Frentista é flagrada dando banho em cachorro de rua: “Eu queria dar a ele uma vida mais digna”

Um gesto de gentileza: uma motorista flagrou a frentista dando banho em um cachorro de rua.

Em Assunção, capital do Paraguai, quando uma cliente se aproximou do posto de gasolina habitual para abastecer o tanque de combustível, ela presenciou uma cena inusitada: a frentista, enquanto esperava os carros, resolveu dar um banho em um cachorro de rua.

Não foi uma atitude planejada. A mulher apenas viu um vira-lata que circula nas redondezas do posto. Ela observou que ele estava sujo, com o pelo eriçado e malcheiroso. Rapidamente, ela percebeu que um pouco de higiene não faria mal ao peludo.

“Eu queria dar a ela uma vida mais digna”, disse a frentista mais tarde, quando foi procurada pela reportagem da UPSOCL, uma plataforma digital paraguaia que gera conteúdos inspiradores, positivos, informativos e divertidos, conforme o blog se apresenta.

Frentista é flagrada dando banho em cachorro de rua: "Eu queria dar a ele uma vida mais digna"

O vídeo

As imagens foram flagradas por uma motorista paraguaia, enquanto ela esperava o momento para manobrar e levar o carro até as bombas de combustível. Sem querer, ela viu quando a frentista dedicou parte do seu tempo para dar banho no cachorro de rua.

A motorista também foi entrevistada pela UPSOCL. Ela contou que não perguntou à frentista sobre os motivos que a levaram a banhar um cachorro de rua, que quase sempre é evitado pelos transeuntes. Mas a motorista fez questão de afirmar: “Deveria haver mais pessoas assim no mundo”.

Frentista é flagrada dando banho em cachorro de rua: "Eu queria dar a ele uma vida mais digna"

A solidariedade

Não é a primeira vez que um banho de cachorro é filmado e acaba viralizando nas redes sociais. Em 2019, imagens de um frentista no mesmo gesto. Ele deixou os seus afazeres para melhorar o visual de um peludo.

Quando perguntado sobre os motivos, o homem disse apenas: “Ele estava precisando de um banho”. Este ato de amizade e carinho aconteceu em Manila, nas Filipinas, mas a postagem acabou entrando nos trending topics dos EUA e do México.

Um menino de 11 anos, residente em Antônio Prado (RS), dá banho em cachorros abandonados, para melhorar a aparência e ampliar as chances de adoção. Ele criou o projeto “Sou de Rua, mas Tô Limpinho”.

O garoto dá banho, passa perfume e enfeita os peludos com laços e acessórios. O trabalho já dura mais de um ano. O pai do menino, que já banhou mais de 50 animais, fotografa o novo visual dos animais e compartilha as imagens nas redes sociais, à procura de candidatos à adoção.

Gestos de amor e solidariedade devem ser compartilhados, reproduzidos e espalhados por todos. Por isso, o vídeo da frentista do Paraguai merece ser multiplicado. Os cachorros nos amam incondicionalmente, são leais a toda prova e merecem ser tratados com dignidade e respeito.

Talvez o melhor gesto de solidariedade seja adotar um cachorro de rua, sem se importar se ele é de raça pura, se tem pedigree, se poderá ser um campeão, etc. Apenas recolher um animal no caminho, ou encontrar o melhor amigo em um canil – há centenas deles espalhados pelo país inteiro.

Muitas pessoas, no entanto, não têm tempo, recursos ou paciência para conviver com um animal de estimação. E, apesar de eles serem excelentes companheiros, a adoção implica uma série de responsabilidades, que nem todos podem ou querem assumir.

Mesmo assim, a solidariedade não precisa desaparecer. Sempre é possível fazer doações de alimentos, medicamentos e material de higiene e limpeza para os abrigos que recolhem cães e gatos das ruas.

Muitas destas entidades, além de aceitarem doações, desenvolvem programas de apadrinhamento, nos quais, por um valor mínimo mensal, os interessados se tornam padrinhos e madrinhas, mesmo que a distância.

É igualmente possível visitar esses abrigos e santuários, para levar um pouco de alegria para o dia a dia dos peludos. Oferecer-se para passear também é uma possibilidade interessante, já que muitos abrigos não dispõem de espaço suficiente para que os cães se exercitem de forma adequada.

Mas, se o tempo está totalmente escasso e os recursos financeiros são insuficientes para comprar até mesmo 1 kg de ração, sempre é possível brincar com um cachorro na rua, fazer festa por alguns minutos e seguir em frente. Estas são excelentes maneiras de recarregar as baterias para as atividade do dia a dia e, tenha certeza, os cachorros de rua agradecem do fundo do coração.

Receba notícias e histórias do Cães Online no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/caesonline.

Postagens Relacionadas