Cachorro perdido: o que fazer?

Confira as providências que devem ser tomadas em casos de cachorro perdido.

Um cachorro perdido é sempre uma situação angustiante e desesperadora. Exatamente por isso, na medida do possível, é preciso manter a calma e tomar algumas providências urgentes. Em casos de desaparecimento, quanto mais rápido as buscas começarem, maiores as chances de reencontro.

Não deixe o desespero tomar conta. Você deve manter-se focado e equilibrado, para organizar as buscas e ampliar as chances de êxito. Se algumas pessoas da família não conseguirem se controlar, o ideal é deixá-las em casa, atendendo telefonemas e fornecendo informações.

Cachorro perdido: o que fazer?

A prevenção

O ideal é evitar as fugas e escapadas – como diz o velho ditado, “é melhor prevenir do que remediar”. Passear sempre com coleira e guia, manter portas e portões fechados e proibir saídas desacompanhadas são atitudes responsáveis e necessárias.

Mesmo assim, alguns cachorros se tornam especialistas em pular muros e cercas, enquanto outros se revelam velocistas fantásticos, deixando os tutores sozinhos em um piscar de olhos. Um cachorro pode desaparecer em função do medo, da curiosidade, etc.

Uma boa medida é implantar um microchip de identificação. A maioria das clínicas veterinárias oferece o serviço. Trata-se de um equipamento milimétrico, implantado sob a pele dos animais de estimação, com informações úteis: nome, nome do tutor, dados para contato, eventuais problemas de saúde, etc.

O microchip ainda não serve como um GPS, para localizar o cachorro perdido: não existem equipamentos que permitam identificar pistas sobre o paradeiro do peludo. Mesmo assim, as informações podem ser acessadas em clínicas, pet shops, hotéis e escolinhas de cães, desde que esses estabelecimentos tenham um scanner especial para a leitura dos dados.

Todo cachorro deve circular na rua com algum tipo de identificação preso à coleira. Em alguns municípios brasileiros, o registro animal é obrigatório. Informações como o nome do pet e um telefone para contato fazem toda a diferença, se ele se perder.

O que fazer?

Cachorro perdido: o que fazer?

A situação é uma emergência e assim deve ser encarada. É preciso localizar o cachorro perdido rapidamente: quanto mais o tempo passa, maiores são os riscos de acidentes e roubos. Além disso, alguns peludos são verdadeiros andarilhos e, em poucos minutos, podem se distanciar demais.

Pare tudo!

A primeira providência é parar tudo e começar a busca imediatamente. Assim que a fuga ou desaparecimento for percebido, é importante manter a calma e sair para procurar nos arredores. A maioria dos cães tem lugares prediletos – e é por eles que a busca deve ter início.

O tutor deve mobilizar o maior número de pessoas possível, para tentar encontrar o cachorro perdido. Outros membros da família, vizinhos e amigos podem ser acionados para ampliar a área de busca em pouco tempo.

Se algumas pessoas menos próximas se dispuserem a ajudar, é preciso tomar alguns cuidados. Um cachorro perdido provavelmente estará assustado e o medo pode levar à agressividade. Uma boa medida é usar uma peça de roupa do tutor durante as buscas: se o animal for encontrado, o cheiro familiar servirá para acalmá-lo e orientá-lo.

Conhecendo as características do animal extraviado ou fujão, o tutor pode calcular a distância que ele pode ter coberto desde o momento em que se perdeu. O importante é não deixar de procurar em nenhum local em que o pet possa ter se escondido.

Divulgue o desaparecimento

Enquanto o cachorro está perdido, o tutor pode confeccionar alguns cartazes e afixá-los em postes e troncos de árvores nas redondezas do local em que ele foi visto pela última vez.  É possível usar uma impressora doméstica ou uma gráfica rápida para produzir o material.

Cachorro perdido: o que fazer?

Para a localização, algumas fotos ajudam bastante e é preciso também fazer uma descrição detalhada do peludo, além de informar o nome e a forma como ele está acostumado a responder para a família.

Se o cachorro for bravo ou medroso, esta característica precisa ser informada. Não se deve esquecer de informar os meios de contato: nome do tutor e telefones (forneça mais de um número, se possível).

Deixe alguns cartazes em estabelecimentos comerciais da região, como padarias e mercados. Descreva o cachorro perdido com mais detalhes e peça para os funcionários das lojas ajudarem, na medida do possível, a ampliar o raio das buscas.

Com ajuda de amigos e vizinhos, também é possível distribuir panfletos nas imediações do local de extravio, para aumentar as chances de encontrar o cachorro perdido. As fotos, o nome e a descrição devem estar presentes no material.

Informe às autoridades policiais do bairro sobre o desaparecimento. Dificilmente será organizada uma operação de busca e resgate, mas as equipes que fazem as rondas podem ajudar a aumentar as chances de localização.

De acordo com as possibilidades financeiras, ofereça uma recompensa em dinheiro para quem localizar o cachorro perdido e puder abrigá-lo. Prepare-se para receber alguns trotes e não faça nenhuma transferência bancária antes de certificar-se de que o animal foi realmente encontrado.

As redes sociais podem ser bastante úteis para as buscas. Publique fotos e descrições na internet e peça para os amigos e seguidores compartilharem a mensagem. Não se esqueça de indicar o local em que o peludo se perdeu.

Quanto maior a equipe, melhores as chances. Mobilize a família e os conhecidos: enquanto alguns ficam atentos às redes sociais, outros distribuem panfletos e fixam cartazes. Uma terceira turma pode percorrer as ruas próximas em busca do cachorro perdido.

ONGs e abrigos

Um cachorro perdido pode ser encaminhado para um abrigo municipal ou administrado por entidades de defesa dos direitos dos animais. Verifique a existência de canis na região e entre em contato com eles. Pode ser necessário visitá-los.

Algumas ONGs também oferecem serviços de busca e resgate de animais perdidos, que podem ser gratuitos ou pagos. Verifique a existência dessas equipes na sua cidade, entre em contato e forneça os dados do cachorro extraviado.

Hoje em dia, os serviços de rastreamento já estão disponíveis online, especialmente nas cidades de médio e grande porte. Há sites e aplicativos em que é possível carregar fotos e detalhes do cachorro perdido, que são acessados por um grande número de internautas, o que aumenta consideravelmente as chances de reaver o animal.

Uma vez que o cachorro seja encontrado, depois da comemoração (e do alívio), é importante levá-lo ao veterinário o quanto antes, para certificar-se de que ele não sofreu nenhum tipo de agressão ou trauma enquanto esteve perdido.

O que fazer ao encontrar um cachorro

Diariamente, centenas de animais se perdem ou são abandonados nas ruas. Eles precisam de abrigo, alimento e proteção. Por isso, quem encontra um cachorro sozinho na rua também precisa tomar algumas providências.

Sempre que possível, é importante tirar o peludo da exposição aos riscos. Acolhê-lo provisoriamente em casa é uma bela atitude, mas nem sempre é viável. O cachorro pode ser encaminhado às autoridades policiais ou a um abrigo.

É muito provável que o cachorro encontrado esteja com sede e fome e certamente ele está com muito medo. Pode-se oferecer algum alimento, água e um pouco de companhia, enquanto o socorro é providenciado. A aproximação deve ser cautelosa, porque não é possível prever a reação do animal.

Verifique se o cachorro possui algum tipo de identificação – quase sempre, há um informe preso à coleira. Entre em contato com o tutor e, se for possível, permaneça ao lado do pet enquanto a família se organiza para recuperá-lo.

Quem tiver um celular à mão pode fotografar o cachorro e publicar as imagens nas redes sociais, com algumas informações, como a descrição do animal e o local em que ele foi encontrado. É possível que o tutor o esteja procurando e uma simples postagem pode contribuir bastante para reunir a família.

Receba notícias e histórias do Cães Online no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/caesonline.

Postagens Relacionadas