InícioHistórias FelizesCãozinho sobrevivente de incêndio se torna terapeuta para vítimas de queimaduras

Cãozinho sobrevivente de incêndio se torna terapeuta para vítimas de queimaduras

Cão da raça shiba inu está ajudando como terapeuta na recuperação de vítimas de queimaduras.

Cão da raça shiba inu está ajudando como terapeuta na recuperação de vítimas de queimaduras.

Cachorros têm sido empregados com sucesso como coadjuvantes em terapias médicas e psicológicas. Há décadas, eles apoiam pacientes em tratamentos tão diferentes quanto para depressão e para reabilitação motora.

Esta é a história de Taka, um shiba inu, a raça símbolo da família imperial japonesa. Taka tem nove anos e conhece muito bem as queimaduras com que trabalha como terapeuta. Ele foi ferido da mesma forma e parece compreender perfeitamente as limitações e incômodos dos pacientes.

cao-sobrevivente-de-incendio-se-torna-terapeuta-para-vitimas-de-queimaduras
Facebook/ Care More Animal Hospital

Incêndio e recuperação

Em outubro de 2018, ocorreu um incêndio em Martinez, na Geórgia (sul dos EUA). A família humana conseguiu sair da casa sem sofrer danos de maior gravidade, mas não houve tempo para retirar Taka, um cão já idoso.

O fogo avançou por toda a varanda da casa, onde Taka tentou se refugiar. O piso não resistiu ao incêndio, desabando juntamente com o cachorro. Mesmo assim, Taka conseguiu escapar e saiu correndo em direção à casa vizinha.

O animal estava em chamas. Os vizinhos conseguiram apagar o fogo e entraram em contato com Crystal Lesley, veterinária do Care More Animal Hospital, localizado na mesma cidade. Quando a médica viu as imagens do cachorro, pediu para que o levassem imediatamente ao centro médico.

cao-sobrevivente-de-incendio-se-torna-terapeuta-para-vitimas-de-queimaduras
Facebook/ Care More Animal Hospital

O animal foi rapidamente levado ao hospital – o pelo ainda estava fumegando quando a equipe de saúde começou a atendê-lo. A Dra. Lesley afirmou à imprensa, na época, nunca ter visto uma vítima de queimaduras em condição tão grave. Nos primeiros momentos, a equipe temeu pela vida de Taka.

O cachorro precisou ser sedado para receber os primeiros socorros – ele gritava de dor e mal podia ser tocado. Ao constatar a extensão dos ferimentos, a Dra. Lesley decidiu postar imagens de Taka nas redes sociais, pedindo ajuda para encaminhá-lo a um especialista.

Os seguidores do Care More Animal responderam rapidamente e, com os recursos obtidos, Taka foi transferido para o Centro de Atendimento Emergência dos Especialistas Veterinários, em Colúmbia, Carolina do Sul.

cao-sobrevivente-de-incendio-se-torna-terapeuta-para-vitimas-de-queimaduras
Facebook/ Care More Animal Hospital

Crystal permaneceu com Taka na ambulância e durante a espera no centro de especialidades. A médica lembra que o cachorro chorava e ela também chorava com ele. O shiba inu permaneceu internado por um mês e meio e Crystal foi visitá-lo em todas as folgas.

Quando recebeu alta hospitalar, Taka ainda precisava de cuidados, que os antigos tutores não podiam prestar. A Dra. Lesley levou o cachorro para casa e cuidou dele nas semanas seguintes, limpando feridas e trocando curativos. A médica percebeu quase imediatamente que Taka não conseguia piscar os olhos.

O Centro de Queimados de Augusta (Geórgia) tomou conhecimento do caso de Taka através de uma de suas enfermeiras. O hospital entrou em contato com a Dra. Lesley, avaliou o shiba inu e prontificou-se para fazer as cirurgias reconstrutivas – inclusive enxertos de pele – sem nenhum custo.

Adoção e emprego novo

Com a desistência dos antigos tutores, que não tinham recursos para custear o tratamento, nem para auxiliar o cachorro de maneira adequada, Taka foi oficialmente adotado por Crystal Lesley.

Não foi uma decisão difícil, uma vez que o shiba inu já estava na casa da médica desde que recebera alta hospitalar. Crystal imaginou que poderia devolvê-lo à família tempos depois, quando o tratamento fosse encerrado, mas se sentiu muito feliz em acolher Taka de maneira definitiva.

cao-sobrevivente-de-incendio-se-torna-terapeuta-para-vitimas-de-queimaduras
Facebook/ Care More Animal Hospital

Taka continuou dando sinais de plena recuperação. Felizmente, o cachorro não teve nenhum órgão interno comprometido, conseguiu vencer as infecções secundárias e, graças aos enxertos, recuperou a elasticidade da pele e a mobilidade.

Alguns meses depois, a enfermeira que encaminhou Taka ao centro de queimados de Augusta sugeriu que o cachorro fosse visitar o hospital – em especial, a ala que atendia crianças vítimas de queimaduras. Seria uma forma de distrair os pequenos pacientes e mostrar que a recuperação é possível.

Conhecendo o temperamento do cachorro que havia adotado meses antes, Lesley concordou com a proposta. A médica, que descreve o animal como um misto de bobeira e doçura, sabia que este seria o trabalho perfeito para Taka, já que ele ama estar com pessoas.

cao-sobrevivente-de-incendio-se-torna-terapeuta-para-vitimas-de-queimaduras
Facebook/ Care More Animal Hospital

Depois de refletir, a Dra. Lesley admitiu que Taka era especial demais para não ser compartilhado com outras pessoas, especialmente pessoas que pudessem se beneficiar com a sua história e a sua capacidade de superação.

Um cão terapeuta

Como já era previsto, a visita de Taka às crianças internadas no centro de queimados foi um sucesso. Os pacientes queriam brincar com o shiba inu, tocar as cicatrizes – que ele não tem nenhuma vergonha de exibir – ou apenas acariciar o peludo.

Mas, para trabalhar oficialmente, Taka precisaria de uma licença especial: a certificação como cão terapeuta. A Dra. Lesley deu início ao processo de qualificação do shiba inu e contou com o trabalho da treinadora Mandy Foster.

cao-sobrevivente-de-incendio-se-torna-terapeuta-para-vitimas-de-queimaduras
Facebook/ Care More Animal Hospital

Taka foi inicialmente submetido ao teste CGC (canine good citizen, ou cachorro bom cidadão, em tradução livre). A tutora conta que o cachorro demorou especialmente para aprender o comando “fica”, mas, depois disso, aprendeu rapidamente.

Depois das aulas, Taka fez o teste CGC e foi aprovado com honras. A Dra. Lesley se emocionou: “Só de pensar o quão longe ele chegou, onde está agora, é emocionante. O amor e o respeito que eu tenho por Taka são imensos”.

Taka foi finalmente admitido como cão terapeuta no Centro de Queimados de Augusta. Ele trabalha três tardes por semana, apoiando, distraindo e encorajando as crianças vítimas de queimaduras. A interação é vista como imprescindível para uma recuperação rápida e consistente.

Cães Online
Cães Online tem por objetivo trazer informações confiáveis sobre os melhores amigos dos humanos. Nosso contato: [email protected]
RELACIONADOS

Últimas Publicações