InícioHistórias FelizesDesejo de Natal de cachorrinho deficiente é realizado

Desejo de Natal de cachorrinho deficiente é realizado

Incapaz de andar, este cachorrinho ganhou uma cadeira de rodas, o mais desejado presente de Natal. Entenda…

Um filhote mestiço de yorkshire terrier e shih tzu, que nasceu com necessidades especiais, acaba de ter o seu desejo de Natal realizado: graças ao apoio da Walkin’ Pets, uma empresa especializada na confecção de próteses para cachorros, ele ganhou uma cadeira de rodas personalizada.

O cachorrinho foi acolhido pela Florida Yorkie Rescue, uma entidade protetora de cães sediada em Palm City, na Flórida (sudeste dos EUA), que fez uma campanha online para conseguir uma cadeira de rodas.

desejo-de-Natal-de-cachorrinho-deficiente-e-realizado
CRÉDITO: CORTESIA WALKIN’ PETS

A trajetória de Toby

Toby ainda é um filhote minúsculo, que pesa menos de 700 gramas. Desde o nascimento, os tutores perceberam que o cachorrinho não conseguia se locomover normalmente, nem brincar como os irmãozinhos de ninhada.

Ele foi diagnosticado com hidrocefalia, um acúmulo do líquido cefalorraquidiano em algumas regiões entre o crânio e o encéfalo, que afeta a mobilidade, a coordenação motora e a visão. A doença neurológica é relativamente comum em cachorros de raças de pequeno porte.

No caso de Toby, o distúrbio é congênito e se manifestou logo nos primeiros dias de vida, mas a hidrocefalia também pode ocorrer em qualquer idade, em função de traumas, pancadas na cabeça, inflamações ou tumores no sistema nervoso central.

desejo-de-Natal-de-cachorrinho-deficiente-e-realizado
CRÉDITO: CORTESIA WALKIN’ PETS

A hidrocefalia congênita pode ser causada por fatores genéticos, infecções intrauterinas ou perianais, inflamações nas membranas que revestem o cérebro, hemorragias cerebrais ou anomalias no desenvolvimento do feto. A doença é incurável; apesar de existirem tratamentos, a expectativa de vida dos portadores é bastante baixa.

Por isso, os tutores de Toby consideraram a possibilidade de eutanásia, já que, sem o acompanhamento adequado, a doença compromete a saúde, o bem-estar e a qualidade de vida dos animais afetados.

Apesar de a eutanásia ser bastante frequente em cães com hidrocefalia – alguns estudos chegam a afirmar que a expectativa de vida não ultrapassa os quatro meses –, há dezenas de relatos de tratamentos com diuréticos e corticoides que obtiveram bastante sucesso.

desejo-de-Natal-de-cachorrinho-deficiente-e-realizado
CRÉDITO: CORTESIA WALKIN’ PETS

Sacrificar os animais portadores de hidrocefalia deixou de ser o procedimento padrão, desde que o diagnóstico seja precoce e o tratamento tenha início o mais rápido possível. Alguns animais chegam a viver mais de seis anos com a doença.

Felizmente, a Florida Yorkie Rescue tomou conhecimento do caso, resgatou o peludinho e se prontificou a tratar dele até encontrar uma família definitiva, um lar permanente para o cachorrinho mestiço.

O abrigo entrou em contato com a Walkin’ Pets, sediada em New Hampshire (nordeste dos EUA) e conseguiu realizar um desejo de Natal. A empresa de próteses forneceu uma cadeira de rodas personalizada para Toby, que recuperou a capacidade de andar, correr e brincar.

De acordo com Kit De Roche, fundadora e presidente da Florida Yorkie Rescue, “Cada vida vale a pena ser vivida. Quando surgem alguns desafios, eles nunca são grandes demais e nunca são intransponíveis para nós”.

desejo-de-Natal-de-cachorrinho-deficiente-e-realizado
CRÉDITO: CORTESIA WALKIN’ PETS

Kit e seu marido Jerry têm uma longa história de cuidado e proteção aos animais. Criadores de cães da raça yorkshire há mais de 35 anos, eles passaram décadas atuando como reabilitadores da fauna selvagem na Carolina do Norte, na costa leste americana.

O casal se mudou para a Flórida e, em 2007, criou a Florida Yorkie Rescue, especializado no acolhimento de malteses, yorkies e outros cães de pequeno porte. Desde então, centenas de peludos passaram pela instituição.

Kit e Jerry decidiram adotar Toby. À revista Today, a cuidadora disse estar “muito otimista, e acho que Toby também está. Eu certamente encorajo a maioria das pessoas a dar uma chance a cachorrinhos com necessidades especiais: você nunca encontrará um coração mais agradecido do que o daquele cachorro que você salvou”.

Pouco mais de uma semana antes do Natal, Mikayla Feehan, diretora da Walkin’ Pets, viajou de Nova Jérsei (onde fica a sede da empresa) para Palm City para entregar pessoalmente a cadeira de rodas para Toby. As imagens do cachorrinho se locomovendo com a prótese estão sendo usadas para divulgar o trabalho da Florida Yorkie Rescue.

As fotos e vídeos viralizaram na internet, mas a nova tutora de Toby confessa que foi muito difícil capturar as imagens, porque o cachorrinho está muito excitado com as novas possibilidades que se abriram para ele com a cadeira de rodas.

Toby continua lutando no dia a dia, e ainda tem muito a superar na sua vida. Ele continua em tratamento veterinário, para garantir o bem-estar e prolongar a expectativa de vida. O importante, neste momento, é que o cachorrinho está feliz, dando sozinho os primeiros passos, graças a um desejo de Natal que se concretizou.

Amaury Almeida Costa
Amaury de Almeida Costa ([email protected]) é redator publicitário há mais de 30 anos. Escreve para diversos blogs desde 2008. Presente nas redes sociais desde a época do Orkut, foi editor da revista Animanews, sucesso editorial do final dos anos 1990, que trazia informações sobre pets – além de cães, gatos e aves, trazia informações sobre répteis, anfíbios, peixes e invertebrados de estimação.
RELACIONADOS

Últimas Publicações