InícioHistórias FelizesGrupo de amigos resgata cachorro que estava nadando em mar aberto

Grupo de amigos resgata cachorro que estava nadando em mar aberto

Os velejadores encontraram o cachorro nadando sozinho no oceano. O animal foi resgatado.

Um grupo de amigos estava velejando ao largo de Fort Lauderdale (sul da Flórida, EUA), quando uma jovem identificou um ponto branco perdido no oceano Atlântico. Bryn Crowell imaginou que poderia ser uma peça perdida por um turista, mas era um cachorro nadando em mar aberto.

Depois do salvamento, Bryn disse, em entrevista ao The Dodo: “Meu primeiro pensamento foi: uau, aquele chapéu se parece com um cachorro. Um segundo depois, eu percebi que realmente era um cachorro”.

grupo-de-amigos-resgata-cachorro-que-estava-nadando-em-mar-aberto

Operação resgate

O grupo de amigos havia saído para se divertir em mais um dia ensolarado no começo da primavera na Flórida. Ao embarcar no veleiro, nenhum deles fazia ideia de que, em pouco tempo, eles seriam os protagonistas de um resgate cinematográfico.

O barco ainda não havia se afastado muito da costa, quando Bryn e uma colega avistaram alguma coisa boiando nas águas do oceano Atlântico. O grupo decidiu seguir na direção do objeto, para investigar – apenas mais uma diversão a bordo.

Ao se aproximarem, no entanto, os jovens perceberam que o ”objeto”, na verdade, era um simpático cachorrinho, que naquele momento lutava com todas as forças para sobreviver a um mergulho não planejado no mar aberto.

O peludo tentava inutilmente vencer as ondas – não havia nenhuma praia ou porto por perto em que ele pudesse se abrigar. O cachorrinho estava se afogando quando o barco transportando os jovens finalmente chegou ao local, um ponto qualquer no imenso oceano Atlântico.

grupo-de-amigos-resgata-cachorro-que-estava-nadando-em-mar-aberto

Sem hesitar, e provavelmente sem refletir muito sobre o assunto, um dos amigos pulou na água, nadou em direção ao cachorrinho e conseguiu resgatá-lo: o peludo não fez nenhum gesto de agressividade ou medo, enquanto era agarrado pelo desconhecido. Outra jovem filmou toda a ação.

Ninguém conseguia explicar como o cachorrinho poderia ter ido parar no local. Não havia nenhuma outra embarcação nas proximidades e o peludo com certeza não poderia ter vindo da costa. Mas todos estavam contentes por ter conseguido salvar o pet, que não conseguiria resistir por muito mais tempo.

O vídeo foi postado imediatamente no Tik Tok, enquanto a ação de resgate se desenrolava. Os primeiros likes surgiram ainda antes que o cachorrinho fosse embarcado. Desde então, a postagem já foi acessada 9,9 milhões de vezes.

@bryncrowell just florida things #dogsaved #boating #florida ♬ original sound – bryncrowell

O vídeo é curto e mostra o momento em que um rapaz pula na água e cruza alguns metros até o cachorro. Em seguida, ele nada de volta ao barco, onde outra pessoa ajuda a subir o animal. São e salvo, o peludo é cercado por todos do grupo. O peludo está aturdido e confuso, mas não demonstra ferimentos nem parece ter engolido muita água salgada.

O reencontro

Outras postagens dão conta de tudo que aconteceu depois do salvamento dramático: o cachorro certamente se livrou da morte certa por afogamento. É mais um caso em que alguém está no lugar certo, na hora certa.

Depois que o vídeo se tornou viral, Bryn recebeu um telefonema. Um homem aflito, urgente e aliviado apresentou-se como tutor de Zuko – este é o nome do cachorrinho encontrado no mar aberto, no meio de nada.

Bryn já havia percebido que Zuko usava uma identificação presa à coleira, com os dados de contato da família, mas o grupo nem teve tempo de ligar para o tutor: ele próprio havia acessado o vídeo de salvamento e acabou encontrando o grupo de jovens.

grupo-de-amigos-resgata-cachorro-que-estava-nadando-em-mar-aberto

O grupo de amigos ficou sabendo que Zuko e seu tutor moram a apenas 20 minutos do local do resgate. Os jovens decidiram ir em peso levar o cachorrinho de volta para casa. O tutor fez questão de pagar uma recompensa: US$ 300 (R$ 1.677, pelo câmbio atual), pelo menos para pagar as despesas com o combustível.

Nas mensagens seguintes, Bryn explica como Zuko apareceu nadando no oceano. O tutor contou que eles estavam embarcados – era a primeira viagem marinha do peludo – e o cachorrinho se divertia tentando “morder” as ondas que surgiam na popa.

Em uma das tentativas de abocanhar a onda, Zuko deve ter saltado muito alto e acabou caindo na água. Assim que percebeu o sumiço do cachorro, o tutor procurou por todo o barco, mas não havia sinal do pet.

O grupo que estava no barco ainda tentou voltar pelo mesmo trajeto, com três ou quatro pessoas observando a água, na esperança de conseguir visualizar Zuko. Sem nenhuma novidade, o tutor já estava resignado, pronto para vivenciar o luto.

Na última postagem da série, Bryn conta que Zuko – um cão sem raça definida, com um belo “tapa-olho” castanho no lado direito da cabeça – está bem, totalmente recuperado. E todos da família e da equipe de resgate improvisado estão aliviados e contentes por terem feito a diferença – e por ter uma linda história para contar pelas próximas décadas.

Amaury Almeida Costa
Amaury de Almeida Costa ([email protected]) é redator publicitário há mais de 30 anos. Escreve para diversos blogs desde 2008. Presente nas redes sociais desde a época do Orkut, foi editor da revista Animanews, sucesso editorial do final dos anos 1990, que trazia informações sobre pets – além de cães, gatos e aves, trazia informações sobre répteis, anfíbios, peixes e invertebrados de estimação.
RELACIONADOS

Últimas Publicações