagens com fotos de Jorge nas redes sociais, pregou cartazes nas ruas do entorno da casa, percorreu clínicas veterinárias e hospitais de Tbilisi em busca de notícias. Infelizmente, o cachorro parecia ter evaporado, sem deixar nenhum sinal. 

Uma história de dedicação 

À medida que o tempo passava, as pessoas deixaram de procurar o cachorro, voltando-se para as ocupações do dia a dia. Berejiani, no entanto, nunca desistiu. A persistência para encontrar o animal querido muitas vezes foi confundida com teimosia e até mesmo com sinal de senilidade; Giorgi Berejiani já tem 62 anos, o que é confundido com limitação, doença e incapacidade por muita gente. 

The Dodo, um site especializado em histórias sobre animais de estimação, entrevistou Giorgi Berejiani, que explicou a razão da insistência: “Eu simplesmente sentia que ele estava em algum lugar e, mais dia, menos dia, eu iria encontrá-lo”. 

Idoso encontra seu cachorro na rua depois de 3 anos desaparecido

O esforço de Berejiani foi finalmente recompensado. Depois de três anos de procurar sem perder a esperança, Jorge foi encontrado. O tutor descrevia o cachorro para todos com quem entrava em contato: médicos, enfermeiros, balconistas, entregadores, motoristas de táxi, etc. 

No início do outono, funcionários de uma empresa de Tbilisi que haviam tomado conhecimento da história do sumiço de Jorge avistaram um cachorro cujas características combinavam com as do desaparecido: o animal se encaixava perfeitamente na descrição de Berejiani. 

O controle de animais da prefeitura da cidade havia cadastrado o cachorro abandonado, mas o registro indicava apenas que se tratava de um “vira-lata que vivia nas ruas” – a prefeitura recolhe animais abandonados, aplica as vacinas básicas, esteriliza e depois devolve ao local em que foram encontrados. 

Idoso encontra seu cachorro na rua depois de 3 anos desaparecido

Mesmo com chances reduzidas depois de três anos, os trabalhadores decidiram tirar a dúvida. Com exceção da etiqueta amarela na orelha, indicando que ele havia recebido cuidados básicos, tudo no cachorro lembrava a descrição feita pelo tutor que não se cansava de procurar o amigo. 

Eles ligaram para Berejiani, que correu para o local indicado. Não era muito perto de casa, mas, em três anos, Jorge poderia ter ido para muito, muito longe. O encontro dos dois amigos foi registrado em um vídeo emocionante. 

Idoso encontra seu cachorro na rua depois de 3 anos desaparecido

Berejiani aproximou-se e chamou o cachorro pelo nome. Imediatamente, Jorge voltou-se para ele e correu na sua direção. Finalmente, o tutor estava frente a frente com o seu cachorro. No vídeo, podem-se ouvir os gritos de alegria e Berejiani dizendo: “Eu estou tão feliz, eu nunca o vi tão feliz”. 

Entre o chamado do tutor e a resposta do cachorro, transcorre uma fração de segundo. Jorge olha fixamente para o homem que está chamando, como a buscar na memória o local daquela voz e daquele carinho. Tudo aconteceu como um flash, mas é possível identificar ansiedade, surpresa e alegria no olhar do peludo. 

Idoso encontra seu cachorro na rua depois de 3 anos desaparecido

Berejiani encontrou o cachorro dormindo junto ao tronco de uma árvore. A felicidade começou a transparecer imediatamente no olhar. Ele apenas balbuciou: “Jorge, é você? Doce garoto, onde você estava, garoto?”. 

Em apenas um instante, a tristeza e a saudade desapareceram. Berejiani e Jorge passaram um tempo apenas olhando um para o outro, como a contar sem palavras sobre a falta que tinham sentido um do outro. 

Esta história da Geórgia mostra que nunca se deve perder as esperanças. Um cachorro perdido pode estar vivendo com outra família, ou simplesmente não consegue encontrar um jeito de voltar para casa. O reencontro é sempre possível. 

Mas o amor de Berejiani e Jorge parece ser grande demais para ficar apenas esperando. Três anos é muito tempo longe dos seres a quem amamos. É importante canalizar esse amor para outros humanos e peludos. Se o amigo perdido voltar, será uma feliz reunião em família.

No vídeo o homem diz:

“Ele se parece muito com ele, você pode vê-lo? Com uma etiqueta amarela na orelha. Pode vê-lo? Aqui. Na base da árvore. Georgie? Georgie é você! Aww doce garoto, como você está garoto?

Cães Online
Cães Online tem por objetivo trazer informações confiáveis sobre os melhores amigos dos humanos. Nosso contato: [email protected]
RELACIONADOS

Últimas Publicações