Jovem surpreende avó deprimida com um novo cãozinho

A avó tinha perdido o marido e o cachorro, mas recuperou a alegria com um novo cãozinho.

Shirley Mcvey é uma idosa que ficou viúva há alguns anos. A mulher nunca conseguiu se recuperar totalmente da perda do marido, mas a situação ficou ainda pior quando Kinsey, o cachorro que acompanhou a família durante 14 anos, também partiu para o céu dos cachorros. Ela entrou em depressão.

O neto de Shirley, Matthew, acompanhou o luto da avó e percebeu que ela não estava conseguindo lidar com a situação. A idosa dizia sempre que estava se sentindo muito vazia “sem a sua sombra”: Kinsey acompanhava a tutora aonde quer que ela fosse.

Um novo cãozinho

A família de Shirley sabia que precisava fazer alguma coisa com urgência. A idosa estava completamente sem objetivo de vida. Passava os dias desligada de tudo, sem interesse pelas atividades que antes a entretinham.

Jovem surpreende avó deprimida com um novo cãozinho
MATTHEW MCVEY

Desde que o marido morreu, Shirley centralizou a sua vida em torno de Kinsey. Com filhos e netos afastados, cuidando dos problemas e desejos, o cachorro passou a ser a única coisa que fazia a idosa feliz.

Kinsey dependia de Shirley. Era preciso alimentar, banhar, passear com ele. Os horários da idosa eram organizados de acordo com as necessidades do cachorro, mas, por outro lado, isso dava sentido à vida: o peludo era um bom motivo para se levantar, todos os dias pela manhã.

A família de Shirley tentou encontrar maneiras de confortar o coração partido da idosa. Nada parecia dar certo, até que a mãe e as irmãs de Matthew visitaram um abrigo da ASPCA.

A American Society for The Prevention of Cruelty to Animals – ASPCA – é uma organização sem fins lucrativos que se dedica a combater maus tratos contra animais domésticos. A entidade resgata, abriga, trata e encaminha cães e gatos (em maioria) para lares adotivos.

No abrigo da ASPCA, em uma das primeiras visitas que fizeram, elas encontraram Sammy. Ao avistar o cachorrinho, a família sabia que era o animal perfeito para trazer de volta a alegria e a vontade de viver da idosa: Sammy é um pequeno cãozinho atrevido, brincalhão, curioso, amoroso e alegre.

A adoção

Shirley estava internada em uma casa de saúde, recuperando-se de alguns problemas por que havia passado. A família decidiu que nada melhor para acelerar a convalescença do que um novo companheiro para amar e cuidar.

Matthew, a mãe e as irmãs levaram Sammy para o quarto em que a idosa descansava. A emoção e a surpresa tomaram conta de Shirley, que ficou sem palavras para descrever as sensações daquele momento.

A idosa chorava e acariciava Sammy como se fossem velhos amigos. Foi amor à primeira vista: o cãozinho ocupou o coração de Shirley imediatamente, fazendo-a esquecer-se da solidão que a tinha acompanhado nos últimos meses.

jovem-surpreende-avo-deprimida-com-um-novo-caozinho
MATTHEW MCVEY

Sammy, por sua vez, mostrou-se empenhado em demonstrar a gratidão por ter sido adotado. Tendo vivido durante um período no abrigo, o cãozinho sabe muito bem o que significa sentir falta de atenção, carinho e cuidados.

Ele ficou maravilhado por estar no colo de uma tutora gentil e amorosa. Sammy parecia perceber que a idosa estava com a saúde frágil, pois esmerou-se em ser ainda mais delicado, sem movimentos muito bruscos ou acelerados.

O vídeo do primeiro encontro entre Sammy e Shirley foi editado, ganhou trilha sonora e foi postado nas redes sociais de Matthew. As imagens comoventes do carinho e do amor entre a tutora e o cachorro sensibilizaram milhares de corações: até o momento, 1,4 milhão de internautas curtiram e compartilharam a postagem.

Ninguém pode substituir aqueles que já se foram. As memórias sempre estarão presentes, para celebrar a história de muitos anos que viveram. Mas o coração sempre tem um cantinho para acolher novos amigos e amores.

Naquele momento, Shirley percebeu que estava pronta para seguir em frente. Kinsey havia sido um companheiro fiel e brincalhão, sempre presente, nos bons e maus momentos. Talvez o próprio cachorro falecido tenha ensinado que há espaço para novos afetos.

A idosa ainda ficou internada por alguns dias, mas a equipe de saúde da clínica testemunhou a melhora progressiva na saúde de Shirley. Em pouco mais de uma semana, ela já estava preparada para voltar para casa.

Naquele momento, Shirley sabia que não estava sozinha: uma bolinha de pelos dependia dela e a estava esperando para seguirem em frente. Sammy recebeu a idosa em casa e logo aconchegou-se à tutora, feliz por finalmente ter uma família.

Se você perdeu o seu companheiro de quatro patas e está com dificuldade para seguir adiante, lembre-se de que existem muitos outros peludos esperando a oportunidade de um novo lar. Adotar um novo amigo é certamente a melhor maneira de homenagear a memória daqueles que partiram.

Veja o vídeo deste momento emocionante:

Postagens Relacionadas