InícioHistórias FelizesMenino é flagrado carregando o cãozinho de um jeito adorável para não...

Menino é flagrado carregando o cãozinho de um jeito adorável para não abandoná-lo

Ele faz sucesso na internet carregando o cãozinho na mochila, para não deixá-lo para trás.

Um menino do Peru está chamando a atenção e tocando o coração de muitos internautas. Ele foi filmado carregando o seu cãozinho em uma mochila, para não ter de abandoná-lo e deixá-lo para trás. As imagens são adoráveis.

Milhões de internautas já curtiram e compartilharam as imagens nas redes sociais. Pelo vídeo, é possível constatar que se trata de um menino humilde, que tem pouco de material a oferecer, mas certamente é rico de sentimentos.

menino-e-flagrado-carregando-o-caozinho-de-um-jeito-adoravel

O menino

O vídeo vem repercutindo bastante nas redes sociais. Alguns internautas ajudaram a entender um pouco as características da figurinha humilde. o menino, que deve ter por volta de oito anos, acorda cedo e sai todos os dias de casa com a mãe, em busca do sustento da família.

O sorriso da criança ajuda a desvendar outra parte da criança. O menino segue firme e atento, levando um cachorrinho guardado na mochila, com a cabeça para fora. Ele acompanha o trabalho da mãe, mas não quer deixar o melhor amigo abandonado enquanto cumpre as obrigações rotineiras.

menino-e-flagrado-carregando-o-caozinho-de-um-jeito-adoravel

Talvez a criança seja o filho mais velho, que precisa ajudar a garantir a sobrevivência dos irmãos. Talvez a mãe seja uma mulher solteira, que só pode contar com um menino frágil para vencer os desafios do dia a dia.

O vídeo inspira mil enredos, mil histórias diferentes. Mas é também um motivo de reflexão. O menino com o cãozinho na mochila acorda muito cedo – e as manhãs são frias nos Andes do Peru. Provavelmente, ele não tem muita coisa para comer antes de sair de casa.

Mas, com todos os problemas, ele sai de casa com um sorriso. Ele é um otimista – e muita gente pode acreditar que, nesta situação, o otimismo seja um defeito. Ele segue o caminho com a certeza infantil de que conseguirá vencer mais um dia na vida. Só mais um dia.

No dia seguinte, ele voltará a acordar cedo. Comerá pouco, usará roupas insuficientes para se agasalhar. Mas continuará levando o seu melhor amigo a tiracolo, bem guardado e confortável na mochila velha. O garotinho ajuda a mãe e o cachorro – mas quem o ajuda?

Menino é flagrado carregando o cãozinho de um jeito adorável para não abandoná-lo

É uma pena que, em um mundo tão rico e cheio de oportunidades, este menino, que carrega o cãozinho na mochila como quem leva um tesouro imenso, não esteja indo à escola, para aprender, ou ao parque, para se divertir.

Crianças – e cachorros – merecem comida, cuidado, proteção, agasalho, saúde, educação, diversão e oportunidades para que possam mostrar o melhor que há nelas. O menino peruano oferece algo inestimável: será que estamos fazendo a nossa parte no planeta? Será que estamos devolvendo, pelo menos em parte, o que a vida nos oferece desde sempre?

Nem todos precisam levantar muito cedo, nem trabalhar desde criança para sobreviver. Mas será que, pelo menos, estamos carregando os nossos amigos, para garantir que eles estejam ao nosso lado quando precisarmos deles, ou mesmo quando apenas quisermos brincar com eles?

As almas realmente nobres são capazes de proteger todos aqueles a quem amam. Pessoas boas, assim como este menino peruano, que ajuda a mãe a vender quinquilharias nas ruas, levam os amigos – os seres a quem amam – na mochila, no colo, nas costas. A forma não importa.

O importante é sempre ter um sorriso no rosto para aliviar a tristeza e o sofrimento de quem passa ao lado. Sem saber, esta criança é um missionário, que irradia esperança, mesmo que seja pouca, a quem estiver em volta.

Um sorriso meigo, terno e transparente, aliado à esperança em dias melhores – mesmo quando nada indica que eles virão – pode ser tudo o que precisamos para seguir em frente, melhorando a nossa vida e as daqueles que desfrutam a nossa companhia.

Certamente, este menino e a sua mãe não têm recursos para ter uma vida digna. O importante é quem tem um pouco, saiba dividir, saiba ser solidário, saiba sentir o que o outro sente, seja alegria, seja dor.

Esperança e otimismo nem sempre são suficientes para vencer os desafios que a vida propõe. O sorriso do menino tem como base a ingenuidade infantil. Vamos fazer a nossa parte para que a fé em dias melhores se transforme efetivamente em um futuro melhor, em um presente melhor.

Amaury Almeida Costa
Amaury de Almeida Costa ([email protected]) é redator publicitário há mais de 30 anos. Escreve para diversos blogs desde 2008. Presente nas redes sociais desde a época do Orkut, foi editor da revista Animanews, sucesso editorial do final dos anos 1990, que trazia informações sobre pets – além de cães, gatos e aves, trazia informações sobre répteis, anfíbios, peixes e invertebrados de estimação.
RELACIONADOS

Últimas Publicações