A doença pode ser facilmente confundida com outras devido aos sintomas. Saiba mais sobre o botulismo!

O Botulismo é provocado por uma bactéria denominada Clostidrium botulinum , sendo provocada por uma intoxicação alimentar. Os tipos desta doença que mais atacam são os cães são o C e o D. Que tal conhecer um pouquinho mais sobre o botulismo? Então, não perca tempo e leia o artigo!

botulismo

Como o cão pode adquirir a doença?

O cachorro pode ter o botulismo por várias maneiras, dentre algumas podemos citar por meio da comida que fica no lixo doméstico, ossos contaminados, carne crua, alimentos enlatado, entre outros. Por isso, mantenha sempre o lixo da sua casa coberto e as sacolas bem fechadas, para que o seu cão não consiga ter acesso.

O que o cão pode sentir?

Os sintomas do botulismo também são vários. A toxina que é ingerida – liberada pela bactéria- atua sobre o sistema nervoso periférico e como consequência a transmissão dos impulsos nervosos fica dificultada. Desta forma, o cachorro pode apresentar paralisia em algumas partes do corpo- as patas costumam ficar muito amolecidas-, além disso, também pode acarretar problemas para o sistema respiratório e cardíaco do cão. Os sintomas do botulismo costumam aparecer, em média, em 1 a 2 dias e o quadro da doença tem uma evolução muito rápida.

Dentre algumas complicações provocadas pelo botulismo podem-se citar a insuficiência respiratória e cardíaca, que podem provocar a morte do cachorro. Por isso, fique sempre atento ao comportamento do seu amigo, e qualquer suspeita leve-o ao veterinário o mais rápido possível. Além disso, a doença pode ser facilmente confundida com outras como, por exemplo, a raiva, doença do carrapato, miastenia grave, entre outras.

Qual o tratamento?

Dependendo da intensidade da doença, pode ser necessário o tratamento com oxigenoterapia e até mesmo ventilação assistida. Somente o veterinário pode indicar o tratamento correto, por isso, qualquer suspeita leve o seu melhor amigo para o médico.

Como é feita a recuperação?

A recuperação da doença, geralmente, acontece entre 2 a 4 semanas contados do período em que o cachorro começou a apresentar os sintomas. Mas este tempo é muito relativo e variável.

Entre algumas medidas para prevenir o botulismo destacam-se o cuidado com passeio em áreas que tenham muito lixo, poços de água e lugares que tenham alimentos que estão em fase de decomposição. Assim, ao passear com o seu cachorro fique atento aos lugares!

Gostou de saber mais sobre a doença do botulismo? Deixe o seu comentário para a gente aqui no blog!


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui