[VÍDEO] Homem vê cachorra com tigela na boca e tem uma surpresa ao segui-la

Um turco viu uma cachorra levando a tigela na boca. O final da história é uma boa surpresa.

Um homem de Ancara, a capital da Turquia, teve uma boa surpresa depois de seguir um cachorro de rua. Ele ficou intrigado, porque o animal carregava uma tigela de comida na boca. Felizmente, ele filmou a “aventura”.

A Turquia é um país conhecido pelo bom tratamento dispensado aos animais de rua. A maioria dos cidadãos turcos oferece água, alimento e até abrigo temporário para cachorros e gatos abandonados. Histórias de lojas e meios de transporte franqueando espaço para os peludos são comuns no país.

A cachorra e a tigela

Yusuf Kiliçsari mais tarde postou as imagens captadas no Facebook. Ele ficou curioso ao observar uma cachorra carregando uma tigela na boca. Ela parecia decidida a alcançar um destino qualquer – e o turco se mostrou determinado a descobrir que destino era esse.

homem-ve-cachorra-com-tigela-na-boca-e-tem-uma-surpresa

Mesmo com o carinho e atenção oferecidos aos animais na Turquia, muitos cães e gatos não conhecem a oportunidade de serem adotados. Especialmente nas grandes cidades, como Istambul e Ancara, há centenas de milhares de peludos abandonados.

A vida nas ruas certamente é uma batalha diária – e aquele cachorro estava tentando superar mais um obstáculo: “matar o leão do dia”. O mais interessante é que a cachorra – Yusuf descobriu tratar-se de uma fêmea – não parava para comer a comida da tigela.

A cachorra estava envolvida em uma missão importante. Sempre seguindo o animal, o homem percorreu uma avenida por algumas centenas de metros, passou por um prédio em construção, por um depósito de carros velhos e finalmente chegou ao fundo desse terreno, onde o “segredo” estava escondido.

homem-ve-cachorra-com-tigela-na-boca-e-tem-uma-surpresa

A cachorra provavelmente ganhou a tigela de ração que transportava em alguma casa ou estabelecimento comercial da região, mas, em vez de comer ali mesmo, ela carregou o recipiente até o local em que mantinha os quatro filhotes.

O dia estava quente, com o sol a pino, e a cachorra percorreu um longo trajeto caminhando sobre o piso aquecido. Ela parecia não se importar nem um pouco com as dificuldades que estava enfrentando, porque tinha um objetivo em mente.

Apesar de demonstrar força e resistência, a cachorra também sabe ser gentil e delicada. Ela não correu em nenhum momento, preocupada em não derrubar o alimento com um passo ou pouco mais intenso.

Yusuf – que fez o trajeto de carro – percebeu que os cãezinhos já estavam grandes, até um pouco gordinhos, mas ainda dependiam da mãe para se alimentar. A peluda demonstrou que o amor materno não é uma exclusividade das humanas: as cadelas e gatas também fazem tudo para garantir o bem-estar da sua prole.

O vídeo

O turco legendou o vídeo – de longos três minutos, sempre com a cadela se deslocando em direção a ninhada – com uma expressão simples, que descreve perfeitamente a situação: “Esta é a maternidade”.

Muitos internautas curtiram a postagem de Yusuf. Entre os comentários, chama a atenção o fato de a maioria estar preocupada em ajudar os cães, talvez encontrar um lar para eles. Uma internauta registrou: “este é amor materno de verdade”.

As mães realmente fazem qualquer coisa pelos filhos – sejam elas humanas, caninas ou felinas. Quando o assunto é garantir a satisfação das necessidades básicas, elas não medem esforços para deixar as crias confortáveis e seguras.

A cena é realmente emocionante. É praticamente certo que a cachorra também estava faminta, mas pensou em alimentar primeiro os filhotes que estavam escondidos a uma distância considerável. É realmente um exemplo de amor de mãe.

Enquanto os cãezinhos comiam, a cachorra deitou-se exausta. Ela devia estar faminta e sedenta, principalmente por ter percorrido todo o trajeto em um dia ensolarado. Seja como for, ela deve ter se sentido muito satisfeita por ter cumprido a missão de nutrir as crias.

Os quatro filhotes já estão prontos para enfrentar a vida – com sorte, eles conseguirão uma casa e uma família.

Enquanto isso, as mamães cachorras se desvelam para garantir a saúde, o bem-estar e a segurança da prole. Elas permanecem com os filhotes durante três ou quatro meses, até que eles estejam prontos para seguir sozinhos. Talvez esta seja a melhor forma de amor: cuidar, nutrir, agasalhar e deixar ir, quando chega o momento.

Postagens Relacionadas