Menino entrega cachorro em abrigo para salvá-lo e prometeu voltar quando crescer

Por: em

Um menino mexicano deixou o seu cachorro em um abrigo pra protegê-lo de maus tratos. Entenda o que aconteceu…

Em março de 2020, um menino de nove anos levou o cachorro até a porta do Albergue Pergatuzoo, em Nicolás Romero, cidade na região central do México. A criança queria salvar o pet dos maus tratos causados pelo próprio pai. Uma explicação necessária (e um spoiler): esta história tem um final feliz. 

O menino deixou o cachorro no abrigo, junto com uma carta e algumas moedas, para garantir o sustento do animal de estimação. No bilhete, o garoto afirmava que o pet passava fome e sofria maus tratos em casa. Além disso, a família teve de se mudar para a casa dos avós da criança – e não havia espaço para o peludo. 

Ainda não foi possível resgatar o cachorrinho – uma promessa do pequeno tutor feita na carta. Mesmo assim, o menino visita o melhor amigo sempre que pode, brinca com ele, escreve outros bilhetes e não se esquece de continuar deixando algumas moedas, para garantir o sustento. 

menino-entrega-cachorro-em-abrigo-para-salva-lo

O cão abandonado 

Nas páginas das redes sociais do Albergue Pergatuzoo, os responsáveis pelo abrigo postaram fotos de um cachorrinho branco e da primeira carta deixada pelo pequeno tutor. As imagens viralizaram e muitos internautas tomaram conhecimento do drama da criança e de seu fiel escudeiro. 

O menino conta, na primeira carta, que não podia permitir que Simon – este é o nome do cachorrinho branco – continuasse exposto à violência do próprio pai, que maltratava o animal constantemente. Além disso, devido às péssimas condições financeiras da família, o cachorro estava passando fome. 

O bilhete dizia: 

“Deixo você com o Simon, ele é o meu cachorro. Não quero mais que o meu pai bata nele, e ele chora muito, porque não tem comida. Deixo minhas comidas para as tortillas [prato típico mexicano] dele. Não batam nele, meu pai bate muito nele. Simon come muito. Não o levem embora. Quando eu crescer, irei buscar Simon.” 

menino-entrega-cachorro-em-abrigo-para-salva-lo

O abrigo postou a carta e a foto de Simon, mas fez questão de deixar uma advertência para os internautas: 

“Esta carta e estas fotos estão sendo publicadas com o objetivo único de localizar o tutor de Simon, que não está para adoção. Nós não procuramos um lar temporário. Queremos apenas falar com o pequeno e sua família. Cuidaremos do cachorro e providenciaremos as vacinas e a vermifugação”. 

A história continua 

Por algum tempo, o Albergue Pergatuzoo não conseguiu obter notícias sobre a família do cachorrinho branco. Mesmo assim, Simon não foi disponibilizado para adoção. Outras notícias foram postadas meses depois, no site do abrigo. 

Cristian, o tutor-mirim de Simon, voltou ao abrigo com os pais, pedindo para rever o amigo. O reencontro, no entanto, não foi possível. O cachorro havia sido levado para a clínica veterinária, para uma consulta de rotina. 

Triste por não poder ver o cachorro, Cristian escreveu uma nova carta – e adicionou mais algumas moedas, para garantir as “tortillas” do amigo, além das despesas médicas. O garoto ficou um pouco assustado quando foi informado de que Simon tinha ido ao médico. 

Passados alguns dias, os dois amigos puderam finalmente se reencontrar. A alegria de Simon demonstra que os cães são dotados de uma memória prodigiosa. Desde então, Cristian visita o cachorro frequentemente – e continua deixando bilhetes e moedas para o companheiro. 

menino-entrega-cachorro-em-abrigo-para-salva-lo

O abrigo está cumprindo a promessa de não colocar Simon para adoção. Em outra postagem, o Albergue  Pergatuzoo reafirmou o compromisso, em uma mensagem direta para Cristian: “É o seu cachorro e nós prometemos que não o daremos para mais ninguém”

Simon já é um cachorro adulto. ele está saudável, bonito e forte. O animal está bem adaptado ao abrigo, mas não esconde a alegria que sente quando recebe as visitas do amigo. 

Mas as visitas tiveram que ser interrompidas. Com a pandemia de Covid-19 e as normas de isolamento social determinadas pelas autoridades mexicanas, Cristian passou algum tempo sem ver o amigo. As cartas, então, passaram a ser enviadas pelo correio. Em uma delas, o menino enviou um pacote de tortillas e 3,5 pesos mexicanos – o equivalente a R$ 0,91 – uma pequena fortuna para uma criança. 

Com o relaxamento das medidas de isolamento, Cristian voltou a visitar o amigo, que espera levar definitivamente para casa quando for adulto e puder arcar com todas as despesas. Além de brincar com Simon, o menino faz questão de ajudar a cuidar dos outros animais. 

O Albergue Pergatuzoo abriga, além de cães e gatos, diversos outros animais abandonados: tartarugas, iguanas, galos, perus, cavalos, jumentos e até ouriços. Alguns, como os jumentos, não estão disponíveis para adoção: a espécie está em risco de extinção no México.