Victório, o cão guerreiro sobrevivente de facadas

Por: em

Ele sobreviveu a um verdadeiro atentado. Conheça a história de Victório.

O cão Victório foi esfaqueado pelo próprio dono (se é que devemos chamar tal cidadão de dono ou tutor), quando este fugia da polícia. O animalzinho foi internado na Clínica Veterinária Mais que Amigo, em Recife (PE), onde se constatou que o pet havia sofrido diversos traumas: estava com traumatismo craniano, edema cerebral, e múltiplas fraturas nas pernas e na mandíbula.

cao-victorio-2

Um grupo de amigos decidiu arrecadar fundos para custear as despesas do tratamento médico de Victório. No site vakinha.com.br, é possível doar R$ 10 para ajudar este verdadeiro guerreiro.

ATENÇÃO: O Victório está bem. A tutora entrou em contato e informou que não precisam de ajuda, por já ter conseguido o suficiente para o tratamento dele. Todavia, fica o registro no site que com a ajuda da internet podemos ajudar nossos amigos.

Na fanpage no Facebook, toda a história do nosso amigo está sendo registrada. Estão sendo postados fotos, vídeos e depoimentos que relatam a recuperação deste cão guerreiro, que merece ter um lar digno e uma vida com menos sobressaltos.

Além da ajuda material, muitos amantes de animais têm postado mensagens de incentivo no Facebook. Victório recebeu inclusive a “oração pela cura de um animal”, de Áurea Gervásio. As fotos na rede social impressionam, mas mostram a melhora gradativa do cãozinho, que teve o azar de cruzar a sua vida com a de um marginal sem escrúpulos.

O caso de Victório

Victório é um cão sem raça definida (SRD), provavelmente filho de um dachsund. O cãozinho passou a madrugada toda sofrendo, até que, depois de muita agonia, o policial Diego foi chamado para atender à ocorrência. Ingrid Fonseca da Silva recebeu o vídeo enviado pelo policial e imediatamente começou a divulgar.

cao-victorio-3

Ingrid foi até o local, socorreu Victório em um táxi, que correu para a clínica veterinária. Depois de realizados os procedimentos de urgência, o cãozinho passou por cirurgias, transfusões de sangue e muita medicação (da qual ainda depende para readquirir a saúde total).

O animal está melhorando a cada dia, mas continua internado. O tratamento custa caro e a arrecadação ainda não atingiu nem a metade do necessário. Além disto, Victório precisa de ração, material de higiene e acessórios, porque já recebeu alta hospitalar (em 26 de setembro). Por isto, a campanha para levantar fundos continua firme e forte. O cão está temporariamente na casa de Ingrid, na espera de uma adoção por alguém responsável e amoroso.

Amor canino

Victório poderia simplesmente ter se afastado da perseguição, mantendo-se a salvo de qualquer possível agressão física. Os cachorros, no entanto, “são os melhores amigos do homem” e a história deste guerreiro é mais uma comprovação deste ditado.

Fotos de 45 dias da cirurgia do Victório.
Fotos de 45 dias da cirurgia do Victório.

A lealdade não permitiu que ele abandonasse o seu dono, que estava em perigo. É evidente que Victório não consegue entender o que seja um ladrão. Ele não consegue diferenciar um trabalhador de um fora da lei, mas sabe avaliar a personalidade e o caráter das pessoas. Talvez tenha sido este julgamento que o levou a acompanhar o dono – e a sofrer muitos ferimentos, que o deixaram quase morto.

Afinal, como diz João Guimarães Rosa, em “Grande Sertão: Veredas”: “Conheci muito feroz bandido que era bom pai, bom marido, bom amigo de seus amigos”. O antigo tutor de Victório deve ter sido um tipo assim, até o momento em que o egoísmo falou mais alto.

Ah, o cãozinho Victório está em busca de um lar. Quem sabe você possa ajudar? Acesse sua fanpage.

Compartilhe essa história de superação e ajude a salvar o Victório.