Finalmente uma boa notícia para aquelas pessoas que temem pela saúde e segurança dos seus animais de estimação na época de eventos como o Réveillon e outras festas nacionais. O site do Senado Federal abriu uma consulta pública sobre a proibição de vendas de fogos de artifícios barulhentos e rojões estrondosos em todo o território nacional. A consulta visa garantir a paz de crianças, pessoas doentes, idosos e animais. Para a ideia se tornar uma sugestão legislativa e passar a ser debatida pelos senadores, é preciso de pelo menos 20.000 apoios. Até o fechamento desta matéria, já havia cerca de  42.000, o que é uma excelente notícia para os protetores de animais. Além do susto que os fogos de artifício provocam, quando o som alcança 150 db há sério risco de perda da audição.

Veja como proteger seu cachorro do barulho dos fogos

Um projeto de lei referente a este assunto já tramita na Câmara dos Deputados. Contudo, há cidades que no último Réveillon optaram por cancelar os fogos de artifício para não causar estresse aos animais. Foi o caso de Alfenas, Minas Gerais. Já a prefeitura de Poços de Caldas teve fogos silenciosos na virada do ano. Em Santos-SP (lei 130/2015) só é permitido fogos que produzem efeitos visuais. Não são apenas os animais domésticos que sofrem com a barulheira. Os silvestres, como os pássaros, também padecem com os ruídos das explosões.

O debate vem bem a calhar para Jean Carlos Siqueira. No último dia de 2017 sua cadelinha Tina ficou nervosa com os rojões lançados nas proximidades. Atordoada, Tina tentou sair do apartamento e terminou pendurada na sacada do 4º andar do prédio. A cadelinha só não morreu por que quatro pessoas a apararam no térreo com um lençol aberto. Jean, que não estava em casa no momento, contou à TV Anhanguera que Tina estava tensa desde manhã cedo devido aos rojões. Toda a ação de salvamento da cadela foi gravada em vídeo.

Proibição de fogos de artifício com barulho podem entrar na pauta do Senado Federal
A cadela Tina, prestes a cair do quarto andar de um prédio.

Todos nós conhecemos pessoas que relatam problemas com seus animais de estimação nestas épocas festivas. Acesse o site do Senado Federal e apoie esta ideia.


2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui