Cachorro oferece apoio moral ao seu brinquedo favorito durante a lavagem

Na hora da lavagem, o cachorro ficou ao lado do brinquedo favorito, oferecendo apoio moral.

Habs é um cachorrinho adorável, companheiro, inteligente e muito fofo. Ele está sempre atento aos movimentos da tutora Jacqueline Eltey, seguindo-a por toda a parte. Habs também sabe dar valor às amizades e, quando o brinquedo favorito – um ursinho de pelúcia – teve de ir para a lavagem, ele ficou ao lado da máquina, oferecendo apoio moral.

O cachorrinho, da raça cocker spaniel americano, vive com Jacqueline desde que foi desmamado. Ele é muito carinhoso, mas sempre revela o seu senso de propriedade e, quando o melhor amigo foi “torturado” na máquina de lavar, ele fez questão de ficar ao lado durante todo o ciclo de lavagem. Felizmente, o urso de pelúcia sobreviveu sem maiores problemas.

cachorro-oferece-apoio-moral-para-o-brinquedo-favorito

O brinquedo

O objeto predileto de Habs é um urso de pelúcia bem maior do que ele. Isto não o impediu, no entanto, de desenvolver uma “amizade sincera” com o brinquedo, que, na verdade, pertencia a Jacqueline, mas foi apropriado pelo cachorrinho.

O ursão havia sido um presente especial para a tutora, mas Habs reivindicou o objeto assim que chegou à casa dos Estey, seis anos atrás (na verdade, ele tomou posse do objeto quando aprendeu a subir sozinho na cama da tutora). Desde então, o cachorro e o bicho de pelúcia nunca mais se separaram.

Habs faz questão de dormir apoiado no grande amigo, que precisa ser carregado durante o dia pelos cômodos da casa. Como o cocker spaniel faz questão de ficar perto da família humana – ele é um verdadeiro chicletinho – o urso de pelúcia “passeia” pela sala, a cozinha, os quartos, etc.

cachorro-oferece-apoio-moral-para-o-brinquedo-favorito

Eles são realmente inseparáveis. Quando alguém pega o urso de pelúcia, é seguido de perto por Habs, que faz questão de demonstrar a indignação com o “sequestro” com latidos sonoros e agudos. Para sorte da família Estey, morder e avançar não fazem parte das técnicas de defesa do cachorrinho.

Depois de três anos sendo transportado por toda a casa, o urso de pelúcia estava naturalmente em péssimas condições. Jacqueline sabia que trocar o brinquedo por outro não era uma opção e, por isso, resolveu higienizá-lo na máquina de lavar.

As lavagens

Habs nunca tinha prestado muita atenção à área de serviço da casa: como ninguém fica por lá durante muito tempo, ele também costumava ignorar o espaço até o dia em que o urso de pelúcia foi enfiado pelo basculante da máquina de lavar.

Jacqueline contou ao site The Dodo, especializado em histórias sobre animais de estimação, que Habs nunca havia se preocupado com a lavadora de roupas: “Nunca foi algo que chamasse a atenção dele, mesmo com toda a curiosidade do Habs”.

Mesmo assim, Habs percebeu que algo muito estranho iria acontecer com o melhor amigo, que foi enfiado na máquina de lavar e coberto por água e sabão. O cachorrinho esperou o ciclo completo da máquina, até que o brinquedo foi resgatado.

Ele passou cerca de uma hora praticamente sem se mexer, observando com muita atenção as voltas que o urso de pelúcia dava dentro da máquina. A tutora tentou atraí-lo com outras brincadeiras, mas Habs entendeu que precisava dar apoio moral ao brinquedo, submetido à “tortura infindável da água e sabão”.

Desde então, desde que o brinquedo precisa ser lavado, Habs se prepara para “dar plantão” na frente da lavadora de roupas. Nos últimos três anos, ele tem acompanhado atentamente o melhor amigo aprisionado naquela gaiola ininteligível.

Habs também não gosta muito do cheiro que o brinquedo exala depois que é retirado da máquina de lavar. Jacqueline contou que já procurou marcas neutras de detergente, mas o fato é que o urso de pelúcia perde o cheiro característico – e os cães se orientam principalmente através do olfato.

Em outras ocasiões, Habs não dá a mínima atenção para a máquina de lavar. Mesmo que outros objetos interessantes, como almofadas e travesseiros, estejam sendo “torturados”, ele parece não se importar. Mas, quando se trata do melhor amigo, ele sabe que precisa, pelo menos, dar apoio moral.

A tutora contou que já observou o cachorrinho acordando de madrugada e correndo para a área de serviço. Em algumas vezes, ele chega a arranhar a porta basculante da máquina de lavar. E só volta para o descanso quando alguém se dispõe a mostrar que o urso está “a salvo”, em algum outro canto do quarto.

Os vídeos do cachorrinho, de prontidão em frente à máquina, para ser solidário ao urso de pelúcia, estão entre os mais comentados e compartilhados nas redes sociais de Jacqueline. Habs faz mais sucesso do que a tutora no Twitter e no Tik Tok.

Postagens Relacionadas