Encontrado quase à morte, este cachorro deu a volta por cima

Esta é a história de Billy, um cachorro magro e desnutrido, que se tornou um ótimo companheiro.

“Ele mal conseguia se manter em pé sozinho. Quando se diz ‘perto da morte’, é assim que ele era”. Assim é descrito o cachorro Billy, encontrado faminto, esquálido e desnutrido, mas que recebeu uma nova oportunidade na vida e conseguiu dar a volta por cima.

Quando o cachorro foi encontrado perdido na floresta há quatro anos, ele era só pele e ossos. William e Kriska, que o socorreram, acreditaram inicialmente tratar-se de um filhote de cervo. Ele pesava apenas 11 kg. Em quatro meses, Billy atingiu 25 kg.

encontrado-quase-a-morte-este-cachorro-deu-a-volta-por-cima

Encontro com Billy

O cachorro magro e faminto foi encontrado graças a câmeras instaladas na floresta de Woodstock, em Oxfordshire, um condado no centro-sul da Inglaterra. Krista Kells estava monitorando a vida selvagem quando se deparou com Billy vagando sem rumo.

As câmeras foram instaladas por William Kells, marido de Krista, um guarda-caça da região. Ele monitora a presença de veados e outros animais maiores nas áreas em que a caça é permitida, de acordo com a legislação britânica.

Krista ficou intrigada. O animal que aparecia na tela do seu computador era mais claro e alto do que um filhote de cervo, mas não poderia ser de outra espécie. Só depois de um tempinho de observação e análise, ela percebeu que se tratava de um cachorro. Inacreditavelmente magro, mas um cachorro.

encontrado-quase-a-morte-este-cachorro-deu-a-volta-por-cima

A mulher ficou convencida de que o cachorro morreria se não recebesse socorro imediato. Ela acionou alguns grupos locais de resgate, para obter ajuda. Não foi difícil encontrá-lo: Billy movia-se de forma muito lenta, quase se arrastando.

Mesmo assim, ele conhecia a região e sabia se esconder dos inimigos e predadores. Por outro lado, é quase certo que Billy já havia convivido com humanos. Depois de algumas horas de busca, um dos resgatadores deu um assobio e uma cabeça branca apareceu sobre uma moita: era o peludo.

De alguma forma, Billy percebeu que a equipe de buscas estava lá para ajudá-lo, mas ele não podia fazer muita coisa. O cachorro não conseguia se manter de pé e precisou ser carregado no colo até a casa.

Ao receber Billy em casa, Krista acreditou que ele tinha sido picado por uma serpente, tamanho era o torpor que o envolvia. Ele foi encontrado no final do verão, época de intensa atividade das abelhas da região, e talvez tivesse passado maus momentos com um enxame enfurecido.

O veterinário que avaliou Billy descartou as duas hipóteses. O cachorro estava desnutrido, desidratado e extremamente magro. De acordo com o porte – acredita-se que Billy seja um mestiço de boxer com buldogue americano, mais alto e encorpado do que o primeiro inglês –, ele deveria pesar de 28 kg a 30 kg, mas a balança indicava apenas 11.

encontrado-quase-a-morte-este-cachorro-deu-a-volta-por-cima

Ele tinha cerca de dois anos quando foi socorrido. O cachorro deve ter ficado por volta de dois meses na floresta – não se sabe se ele se perdeu ou foi abandonado. O corpo estava repleto de feridas e cicatrizes de mordidas, um sinal de que ele teve um encontro infeliz com alguns coiotes.

O médico afirmou que Billy não sobreviveria a mais uma noite sem apoio, mas o casal Kells, afeiçoado ao cachorro, já começava a se preocupar, temendo que ele não superasse os dias seguintes internado na clínica.

Temendo um final triste para a história, o casal nem sequer quis dar um nome para o cachorro. O apelido de William é Bill e, por isso, o cachorro foi registrado no consultório simplesmente como “Billy”.

O cachorro teve de ser transferido para uma clínica em Londres, onde ele foi finalmente estabilizado. Mas manter Billy vivo não saiu barato. Apenas na primeira semana de internação, a conta foi de 5.700 libras esterlinas (pouco mais de R$ 43 mil, pela cotação atual).

encontrado-quase-a-morte-este-cachorro-deu-a-volta-por-cima

O casal Kells organizou uma vaquinha eletrônica, para angariar os recursos necessários para o tratamento. Diversas entidades de proteção aos animais ajudaram na divulgação e, quando a conta foi encerrada, Billy possuía quase 6.000 libras (mais de R$ 45.000).

Depois do período mais crítico, Billy foi transferido para a casa dos Kells, para dar continuidade ao tratamento. Surgiu então outra preocupação: ele se daria bem com os animais da família? Sim e não. De acordo com Kriska, Billy fez uma bela amizade com o mestiço de pastor alemão e basset hound, mas o relacionamento com os dois gatos ainda está “em construção”.

Para ganhar peso, o cachorro recebeu uma dieta baseada em ração para gatos, que é rica em proteínas de origem animal, favorecendo o desenvolvimento dos músculos (Billy praticamente tinha perdido toda a massa magra).

Billy foi engordando e tornando-se mais confiante, curioso e brincalhão. Todo o progresso foi registrado nas redes sociais de Kriska e William, tornando o cachorro uma webcelebridade. No Facebook, a trajetória de Billy pode ser conferida na página Billy’s Life Journey.

Na última postagem feita pela família, Billy aparece recepcionando o Papai Noel em casa. Ao lado das imagens, foi escrito: Papai Noel ficou sabendo que, neste ano, eu fui um bom garoto de novo. Feliz Natal da nossa família para a sua”. Mais de 1.300 pessoas visualizaram a mensagem e 115 comentaram.

Receba notícias e histórias do Cães Online no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/caesonline.

Postagens Relacionadas