Pitbull aprende a tomar água no bebedouro para humanos

Uma cadela da raça pitbull surpreendeu ao aprender sozinha como tomar água no bebedouro.

Os cachorros sempre surpreendem, graças à sua curiosidade e inteligência. Esta peluda da raça pitbull, que vive no Estado do Rio de Janeiro, surpreendeu o tutor quando aprendeu sozinha a acionar o bebedouro para tomar água.

pitbull-aprende-a-tomar-agua-no-bebedouro
Foto: TikTok / @viniguana22

E não é apenas na hora da sede que a pitbull aciona o bebedouro. A cachorra também descobriu que pode “fazer chover”: ela dirige o jato d’água para fora. aproveita para tomar banho e refrescar-se do calor.

A descoberta de Biela

O nome da pitbull não poderia ser mais apropriado. O tutor de Biela é Vinícius Almeida, um mecânico de autos que vive em Duque de Caxias, na baixada fluminense (RJ). A cachorra foi adotada quando ainda era filhote e passa o dia na oficina, “consertando carros”.

Vinícius é um adepto do Tik Tok. Ele sempre posta vídeos na rede social – a maioria sobre reparos automotivos. Mas uma descoberta (ou invenção) de Biela acabou sendo o motivo de uma postagem especial.

Nas imagens, é possível ver a pitbull dirigindo-se a um bebedouro na oficina mecânica e acionando ela mesma o dispositivo para liberar a água. O tutor legendou: “Se preocupa não, que pelo menos de sede ela não morre”. O vídeo já foi acessado algumas centenas de vezes e chamou a atenção inclusive da imprensa local.

O tutor garante que nunca ensinou Biela a tomar água no bebedouro, mas está se divertindo com o aprendizado da cachorra. Diversos clientes observam que a cachorra não tem água fresca à disposição na oficina, o que poderia inclusive ser configurado como crime de maus tratos.

pitbull-aprende-a-tomar-agua-no-bebedouro
Foto: TikTok / @viniguana22

Vinícius apenas chama a cachorra e diz para ela beber água. Biela se dirige imediatamente ao bebedouro e aperta o botão. Os clientes ficam admirados com a esperteza da cachorra, que certamente não fica desidratada, mesmo em pleno calor do Rio de Janeiro.

Biela também encontrou mais uma utilidade para o bebedouro: sempre que quer se refrescar, ela dirige o jato d’água para fora e coloca a cabeça embaixo: não há verão que resista ao engenho e arte da pitbull. A oficina mecânica fica um pouco bagunçada, mas a cachorra nunca fica com sede.

Vinícius tem poucos seguidores no Tik Tok. Mesmo assim, os vídeos de Biela atingiram um número de internautas impressionantes – até o momento, são 27,2 mil curtidas e mais de 600 comentários – e, a partir desta matéria, muitos outros certamente vão entrar na página do tutor para admirar a inteligência da pitbull.

Alguns comentários são bastante divertidos. Um internauta afirmou: “E eu, pensando que já tinha visto de tudo”. Outro concordou: “Os cães ainda vão dominar o mundo”. A maioria fica impressionada com a inteligência da pitbull.

pitbull-aprende-a-tomar-agua-no-bebedouro
Foto: TikTok / @viniguana22

Biela, com certeza, é uma cachorra especial. Em outros vídeos publicados na página @viniguana22, é possível observar que a pitbull é extremamente dócil e adora brincar. Ela está sempre ao lado do tutor, inspecionando as atividades da oficina.

A inteligência dos cães

Biela é uma digna representante da raça e é também um exemplo para ajudar a reduzir o preconceito contra os pitbulls, tidos como cães agressivos, violentos, etc.

Efetivamente, eles costumam visitas as páginas policiais dos jornais, mas o comportamento é ditado principalmente pela forma de criação, e não por uma característica genética específica. Bem educado e socializado, um pitbull mostrará um temperamento brincalhão – mas sempre bastante agitado.

Mesmo assim, a raça não está bem posicionada no ranking de inteligência canina. Na classificação publicada no livro “A Inteligência dos Cães”, de Stanley Coren (uma espécie de bíblia dos adestradores de cachorros), raças semelhantes ao pitbull ocupam apenas a 34ª posição.

O pitbull não é relacionado no livro, mas um primo próximo, o amstaff (american staffordshire terrier) ocupa o 34º lugar, atrás dos campeões border collie, poodle, pastor alemão, golden retriever, doberman e pastor de Shetland, que ocupam as cinco primeiras posições.

É possível explicar a avaliação. O ranking considera a capacidade de adestramento dos animais – ou seja, a facilidade com que os cães aprendem os comandos desejados pelos humanos. Não se trata de habilidades próprias da espécie, como capacidade de sobrevivência, sociabilidade (com outros cães), força física, etc.

O pitbull é um cão bastante independente – e isso explica por que Biela aprendeu sozinha a tomar água no bebedouro. Os cães da raça assimilam os comandos básicos com facilidade, mas não são indicados para torneios e competições (agility, canicross, etc.).

Quem quer ter a companhia de um pitbull precisa ter em mente que eles aprenderão o que lhes for ensinado. Como são animais fortes, resistentes e atléticos, caso sejam estimulados a comportamentos agressivos, eles podem se tornar muito violentos.

Postagens Relacionadas