InícioHistórias FelizesMulher encontra cachorra 'sem vida' deitado no acostamento da estrada e corre...

Mulher encontra cachorra ‘sem vida’ deitado no acostamento da estrada e corre para salvá-la

Uma cadela quase sem vida foi salva por uma americana. O caso aconteceu no Texas.

O Echo Lake Park, no centro de Fort Worth, é um conhecido ponto de abandono de cachorros. Foi lá que uma resgatadora de animais encontrou Mercy, já quase sem vida. Graças aos esforços desta mulher, que se apressou para salvá-la, a cachorra teve direito a uma segunda chance.

Judy Obregon é a fundadora da TAO – The Abandoned Ones. Foi ela quem encontrou Mercy (o nome significa “misericórdia”, em inglês) durante uma corrida matinal. A ativista aproveita o exercício diário para inspecionar o Echo Lake Park, onde sempre encontra cães em péssimas condições.

mulher-encontra-cachorro-sem-vida-e-se-apressa-para-salva-lo

O resgate

A história do resgate de Mercy é mais um episódio de sucesso da TAO – Judy afirma já ter resgatado mais de 200 cães nas ruas de Fort Worth. Mercy é uma cadela pitbull que parecia estar sem vida quando foi encontrada.

Mas, mesmo aparentemente morta, ao perceber a aproximação da ativista, Mercy – como é possível ver no vídeo – esforçou-se para ficar de pé. Ela mal conseguia equilibrar o peso do corpo e estava muito machucada. A cachorra parecia entender que alguém estava prestes a salvá-la.

mulher-encontra-cachorro-sem-vida-e-se-apressa-para-salva-lo

Quando os animais perdem combates ou, mesmo “ganhando” a luta, sofrem ferimentos muito extensos, os treinadores simplesmente os “jogam fora” no parque municipal. Judy e outros voluntários da TAO costumam inspecionar o local duas vezes por dia e sempre encontram animais em condições deprimentes.

Mercy foi levada para o abrigo da TAO e, em seguida, para o Creekside Pet Center, hospital veterinário em Keller, a dez quilômetros de Fort Worth. Os médicos constatam que a cachorra  havia sofrido fraturas múltiplas.

Praticamente, todas as costelas de Mercy estavam lesionadas. Os ferimentos eram compatíveis com um provável arremesso em velocidade: a cachorra pitbull deve ter sido atirada de um carro em movimento.

A cadela também estava visivelmente abaixo do peso e muito apática. Ela apresentava o abdômen inchado e os pelos sem brilho, sintomas do raquitismo canino, doença causada pela carência de fósforo, cálcio e vitamina D.

Normalmente, o raquitismo se manifesta nos filhotes – os cães adultos dificilmente são afetados. Sem tratamento adequado, a doença provoca lesões nos ossos e nas articulações, levando a deformações esqueléticas.

mulher-encontra-cachorro-sem-vida-e-se-apressa-para-salva-lo

Mercy precisou de uma cirurgia de emergência e permaneceu internada por dez dias no hospital veterinário. O tratamento custou mais de US$ 3.000, valor que foi angariado em campanhas online feitas pela TAO.

A cadela foi levada ao abrigo, onde permaneceu por alguns dias usando uma cadeira de rodas especial para conseguir se locomover. Felizmente, Mercy mostrou ser forte e recuperou os movimentos. A TAO disponibilizou a pitbull para adoção em pouco mais de um mês depois do resgate.

Mercy é uma cadela amistosa e dócil. Ela não apresenta sinais de que tenha sido uma boa lutadora – talvez por isso, tenha sido descartada precocemente: os veterinários avaliaram que ele tem menos de três anos de idade.

Durante o período em que ficou internada, a cachorra pitbull ganhou um coelhinho de pelúcia, que se transformou em uma espécie de talismã. Ela carrega o brinquedo para todos os lugares e fica aflita quando alguém o esconde.

A TAO é uma equipe de resgate, tratamento e encaminhamento que tem feito a diferença na vida de centenas de cachorros abandonados no Texas. Apesar de a legislação americana prever o abate de animais sem perspectivas de adoção, a ONG faz questão de manter todos os resgatados em seus abrigos.

Pessoas como Judy Obregon e outros voluntários certamente são especiais, mas o ideal seria que ninguém obrigasse cachorros a lutarem até a exaustão e a morte. O ideal seria que nenhum cachorro tivesse de ser salvo dos exploradores.

O parque

O Echo Lake Park é um espaço de lazer na região metropolitana de Dallas-Fort Worth, uma das áreas mais populosas nos EUA. Nos últimos anos, no entanto, o local vem sendo usado como ponto de descarte de cachorros de briga.

Apesar de ser totalmente urbana, a área é mantida oficialmente pelo Condado de Tarrant, cuja sede é Fort Worth. Apesar de o parque ser objeto de diversas patrulhas, existe uma discussão sobre a responsabilidade de coibir o “descarte” dos animais.

A TAO já resgatou mais de 200 cachorros no parque, todos com sinais de terem sido empregados em lutas. Apesar de as dog baitings serem proibidas nos EUA desde os anos 1970, o “esporte sangrento” continua sendo muito popular em diversas regiões do país, inclusive no Texas.

Cães Online
Cães Online tem por objetivo trazer informações confiáveis sobre os melhores amigos dos humanos. Nosso contato: [email protected]
RELACIONADOS

Últimas Publicações