Bruno arriscou a sua vida para salvar um morador de Porto Alegre de um assalto.Veja a história!

Bruno é realmente um cachorro corajoso, determinado e muito valente. Ele arriscou a sua própria vida para salvar outra em Porto Alegre. Que tal conhecer um pouquinho mais desta história surpreendente? Então leia o artigo e conheça o ato heroico de Bruno, que salvou a vida de um morador da cidade de Porto Alegre.

Bruno: o cachorro herói de Porto Alegre

O cão vive nas ruas e mora há 8 anos em frente a um condomínio. Mas, ninguém sabe ao certo de como ele apareceu no lugar. Bruno é conhecido por todos os moradores pelo carisma e seu jeito brincalhão de ser.

O cão sempre recebeu muito carinho e agrado. Ele recebe alimentação, cuidados e também tem o hábito de acompanhar os moradores pelas ruas da região. Além disso, o cachorro também pode ser visto brincando com as crianças e adolescentes da região. Assim, Bruno é muito famoso, querido e conhecido na região. Mas, existe uma coisa que incomoda o cão herói: as carroças.

O cão também conseguiu conquistar a admiração de todos, devido ao seu ato de heroísmo e coragem, em que conseguiu salvar um morado do local, em que estava saindo do carro e foi surpreendido por assaltantes. Com muito medo e assustado, ele começou a chamar por socorro, até que o Bruno apareceu e defendeu o morador dos assaltantes, mas, os assaltantes atiraram e Bruno recebeu dois tiros: um passou de raspão, mas, infelizmente, atingiu a pata traseira e o outro ficou alojado na traqueia. Assim, o cão ficou reconhecido pelo seu ato heroico e de muita coragem. Ele recebeu várias doações espontâneas das pessoas e também ajuda para a sua recuperação. Além disso, todas as despesas relativas ao tratamento foram pagas.

De acordo com este site Bruno esta esperando por alguém que possa acolhê-lo e dar a ele muito amor e carinho.

Conhece outras histórias de cães com ato heroico? Que tal contar aqui para a gente no blog?


5 COMENTÁRIOS

  1. Por que o morador que foi salvo pelo Cãozinho Bruno, não o adota, por amor e sina de gratidão?
    Ah, esses humanos? Só querem receber dos animais benefícios, mas, em troca, muitos os desprezam.

  2. Concordo com a Meryene Márquez , porque esse morador não fica com o cãozinho, é muita ingratidão, esse pobre animal não pode voltar para as ruas, decepcionante.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui