Menino entra escondido na garagem da vizinha para brincar com cachorra

Este menino foi flagrado entrando escondido na garagem da vizinha. Ele queria brincar com a cachorra.

Esta é uma daquelas histórias que tornam o nosso dia melhor instantaneamente. Câmeras de segurança flagraram o momento em que um menino entrou escondido na garagem da vizinha com um objetivo bem simples: ele queria abraçar e brincar com a cachorra.

O vídeo foi postado pela proprietária da casa, Hollie Mallet, que vive em Lafayette, na Louisiana (sul dos EUA). As imagens foram acompanhadas por uma pergunta: “Alguém conhece este menininho?” – Hollie queria entender os motivos da “invasão”.

Mesmo antes que a situação fosse esclarecida – ela tem um final feliz – os personagens se tornaram relativamente famosos, tanto nas redes sociais, quanto na imprensa. O caso chegou a ser tratado por alguns repórteres como “drive-by hugger story” (a história do abraçador da garagem, em tradução livre).

menino-entra-escondido-para-brincar-com-cachorra

Josh e Dutchess

O pequeno Josh vive próximo à casa de Hollie e avistou Dutchess (“Duquesa”, em português) pela primeira vez em um dos passeios que a cachorra fazia com a tutora. Foi amor à primeira vista: sempre que passava em frente à residência, ele dava um jeito de entrar na garagem, para “conversar” com a nova amiga.

Ao assistir às imagens da câmera de segurança, Hollie admitiu que teve um misto de sensações. Não sabia se ficava irritada com a entrada sem permissão, ou se simplesmente curtia o momento de amor e cumplicidade entre o menino e a cachorra, que, em tese, deveria ser a guardiã da propriedade.

menino-entra-escondido-para-brincar-com-cachorra

O que Hollie não sabia é que Josh tinha um bom motivo para se aproximar de Dutchess. Poucos meses antes, ele havia perdido Bella, uma cachorra que o acompanhou desde o berço. Entristecido, o menino havia encontrado outro animal com quem se divertir.

O vídeo mostra que Josh sabia que não estava fazendo uma coisa totalmente correta. As imagens mostram o menino se esgueirando para entrar na garagem. Ele apenas dá um abraço rápido em Dutchess e sai correndo, provavelmente com medo de ser pego pelos donos da casa.

O encontro

Hollie acreditou que poderia identificar o “invasor” se postasse as imagens da câmera em sua página do Facebook. O flagrante foi acompanhado da seguinte mensagem:

“Atenção, vizinhos! Alguém sabe quem é este menino doce? Ele vem até aqui com a sua bicicleta, entra na minha casa, faz carinho na minha cachorra ou então brinca com ela rapidinho, mas vai embora muito depressa, achando que não poderia estar aqui.”

A tutora de Dutchess finalizou a mensagem afirmando que o menino seria muito bem-vindo na casa, para brincar com a cachorra, já que ela estava adorando a atenção do novo amigo. O vídeo viralizou rapidamente e uma das internautas que o visualizou foi a mãe de Josh.

menino-entra-escondido-para-brincar-com-cachorra

Ginger Breaux comentou na postagem, confirmando que seu filho era o “invasor”. Ela contou sobre a morte do animal de estimação da família, que provavelmente fez Josh procurar um novo amigo de quatro patas.

Esclarecida a situação, Hollie convidou oficialmente Josh a frequentar a sua casa sempre que quisesse, para brincar com Dutchess. Desde então, o menino é uma presença assídua na residência da vizinha.

As famílias Mallet e Breaux são vizinhas: poucas quadras separam os imóveis em que vivem. A atitude de Josh, no entanto, serviu também para aproximar Ginger e Holie, que descobriram um interesse comum, além de compartilharem os assuntos locais do bairro.

O caso repercutiu na imprensa de Lafayette e de diversos locais dos EUA. As imagens são realmente comoventes e enternecedoras. O menino queria abraçar, a cachorra queria ser abraçada, e os dois queriam brincar sem preocupações.

Ginger Breaux revelou à imprensa que entende os motivos de Josh, que sente muita falta de Bella. A mãe do menino afirmou que, assim que a família superar o luto, ela adotará outro animal de estimação. Seja como for, o menino terá de se dividir entre os dois peludos: Dutchess e o que está para chegar, em um futuro não tão distante.

A convivência com cachorros traz uma série de benefícios para crianças de qualquer idade. O animal escolhido deve ser de pequeno ou médio porte. Mas, caso seja um grandalhão, basta tomar alguns cuidados e não deixá-los sozinhos. Meninos e meninas comprovadamente são contemplados:

  • com um melhor desenvolvimento afetivo e cognitivo;
  • com o fortalecimento do sistema imunológico;
  • com a redução de problemas alérgicos, como bronquite e dermatite;
  • com a diminuição da ansiedade e do estresse;
  • com menor incidência de problemas relacionados ao sedentarismo;
  • com um melhor desenvolvimento muscular.

Os cachorros, por seu lado, encontram parceiros para todas as horas. Os peludos nunca se sentirão isolados, entediados ou tristes se tiverem uma criança por perto para brincar com eles – ou apenas para fazer companhia, naqueles momentos em que o silêncio e a quietude são necessários. Crianças e cachorros quase sempre formam duplas perfeitas. A amizade desinteressada ajuda a desenvolver a coordenação motora, o senso de responsabilidade, a lealdade e a solidariedade. Os pais e responsáveis acabam tendo um pouco mais de trabalho, mas os benefícios compensam.  

Veja o vídeo:

Receba notícias e histórias do Cães Online no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/caesonline.

Postagens Relacionadas