Moradores criam espaço de alimentação para animais de rua em cidade do ES

Por

A ideia surgiu entre os moradores. Agora, os animais de rua têm um espaço de alimentação e descanso.

Os moradores de Serra (ES), no entanto, decidiram fazer a diferença e criar um espaço de alimentação para animais que vivem nas ruas da cidade – pelo menos, alguns deles, que têm a sorte de perambular pelo bairro Barcelona.

Cães e gatos perambulando pelas ruas não é nenhuma novidade em qualquer cidade brasileira. A Organização Mundial de Saúde estima que, no Brasil, haja 30 milhões de animais abandonados – 20 milhões de cachorros e dez milhões de gatos.

O bairro Barcelona nasceu em torno de um conjunto residencial inaugurado em 1982, batizado com o nome da cidade catalã em homenagem à Copa do Mundo, que nesse ano foi realizada na Espanha.

Espaço pra alimentação animais de rua
Foto: Dayane Rocha

Serra é o maior município da região metropolitana de Vitória, a capital do Espírito Santo. A cidade tem uma população de mais de 500 mil habitantes. Os animais de rua não são contados, mas estima-se que haja algumas dezenas de milhares perambulando por Serra.

Por isso, a iniciativa dos moradores de Barcelona se torna ainda mais importante. Cães e gatos bem alimentados e com referencial geográfico ficam mais bonitos e podem ser adotados. Além disso, os pets se tornaram uma atração local.

Exemplo de cidadania

O espaço escolhido pelos moradores de Serra é uma praça do bairro Barcelona, uma área pública que estava sendo usada para descarte de lixo e entulho. Alguns moradores decidiram revitalizar o espaço. O projeto teve início em dezembro de 2020.

Quem passa na região se depara com um lugar muito mais bonito. Foram instalados comedouros e bebedouros, além de muito verde e graffiti nos muros e placas. A praça foi batizada como Jardim Comunitário para Pets e tornou-se realmente um espaço aconchegante para cães e gatos.

Moradores criam espaço de alimentação para animais de rua em cidade do ES
Foto: Dayane Rocha

A ração é doada pela Feira de Mangalhos, um estabelecimento de Barcelona especializado em equipamentos de jardinagem, ração e medicamentos veterinários. A secretária da associação, Dayane Rocha, cuida dos comedouros e as artes dos muros são criação da Taís. Diversos moradores contribuíram com mudas de plantas.

Trata-se de uma ação contínua: o espaço precisa ser limpo e, claro, é preciso ter alimento para os animais de rua, que já estão se acostumando a procurar o local para comer e descansar. Além dos cães e gatos, foram instalados comedouros para as aves que sobrevoam a praça.

Os comedouros e bebedouros foram confeccionados com pneus velhos – um dos principais problemas da reciclagem do lixo são justamente os pneus, já que o Brasil tem uma frota de mais de 66 milhões de veículos, entre automóveis, ônibus, caminhões e motocicletas.

A ideia e a ação

O idealizador do espaço para alimentação de animais e também presidente da Associação de Moradores de Barcelona, João Carlos Pereira Campos, conhecido localmente pelo apelido de Carlinhos Pé Sujo.

Ele conta que primeiro surgiu a ideia de refazer os canteiros com o trabalho dos próprios moradores do bairro. A praça, que fica na Av. Teresópolis, era um terreno baldio: foram feitas alterações no trânsito da região e o espaço ficou perdido, sem nenhuma função.

Carlinhos e os demais moradores decidiram plantar grama, para deixar o bairro mais bonito. A ideia não deu certo inicialmente: muitas pessoas passaram a usar o gramado como depósito de lixo. Então, surgiu a ideia de revitalizar a praça de forma que ela se tornasse útil também para os animais de rua.

Moradores criam espaço de alimentação para animais de rua em cidade do ES
Foto: Dayane Rocha

Diversos voluntários ajudaram na ação de reurbanização. Alguns ajudaram com a organização e a pintura, outros se prontificaram a regar as plantas nos períodos sem chuva e outros doam rações para cães e gatos.

A cada dia, surgem novos cães e gatos para aproveitar o Jardim Comunitário para Pets, comemora João Carlos. Os animais são organizados e chegam a fazer fila para comer e beber na praça “exclusiva”.

A praça de Barcelona também oferece sacos plásticos para que os tutores possam recolher as fezes dos seus cachorros durante os passeios diários. Foram instaladas bobinas de sacolas no entorno do jardim.

Desta forma, o esquecimento deixou de ser motivo para deixar sujas as ruas da cidade. A iniciativa faz parte de outro projeto da associação, a “Calçada Limpa”. Com ações simples, mos moradores de Barcelona estão exemplificando que é possível tornar a comunidade melhor.

Via: Tribunaonline.com.br