[VÍDEO] Cachorra adotada dá à luz uma ninhada imensa

Ela foi adotada grávida. Semanas depois, esta cachorra se tornou mãe de uma imensa ninhada.

Quando Jesse e Tara Adams decidiram adotar Kaya, uma cachorra pitbull resgatada pela Raincoast Dog Rescue Society, eles não sabiam o tamanho da aventura que estavam começando a vivenciar. A cachorra estava grávida e acabou dando à luz uma ninhada surpreendentemente grande.

A Raincoast é uma entidade sem fins lucrativos, criada em 2014, mantida apenas por voluntários e sediada em Vancouver, na Colúmbia Britânica (costa oeste do Canadá). A ONG trabalha com o resgate, recuperação e adoção de cães e gatos indesejados, negligenciados, perdidos e vítimas de abusos e maus tratos.

cachorra-adotada-da-a-uma-ninhada-imensa

A saga de Kaya

A família anterior desta pitbull é desconhecida. Ela foi encontrada perambulando pelas estradas. Kaya acabou entrando em uma propriedade rural, cujos donos entraram em contato com a Raincoast.

Apesar de terem contatado o abrigo de animais, os responsáveis pela fazenda estavam tentando sacrificar Kaya. Naturalmente, ela estava perseguindo os animais e dando prejuízo para a propriedade. Felizmente, a ajuda chegou a tempo.

Jesse e Tara, os fundadores da ONG, se deslocaram para resgatar Kaya na fazenda. Ela estava assustada, faminta e com frio, mas não se mostrou agressiva em nenhum momento. A cachorra foi levada para o abrigo e escondia uma surpresa.

cachorra-adotada-da-a-uma-ninhada-imensa

Os novos tutores perceberam que Kaya estava muito magra, um sinal de que ela estava vagando sozinha já havia um tempo considerável. Talvez ela tenha sido abandonada na estrada, mas é igualmente possível que ela tenha escapado de casa e não conseguiu encontrar o caminho de volta.

O certo é que a cachorra estava em péssimas condições. As costelas saltavam no dorso do animal e a pelagem estava falha em diversos pontos. Ela parecia ser saudável, mas deve ter passado por maus bocados até ser finalmente resgatada.

cachorra-adotada-da-a-uma-ninhada-imensa

Logo nos primeiros dias no abrigo, Jesse e Tara ficaram felizes ao constatar que Kaya estava recuperando o peso rapidamente. Eles chegaram a pensar que estavam oferecendo uma quantidade muito grande de alimento, porque a cachorra ficava maior a olhos vistos.

Aliás, a cachorra estava ganhando peso rápido demais e a linha da cintura ganhava centímetros a cada dia, por um motivo óbvio: ela estava grávida. Este, talvez, tenha sido o motivo do abandono.

A cachorra se mostrou dócil e carinhosa. A pelagem recuperou o brilho homogêneo, enquanto a peluda circulava pelas dependências do abrigo, sempre interessada em acompanhar os voluntários que a resgataram e trataram dela.

cachorra-adotada-da-a-uma-ninhada-imensa

Cerca de um mês depois de ter sido resgatada, Kaya deu sinais de parto iminente: ela reduziu o ritmo das atividades, começou a preparar o ninho para receber os filhotes e foi se mostrando mais retraída, escondendo-se dos tutores, dos demais animais e do movimento do abrigo.

Contrariando o prognóstico dos veterinários, que imaginavam que os cãezinhos nasceriam até o final da tarde, Kaya permaneceu em trabalho de parto durante dois dias inteiros. Mas não havia nada de errado no parto: o motivo da demora é que havia muitas vidas na barriga da pitbull, que quase foi sacrificada menos de dois meses antes.

Ao final desse esforço, 15 cachorrinhos rodeavam a mãe, em busca de leite, agasalho e conforto. Então, para surpresa de Tara, que ficou praticamente sem dormir acompanhando a cachorra, nasceu o retardatário.

cachorra-adotada-da-a-uma-ninhada-imensa

Quando o esforço já parecia ter chegado ao fim, um último filhote veio à luz: Kaya era a orgulhosa mamãe de 16 cachorrinhos!

A gravidez, parto e lactação foram documentadas em vídeos e fotos que foram postados nas redes sociais e conquistaram os corações e mentes de milhares de internautas. Jesse e Tara mostraram a recuperação de Kaya e o desenvolvimento dos filhotes.

cachorra-adotada-da-a-uma-ninhada-imensa

Quando os cachorrinhos completaram nove semanas de vida, os formulários de adoção foram finalmente disponibilizados no site da Raincoat Society. Dezenas de candidatos queriam receber os cachorrinhos.

Restou apenas uma fêmea, que foi batizada de Sefina. Jesse e Tara perceberam que não poderiam se separar de Kaya, que também havia sido colocada para adoção depois de amamentar os filhotes), nem da filhinha que ainda não tinha encontrado um lar definitivo.

cachorra-adotada-da-a-uma-ninhada-imensa

Jesse e Tara levaram Kaya e Sefina para casa. Finalmente, depois de um longo período de dedicação à gravidez e aos filhotes, a pitbull estava pronta para seguir em frente – mas, desta vez, ao lado da filha, que também passou a integrar a família dos Adams.

Receba notícias e histórias do Cães Online no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/caesonline.

Postagens Relacionadas