Mulher descobre e resgata cachorro que vivia no lixão

Quando viu as fotos do cachorro vivendo no lixão, esta mulher sabia que precisava resgatá-lo.

“Alguns cachorros parecem olhar diretamente para a nossa alma: esta é a única maneira que encontro para explicar”. Foi assim que Crystal Carson definiu a motivação que sentiu para resgatar um animal que estava vivendo em um lixão.

O episódio aconteceu em Çorum, na Anatólia central, região centro-norte da Turquia e a história foi publicada inicialmente no The Dodo, antes de viralizar nas redes sociais.

mulher-descobre-e-resgata-cachorro-que-vivia-no-lixao
CRÉDITOS: RESCUERS WITHOUT BORDERS

O resgate

Crystal trabalha com resgate de animais há diversos anos. Ela é fundadora do Rescuers without Borders (RWB, ou Resgatadores sem fronteiras, em português). A organização foi fundada em 2017, justamente para ajudar cães de rua que vivem em lixões da Turquia.

Nestes cinco anos, a RWB já acolheu mais de 850 cachorros, a maioria resgatada em Çorum e nos arredores. Os animais são recolhidos, tratados e encaminhados a lares definitivos nos EUA e em outros países ao redor do mundo.

mulher-descobre-e-resgata-cachorro-que-vivia-no-lixao
CRÉDITOS: RESCUERS WITHOUT BORDERS

A ativista dos direitos dos animais viu uma foto de Kratos e imediatamente sentiu uma forte impressão. O cachorro, um pastor kangal (também conhecido como pastor da Anatólia), estava tentando sobreviver em um aterro sanitário.

Nesta cidade turca, é comum que tutores que não queiram mais os seus animais os descartem nos depósitos de lixo, talvez acreditando que eles terão melhores oportunidades de se alimentar, sem pensar que o lixo, as péssimas condições de salubridade, o abandono e todos os demais riscos apenas abreviam a vida dos peludos.

mulher-descobre-e-resgata-cachorro-que-vivia-no-lixao
CRÉDITOS: RESCUERS WITHOUT BORDERS

Kratos, o pastor kangal, já é um cachorro idoso. Quando Crystal viu as fotos, ela disse ter refletido: “Oh, meu Deus, você só pode estar brincando comigo. Ele parece tão velho, ele não vai sobreviver”. O animal realmente estava em risco. Era possível contar as vértebras e costelas, que se destacavam na pelagem.

Além dos problemas inerentes ao abandono e à idade avançada, Kratos também estava com a pele quase totalmente consumida pela sarna. A doença foi responsável pela maior parte dos pelos do corpo.

mulher-descobre-e-resgata-cachorro-que-vivia-no-lixao
CRÉDITOS: RESCUERS WITHOUT BORDERS

Kratos não estava nada bem e, se Crystal fosse um pouco mais pragmática, ela teria abandonado o caso, concentrando-se em animais com melhores expectativas. Mas, felizmente para o pastor kangal, a resgatadora não é uma adepta do pragmatismo.

A voluntária não conseguia tirar o cachorro idoso da mente. Os olhos de Kratos, que pareciam fitá-la diretamente, começaram a assombrá-la: ela não parava de pensar nas condições em que o animal estava.

Kratos não era o único cachorro abandonado no lixão: havia outras centenas no lugar. Eles vivem ali, alimentando-se de restos e tentando aquecer os corpos deitando-se no lixo em decomposição.

A RWB providencia alimentação, cuidados médicos, divulga fotos e vídeos para sensibilizar a comunidade local e, sempre que reúne os recursos suficientes, embarca lotes de cães para os EUA. Os voluntários sempre enfrentam uma difícil decisão: escolher os animais em melhores condições para aumentar as chances de adoção.

mulher-descobre-e-resgata-cachorro-que-vivia-no-lixao
CRÉDITOS: RESCUERS WITHOUT BORDERS

As equipes quase sempre privilegiam os filhotes, que normalmente encontram candidatos à adoção com mais facilidade. No último inverno, no entanto, a RWB perdeu quase todas as ninhadas, que morreram congeladas em função do frio intenso.

Kratos, entre muitos outros, também precisava de cuidados urgentes. Ele tem cerca de oito anos. Crystal resolveu tentar encaminhá-lo, uma vez que o cachorro estava em boas condições de saúde, mas não conseguiria sobreviver por muito tempo.

A resgatadora reuniu uma equipe e resgatou o pastor kangal, que foi levado imediatamente para o veterinário. Retirar o animal não foi difícil: Kratos é um animal dócil e se comportou muito bem. Mas ele precisava de cuidados urgentes.

Os médicos confirmaram as suspeitas da equipe: Kratos estava desnutrido, desidratado, com o tônus vital muito baixo. Ele foi rapidamente alimentado, recebeu soro e deu início ao tratamento contra a sarna.

mulher-descobre-e-resgata-cachorro-que-vivia-no-lixao
CRÉDITOS: RESCUERS WITHOUT BORDERS

Kratos também tinha uma infecção ocular, mas o quadro geral de saúde se revelou surpreendentemente estável. Ao ver os exames de laboratório, Crystal ficou positivamente impressionada, porque estava tudo quase perfeito.

Basicamente, o pastor kangal precisava de alimento, carinho e amizade. Ninguém poderia imaginar que um cachorro idoso, jogado em um lixão, estivesse tão bem de saúde. O passo seguinte foi encontrar um local para o peludo.

Kratos conseguiu uma vaga em um abrigo de Bursa, cidade no noroeste da Turquia. Os canis do abrigo ficam em área externa, mas os animais recebem alimentos, água fresca e cuidados médicos: quase um paraíso para quem vivia em um depósito de lixo.

O desejo de Crystal seria transferir Kratos para os EUA, mas, por ironia do destino, os cães da raça não podem ser exportados, por serem considerados um “tesouro nacional”. De qualquer maneira, o cachorro está melhor em Bursa do que estava no lixão.

Postagens Relacionadas